Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é Rosácea, sintomas, tipos, causas e tratamento

A rosácea é uma doença de pele que causa vermelhidão no rosto, principalmente nas bochechas, mas que também pode afetar os olhos, sendo denominada rosácea ocular. A rosácea pode se manifestar devido a alterações ambientais, como excesso de calor, ou podem estar relacionadas ao sistema emocional, como ansiedade e nervosismo, por exemplo. 

A rosácea é mais comum nas mulheres de pele clara, entre 30 e 60 anos de idade, e que ficam aparentemente rosadas quando sentem vergonha ou praticam exercícios físicos.

O que é Rosácea, sintomas, tipos, causas e tratamento
O que é Rosácea, sintomas, tipos, causas e tratamento

Na rosácea existe uma alteração nos pequenos vasos sanguíneos do rosto, e por isso essa alteração não tem uma cura definitiva, mas pode-se diminuir a vermelhidão do rosto e do olhos com alguns cuidados simples. Uma boa dica para diminuir a vermelhidão do rosto é lavar o rosto com água fria por alguns minutos.

Principais sintomas

Os sinais e sintomas da rosácea podem aparecer na testa, nariz, bochechas e, em alguns casos, orelhas. Os sintomas mais frequentes são:

  • Vermelhidão e sensação de calor na pele;
  • Aumento da sensibilidade da pele;
  • Presença de pequenos vasinhos no rosto;
  • Edema facial;
  • Lesões pápulo-pustulosas, que são lesões elevadas na pele que podem conter pus;
  • Aumento das glândulas sebáceas, caracterizando a fima, sendo mais comum a rinofima;
  • Pele mais seca.

A pele da pessoa com rosácea fica muito sensível até mesmo a alguns sabonetes, por isso deve-se ir ao dermatologista para que seja feito o diagnóstico e para que seja indicado o melhor tipo de sabonete, além de medicamentos se forem percebidos sinais de inflamação ou infecção.

Algumas situações que favorecem a rosácea são exposição prolongada ao sol, consumo excessivo de bebidas alcoólicas e quentes, estresse, infecções por fungos ou bactérias e alimentos picantes.

Tratamento para rosácea

O tratamento para rosácea é indicado pelo dermatologista e pode ser feito com a aplicação de cremes ou soluções nas regiões acometidas ou com o uso de antibióticos ou anti-inflamatórios, dependendo da sua causa. Geralmente o paciente com rosácea pode ter apenas cuidados simples como usar sempre um sabonete hidratante ou neutro e hidratar a pele com creme ou loção para peles sensíveis para controlar a vermelhidão da pele. Saiba mais sobre o tratamento para rosácea. 

A rosácea não há cura, mas sim tratamento e controle. Há algumas opções caseiras para tratar a rosácea, como o aloe vera e a água de rosas. Veja como é feito o tratamento caseiro para rosácea. 

O que é Rosácea, sintomas, tipos, causas e tratamento

Como é feito o diagnóstico

O diagnóstico da rosácea é feito pelo dermatologista a partir da observação dos sinais e sintomas do paciente. No entanto, podem ser solicitados exames adicionais para eliminar outras possíveis doenças, como leucemia, lúpus eritematoso sistêmico, micose e acne rosácea. Veja quais são os tipos de acne e como é feito o tratamento. 

Tipos de rosácea

A rosácea apresenta quatro formas clínicas, que são:

  1. Rosácea eritematotelangiectasia: esse tipo de rosácea é caracterizada pela presença de vermelhidão prolongada e recorrente no nariz e bochechas, além da presença de telangiectasias, que são pequenos vasos. A pele normalmente fica muito sensível após o uso de perfumes, cosméticos e filtro solar no rosto;
  2. Rosácea papulopustulosa: há o aparecimento de pápulas e pústulas, que são elevações na pele, de consistência sólida e que são formados por pus;
  3. Rosácea fimatosa: é caracterizada pela hiperplasia das glândulas sebáceas, o que leva ao aparecimento de massas ou caroços nas orelhas, bochechas e, mais frequentemente, no nariz, sendo chamada de rinofima. Entenda o que é a rinofima e como é feito o tratamento;
  4. Rosácea ocular: é a forma clínica mais frequente da rosácea e acontece em mais ou menos 50% das pessoas que são diagnosticadas com essa doença. É caracterizada pela sensação de secura, vermelhidão e dor nos olhos. Saiba mais sobre a rosácea ocular. 

Além das quatro formas clínicas da rosácea, ainda há três variantes, que são granulomatosa, conglobata e fulminante, que é a forma mais grave de rosácea, que progride em poucos dias e em que há eliminação de líquido purulento. 

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar