Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Sintomas da falta de oxigênio no cérebro

A falta de oxigênio é identificada pelo médico através do oxímetro, que é um aparelho que se prende no dedo para medir a quantidade de oxigênio, que vai para o cérebro, pulmão e outras partes do corpo. Normalmente a hipóxia, que é a falta de oxigênio, é mais frequente durante uma crise de asma ou em caso de alguma dificuldade respiratória.

Os sintomas da falta de oxigênio nem sempre são fáceis de serem notados, mas podem estar presentes:  

  • Dor de cabeça;
  • Cansaço físico frequente;
  • Cansaço mental;
  • Náuseas;
  • Lentidão ao movimentar-se;
  • Tonturas;
  • Convulsões;
  • Confusão mental;
  • Movimentos desordenados;
  • Palpitações;
  • Desmaios;
  • Irritação constante;
  • Suor excessivo;
  • Coloração roxo-azulada dos lábios e nas pontas dos dedos.

Assim, se surgir alguns desses sintomas em pessoas com problemas respiratórios, como asma ou bronquite, deve-se ir ao clínico geral ou pneumologista para confirmar se é falta de oxigênio, e iniciar o tratamento, que pode ser feito com repouso e o uso da máscara de oxigênio, por exemplo. 

Medição de oxigênio com oxímetroMedição de oxigênio com oxímetro

Principais causas 

Algumas das principais causas que diminuem a quantidade de oxigênio no sangue, e consequentemente no cérebro, incluem:

  • Anemia;
  • Crise de asma;
  • Doenças pulmonares, como doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC): enfisema, bronquite ou edema pulmonar;
  • Envenenamento por monóxido de carbono;
  • Ataque cardíaco;
  • Viajar para locais de grande altitude;
  • Fazer mergulho com o equipamento mal preparado.

Para saber o que está causando a falta de oxigênio no sangue o médico poderá pedir exames como raio X, espirometria ou eletrocardiograma, por exemplo.

Nos casos mais graves, como durante o internamento em UTI, o médico pode pedir uma gasometria que mede a quantidade de oxigênio diretamente na artéria para avaliar a gravidade da falta de oxigênio.

O que fazer em caso de falta de oxigênio

O tratamento para a falta de oxigênio normalmente é iniciado com o uso de máscara de oxigênio para normalizar os níveis de oxigênio de sangue, mas se não houver respostas ao tratamento de oxigênio utilizam-se remédios que permitem a entrada de ar nos pulmões ou traqueostomia para os casos de insuficiência respiratória.

Já em caso de falta de oxigênio leve, que não está associada a doença respiratória, fazer caminhadas regularmente pode melhorar a oxigenação no organismo, pois aumenta a circulação sanguínea levando o oxigênio para todos os órgãos. 

No entanto, nos casos de inalação de fumaça, edema pulmonar ou envenenamento por dióxido de carbono, pode ser necessário oxigênio puro através de uma câmara hermética por até 5 horas, sob orientação médica.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...