Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é a síndrome de Alport e como tratar

A síndrome de Alport é uma doença genética rara que provoca a lesão progressiva dos pequenos vasos sanguíneos que estão nos glomérulos dos rins, impedindo que o órgão consiga filtrar o sangue corretamente e surgindo sintomas como sangue na urina e aumento da quantidade de proteína no exame de urina.

Além de afetar os rins, esta síndrome também pode causar problemas para ouvir ou enxergar, já que impede a produção de uma proteína importante para o funcionamento dos olhos e ouvidos.

A síndrome de Alport não tem cura, mas o tratamento ajuda a aliviar os sintomas e até a atrasar o desenvolvimento da doença, impedindo que o funcionamento do rim seja afetado.

O que é a síndrome de Alport e como tratar

Principais sintomas

Os sintomas mais comuns da síndrome de Alport incluem:

  • Sangue na urina;
  • Pressão arterial elevada;
  • Inchaço das pernas, tornozelos, pés e rosto.

Além disso, também existem casos em que a audição e a visão são afetadas pela doença, provocando dificuldade para ouvir e enxergar.

Se não forem tomadas as devidas precauções, a doença pode evoluir para uma insuficiência renal crônica e exigir diálise ou transplante de rim.

O que causa a síndrome

A síndrome de Alport é provocada pela alteração nos genes que contêm as instruções para a produção de uma proteína conhecida como coláeno de tipo IV. Este tipo de colágeno faz parte dos glomérulos do rim e, por isso, quando não está presente, os vasos sanguíneos dessas regiões sofrem lesões e cicatrizam, prejudicando a função do rim.

Da mesma forma, esse colágeno também está presente nos ouvidos e olhos e, por isso, ao longo do tempo também podem aparecer alterações nestes órgãos.

Como confirmar o diagnóstico

Não existe um exame específico para diagnosticar a síndrome de Alport e, por isso, o médico pode pedir vários exames, como o teste de urina, análises de sangue ou biópsia do rim para identificar se existe alguma alteração que possa estar causando a síndrome.

Como é feito o tratamento

O tratamento para a síndrome de Alport é feito com o objetivo de aliviar os sintomas, uma vez que não existe uma forma de tratamento específica. Assim, é muito comum usar-se remédios para pressão alta e diuréticos, de forma a controlar a pressão arterial e evita o agravamento das lesões no rim.

Além disso, também é recomendado manter uma dieta pobre em sal para evitar o funcionamento excessivo dos rins. Veja como manter uma dieta deste tipo.

Nos casos mais graves, em que o rim está muito afetado e não existe melhora dos sintomas, pode ser necessário iniciar diálise ou fazer transplante de rim.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...