Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.

Prurigo nodular: o que é, causas, principais sintomas e tratamento

Fevereiro 2021

O prurigo nodular, também conhecido por prurigo nodular de Hyde, é uma alteração de pele rara e crônica caracterizada pelo aparecimento de nódulos na pele que coçam bastante e que podem deixar manchas e cicatrizes na pele.

Essa alteração não é contagiosa e surge com mais frequentemente em mulheres a partir dos 50 anos, aparecendo na sua maioria nos braços e nas pernas, mas também podem aparecer em outras regiões do corpo como peito e barriga.

A causa do prurigo nodular ainda não é muito bem esclarecida, no entanto acredita-se que pode ser desencadeada por estresse ou ser consequência de doença autoimune, sendo importante o dermatologista identificar a causa para que o tratamento mais adequado possa ser indicado.

Prurigo nodular: o que é, causas, principais sintomas e tratamento

Principais sintomas

O principal sintoma desta doença é o surgimento de lesões na região dos braços e pernas, que apresentam as seguintes características: 

  • Lesões nodulosas irregulares e com tamanho entre 0,5 e 1,5 cm; 
  • Lesões de cor roxa ou acastanhadas;
  • Podem apresentam regiões secas, com cortes ou rachaduras; 
  • Apresentam saliência, sendo elevadas em relação à pele; 
  • Podem evoluir para pequenas feridas que desenvolvem pequenas crostas. 

Outro sintoma muito importante que surge é a coceira na pele em torno desta lesões, que tem tendência a ser muito intensa e difícil de controlar. Além disso, é comum observar várias lesões no mesmo local afastadas entre si por alguns centímetros, e podem aparecer nas pernas, braços e tronco.

Causas do prurigo nodular

As causas do prurigo nodular não estão muito bem estabelecidas, porém acredita-se que o aparecimento das lesões possa ser desencadeado pelo estresse, picada de mosquitos ou alergias de contato, resultando no aparecimento das lesões e coceira.

Outras situações que podem também estar relacionadas com o desenvolvimento do prurigo nodular são pele seca, dermatite, alterações autoimunes e da tireoide, por exemplo.

Como é feito o tratamento

O tratamento para o prurigo nodular deve ser feito de acordo com a orientação do dermatologista e tem como objetivo controlar os sintomas, sendo normalmente indicada uma combinação de medicamentos para serem aplicados diretamente na pele ou serem usados na forma oral ou injetável.

Geralmente, os remédios tópicos aplicados são pomadas contendo corticoides ou capsaicina, um analgésico tópico que anestesia a região e alivia os sintomas de coceira e desconforto. Além disso, as injeções são muitas vezes feitas usando remédios como a Triancinolona ou Xilocaína que possuem ação  anti-inflamatória e anestésica. 

Em alguns casos, quando também é verificada a presença de sinais indicativos de infecção, pode ser recomendado pelo médico o uso de antibióticos.

Esta informação foi útil?

Sua opinião é importante! Escreva aqui como podemos melhorar o nosso texto:

Ficou alguma dúvida? Clique aqui para ser respondido.
Verifique o email de confirmação que lhe enviamos.

Bibliografia

  • PÔRTO, Luiz Alberto B. Dermatoses papulopruriginosas. Disponível em: <http://drluizporto.com.br/wp-content/uploads/2017/03/DERMATOSES-PAPULOPRURIGINOSAS-APRESENTA%C3%87%C3%83O.pdf>.
Mais sobre este assunto:

Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem