Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Novo medicamento 4x1 facilita o tratamento da Tuberculose

O novo remédio para tuberculose é chamado de 4x1 porque cada comprimido tem, na sua composição, 4 antibióticos utilizados no tratamento desta infecção, chamados de Rifampicina, Isoniazida, Pirazinamida e Etambutol.

Apesar de já ser produzido no Brasil desde 2014 pelo instituto Farmanguinhos/Fiocruz, este medicamento passou a ser disponibilizado em 2018 gratuitamente pelo SUS, o que facilita o tratamento para a tuberculose de muitas pessoas, já que ao invés de tomar 4 comprimidos, o paciente precisa tomar apenas 1.

O medicamento 4x1 pode ser utilizado nos esquemas de tratamento tanto da tuberculose pulmonar como da tuberculose extrapulmonar, com duração de vários meses, sendo orientado pelo pneumologista ou infectologista, a depender de cada caso. Confira mais detalhes sobre como é feito tratamento para tuberculose.

Novo medicamento 4x1 facilita o tratamento da Tuberculose

Como funciona 

O remédio 4x1 para tuberculose é a associação das seguintes substâncias:

  • Rifampicina 150 mg;
  • Isoniazida 75 mg;
  • Pirazinamida 400 mg;
  • cloridrato de Etambutol 275 mg.

Estes antibióticos agem para combater e eliminar a bactéria que provoca a tuberculose, chamada de bacilo de Koch, no entanto, como esta é uma bactéria é resistente, o tratamento deve ser feito por vários meses.

A associação da Rifampicina, Isoniazida, Pirazinamida e Etambutol, geralmente, só é necessária nos 2 primeiros meses do tratamento, e nos meses restantes, utiliza-se a combinação de Isoniazida e Rifampicina.

No entanto, o tratamento pode variar em relação ao tempo e número de medicamentos, de acordo com a gravidade da doença, se já realizou tratamento antes, a idade e as condições de saúde do paciente. 

Confira também os cuidados que deve ter após o tratamento para evitar se infectar novamente.

Como tomar

O medicamento 4x1 para tuberculose deve ser tomado todos os dias em dose única, com um pouco de água, preferencialmente, 30 minutos antes ou 2 horas após a refeição, de acordo com a orientação do médico. 

A quantidade de comprimidos utilizada em cada dose irá variar de acordo com o peso do paciente, e também é indicada pelo médico. 

Caso haja esquecimento da dose, é orientado tomar assim que lembrar, mas se estiver perto de tomar a próxima dose, deve-se pular a dose perdida. É necessário tomar o medicamente regularmente e jamais parar o tratamento por conta própria, pois isso pode fazer com a a tuberculose se torne resistente ao tratamento. 

Possíveis efeitos colaterais 

Os antibióticos utilizados no tratamento para tuberculose podem provocar diversos efeitos colaterais, que incluem náuseas, falta de apetite, dor abdominal, irritação ou coceira na pele, tontura, zumbido, pele olhos amarelados, urina e lágrimas de cor laranja, anemia, comprometimento dos nervos, podendo haver queimação nos pés ou até mesmo problemas no fígado.

Uma insuficiência do fígado pode ser grave, por isso, o médico poderá indicar exames frequentes ao longo do tratamento para acompanhar o seu funcionamento.. 

Mais sobre este assunto:
Carregando
...
Fechar