Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Principais sintomas de Psoríase invertida e Como tratar

A psoríase invertida, também conhecida como inversa, é um tipo de psoríase que provoca o surgimento de manchas vermelhas na pele, especialmente na região das dobras, mas que, ao contrário da psoríase clássica, não descamam e podem ficar mais irritadas com a transpiração ou quando se esfrega a região.

Os locais que mais frequentemente são afetados incluem as axilas, as virilhas e a região por baixo das mamas na mulher, sendo mais comum em pessoas com excesso de peso.

Embora não exista um tratamento capaz de curar a psoríase invertida, é possível aliviar o desconforto e até evitar o surgimento frequente das manchas através de técnicas que incluem o uso de pomadas, remédios ou sessões de fitoterapia, por exemplo.

Principais sintomas de Psoríase invertida e Como tratar

Principais sintomas

O principal sintoma da psoríase invertida é o surgimento de manchas vermelhas lisas e vermelhas em locais com dobras de pele, como virilhas, axilas ou debaixo das mamas, por exemplo.

Ao contrário da psoríase normal, estas manchas não apresentam descamação, mas podem desenvolver fissuras que sangram e provocam dor, principalmente após transpirar muito ou esfregar o local.

Por vezes, as manchas podem ser confundidas com outro problema de pele conhecido como intertrigo candidiásico e, por isso, é muito importante consultar um dermatologista para confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento mais adequado. Veja o que é o intertrigo candidiásico e como se trata.

Possíveis causas

As causas da psoríase invertida ainda não são totalmente conhecidas, no entanto, é possível que seja causada por um desiquilíbrio no sistema imune que acaba atacando as próprias células da pele, assim como acontece na psoríase clássica.

Além disso, a presença de umidade na pele, provocada por suor, ou a fricção repetida podem agravar a inflamação da pele. É por essa razão que este tipo de psoríase é mais frequente em pessoas obesas, devido à constante presença de umidade e fricção nos locais de dobras da pele.

Como é feito o tratamento

Tal como a psoríase em placas, o tratamento não cura a doença mas ajuda a aliviar os sintomas. O dermatologista pode experimentar vários tipos de tratamento como:

  • Cremes com corticoides com Hidrocortisona ou Betametasona: aliviam rapidamente a inflamação da pele, reduzindo a vermelhidão e a dor no local. Estes cremes não devem ser utilizados mais do que indicado pois são facilmente absorvidos e podem provocar vários efeitos secundários;
  • Cremes antifúngicos com Clotrimazol ou Fluconazol: são usados para eliminar infecções por fungos que são muito comuns nos locais afetados;
  • Calcipotriol: é um creme específico para psoríase que contém uma forma da vitamina D que diminui o crescimento de células da pele, evitando a irritação do local;
  • Sessões de fototerapia: consiste na aplicação de radiação ultravioleta na pele entre 2 a 3 vezes por semana para diminuir a irritação e aliviar os sintomas.

Estes tratamentos podem ser utilizados separados ou combinados, dependendo da forma como a pele reage a cada tratamento. Dessa forma, o dermatologista pode ir testando cada tratamento ao longo do tempo e adaptado conforme a intensidade dos sintomas.

Veja alguns remédios caseiros que podem completar o tratamento médico e ajudar a aliviar os sintomas.

Como evitar o surgimento dos sintomas

Confira ótimas dicas que ajudam a evitar o surgimento da psoríase, neste vídeo:

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:
Carregando
...
Fechar