Somos REDE D'OR
icon de informação icon de telefone 3003-3230
Número disponível apenas em território brasileiro, com custo de chamada local.

Sangue oculto nas fezes: o que pode ser e como entender o resultado

Revisão clínica: Marcela Lemos
Biomédica
dezembro 2022

A pesquisa de sangue oculto nas fezes é um exame que permite identificar sangramentos no intestino, o que pode ser indicativo de úlceras, colite, doença de Crohn, pólipos intestinais ou câncer de intestino, por exemplo.

Esse exame avalia a presença de pequenas quantidades de sangue nas fezes que podem não ser visíveis a olho nu, sendo principalmente indicado para pessoas que possuem histórico de alterações intestinais na família, para investigar a causa de anemia ou para auxiliar no diagnóstico de alterações inflamatórias intestinais.

O exame sangue oculto nas fezes é simples, sendo recomendado coletar as fezes em três dias, evitar o uso de medicamentos que possam irritar o estômago e não fazer o exame quando se identifica sangramentos na gengiva e/ ou no nariz, já que pode interferir no resultado.

Imagem ilustrativa número 2

Principais causas de sangue oculto nas fezes

As principais causas de sangue oculto nas fezes são:

  • Pólipos benignos no intestino;
  • Hemorroidas;
  • Úlceras no estômago ou duodeno;
  • Colite ulcerativa;
  • Doença de Crohn;
  • ​Doença diverticular;
  • Câncer colorretal.

Assim, para identificar a causa correta da presença de sangue nas fezes, é comum que depois do exame de sangue oculto o médico peça uma colonoscopia ou uma endoscopia, especialmente quando o sangramento não é causado por hemorroida. Esses dois exames consistem na introdução de um tubo fino com uma pequena câmera na ponta, que permite observar o interior do intestino e do estômago para identificar possíveis lesões, facilitando o diagnóstico.

Como deve ser o preparo para o exame

Para fazer o exame de sangue oculto nas fezes, é importante que a pessoa siga algumas recomendações do médico durante o período de coleta, que normalmente é de 3 dias, já que alguns fatores podem interferir no resultado. Assim, é recomendado:

  • Evitar o consumo de alimentos como rabanete, couve-flor, brócolis, beterraba, feijão, ervilha, lentilha, grão-de-bico, milho, azeitona, amendoim, espinafre ou maçã;
  • Evitar tomar remédios que irritem o estômago, como anti-inflamatórios ou aspirina, por exemplo, pois podem causar sangramento e resultar num falso positivo, além de suplementos com vitamina C e ferro;
  • Não realizar o exame em menos de 3 dias após o período menstrual;
  • Não realizar a pesquisa de sangue oculto nas fezes quando for verificado sangramento na gengiva ou no nariz, já que a pessoa pode engolir o sangue e esse ser eliminado juntamente com as fezes;

Caso a coleta das fezes seja feita em alguma dessas situações, é importante informar ao laboratório para que seja levado em consideração no momento da análise do resultado. No entanto, na maioria dos casos pode ser necessário repetir o exame para confirmar o resultado.

Veja no vídeo a seguir como fazer a coleta das fezes para o exame:

Como entender o resultado do exame

Os resultados possíveis para o exame de sangue oculto nas fezes são:

  • Sangue oculto nas fezes negativo: não é possível identificar sangue oculto nas fezes, havendo baixo risco de alterações gastrointestinais;
  • Sangue oculto nas fezes positivo: indica a presença de sangue oculto nas fezes e, por isso, o médico indica a realização de exames complementares, principalmente a colonoscopia, a causa do sangramento e iniciar o tratamento adequado.

No caso de resultado positivo ou negativo com algumas alterações, o médico pode solicitar a repetição do teste para confirmação do resultado ou a realização de colonoscopia de acordo com o histórico clínico da pessoa.

Os resultados falso positivos são aqueles em que é detectada, por meio do teste, a presença de sangue, mas que não representa a condição do paciente. Esse tipo de resultado pode acontecer em pessoas que não se preparam corretamente no que diz respeito à dieta, tiveram sangramento gengival ou nasal, fizeram uso de medicamentos que causam irritação da mucosa gástrica ou fizeram a coleta poucos dias após o período menstrual.

Em alguns casos de resultado negativo o médico pode pedir na mesma uma colonoscopia caso o paciente esteja em alto risco de desenvolver câncer do cólon para garantir que não existem alterações, pois, embora seja raro, pode existir câncer sem que exista sangramento.

Veja outros problemas que podem causar alterações nas fezes.

Esta informação foi útil?

Atualizado e revisto clinicamente por Marcela Lemos - Biomédica, em dezembro de 2022.

Bibliografia

  • CANCER.NET. Fecal Occult Blood Tests. Disponível em: <https://www.cancer.net/navigating-cancer-care/diagnosing-cancer/tests-and-procedures/fecal-occult-blood-tests>. Acesso em 30 ago 2019
  • BORGES, Luana V. et al. Fecal occult blood: a comparison of chemical and immunochemical tests. Arq Gastroenterol. Vol 55. 2 ed; 128-132, 2018
Revisão clínica:
Marcela Lemos
Biomédica
Mestre em Microbiologia Aplicada, com habilitação em Análises Clínicas e formada pela UFPE em 2017 com registro profissional no CRBM/ PE 08598.

Tuasaude no Youtube

  • EXAME DE FEZES: Para que serve e como coletar

    04:20 | 412730 visualizações