Repoflor: para que serve, como tomar e efeitos colaterais

Revisão clínica: Flávia Costa
Farmacêutica
janeiro 2022

As cápsulas de Repoflor são indicadas para regular o intestino de adultos e crianças, porque contêm leveduras boas para o organismo, sendo também indicadas no combate da diarreia durante o uso de antibióticos ou remédios contra o câncer.

Este remédio auxilia na restauração da flora intestinal de forma natural porque contém Saccharomyces boulardii-17, um tipo de micro-organismo vivo, proveniente de frutas silvestres tropicais, que favorece o crescimento de bactérias boas no intestino, impedindo a proliferação de micro-organismos ruins como Proteus, Escherichia coli, Shigella, Salmonella, Pseudomonas, Staphylococcus e Candida albicans, por exemplo. 

O Repoflor está disponível em cápsulas e pode ser encontrado nas farmácias sem necessidade de receita médica.

Para que serve

O Repoflor é um remédio usado na restauração da flora intestinal, ajudando no tratamento e prevenção da diarreia causada pelo uso de antibióticos ou quimioterápicos.

Como tomar

As cápsulas de Repoflor devem ser ingeridas inteiras, sem mastigar, com um pouco de líquido. Em casos em que o tratamento tenha que ser feito em crianças pequenas ou pessoas com dificuldades de engolir, pode-se abrir as cápsulas e adicionar o conteúdo a líquidos, mamadeiras ou alimentos, que não devem estar quentes nem gelados.

Este remédio deve ser tomado de preferência em jejum ou meia hora antes das refeições. Em pessoas que estejam a fazer um tratamento com antibióticos ou quimioterápicos, o Repoflor deve ser ingerido um pouco antes desses medicamentos.

A forma de tomar varia de acordo com a dose das cápsulas e do problema a tratar:

  • Repoflor cápsulas 100 mg: nas alterações agudas da flora intestinal e de diarreia por Clostridium difficile, a dose recomendada é de 2 cápsulas, duas vezes ao dia. Já nas alterações crônicas da flora intestinal, a dose recomendada é de 1 cápsula, duas vezes ao dia.
  • Repoflor cápsulas 200 mg: nas alterações agudas da flora intestinal e de diarreia por Clostridium difficile, a dose recomendada é de 1 cápsula, duas vezes ao dia. Nas alterações crônicas da flora intestinal, a dose recomendada é de 1 cápsula, uma vez ao dia.

Na maioria dos casos, são suficientes dois a três dias de tratamento. A posologia de Repoflor pode ser alterada pelo médico e se os sintomas persistirem após cinco dias.

Possíveis efeitos colaterais

Este medicamento é geralmente bem tolerado, no entanto, pode alterar o cheiro das fezes, principalmente nas crianças. Outros efeitos que podem surgir, embora sejam raros, incluem vermelhidão e coceira na pele, intestino preso, gases intestinais e desenvolvimento de infecções fúngicas em pessoas imunocomprometidas. 

Quando não usar

As cápsulas de Repoflor estão contraindicadas em caso de alergia a leveduras, especialmente a Saccharomyces boulardii, ou a qualquer outro componente da fórmula. Seu uso também não é indicado para pessoas que estejam com acesso venoso central porque aumenta o risco de fungemia.

Além disso, deve ser usado com cuidado em casos de intolerância à lactose, não deve ser usado ao mesmo tempo que algum antifúngico e não deve ser consumido com bebidas alcoólicas. 

Esta informação foi útil?

Atualizado e revisto clinicamente por Flávia Costa - Farmacêutica, em janeiro de 2022.
Revisão clínica:
Flávia Costa
Farmacêutica
Formada em Farmácia pelo Centro Universitário Newton Paiva em 2003. Mestre em Ciências Biomédicas pela UBI, Portugal.