Como calcular a altura provável do meu filho

Revisão médica: Dr.ª Sani Santos Ribeiro
Pediatra e Pneumologista infantil
fevereiro 2022

A previsão da altura da criança depende de vários fatores, podendo estar relacionada com os genes dos pais, hábitos diários de alimentação, prática de atividade física, horas de sono e situações de saúde, ou seja, presença de alguma condição que pode limitar o crescimento da criança.

Por isso, para calcular a altura estimada da criança pode-se utilizar uma fórmula matemática simples, que leva em consideração a altura da mãe e do pai, além do gênero da criança.

Outra forma de saber a altura que a criança terá na vida adulta, é dobrando a sua altura, por volta dos 2 anos de idade, já que, por volta dos 24-30 meses de idade, é atingida metade da estatura final.

Para facilitar os cálculos, insira os seus dados a seguir e saiba qual será a altura da criança:

Erro
cm
Erro
cm
Erro

É importante ter em mente que os resultados fornecidos pelas fórmulas representam uma estimativa, de forma que na vida adulta a pessoa pode ser mais sou menos alta. Para garantir que o crescimento e desenvolvimento da criança está acontecendo normalmente, é indicado que o pediatra seja consultado periodicamente.

É também importante levar em consideração que essas fórmulas são baseadas apenas na estatura dos pais. Existem fórmulas mais complexas que incluem a medição da altura do joelho ou da perna, por exemplo, cujas medições e cálculos devem ser realizados por um nutricionista ou pediatra e podem ser fornecer resultados mais exatos.

Como calcular a altura manualmente

De acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatra, a previsão da altura da crianças pode ser feita seguindo a seguinte fórmula:

  • Para meninas: (altura da mãe em centímetros) + (altura do pai em centímetros - 13) /2
  • Para meninos: (altura da mãe em centímetros) + (altura do pai em centímetros + 13) /2

É importante salientar que os resultados correspondem a previsões, não correspondendo necessariamente à realidade. Além disso, os resultados podem ter uma variação de mais ou menos 5 centímetros.

Uma outra forma de saber a altura que a criança terá na vida adulta, é multiplicar por 2 a altura que ela tem aos 2 anos de idade. Por exemplo, se tiver 86 cm aos 2 anos, deve ter 1,72 cm aos 21 anos, que é quando a pessoa deixa de crescer.

Esta estimativa de altura para crianças, é usada por muitos pediatras, sendo conhecida como estatura alvo, mas considera apenas a altura dos pais. Porém, existem outros fatores que podem interferir na altura, como a genética, a alimentação, a saúde, a qualidade do sono, o desenvolvimento e a postura.

O que fazer para criança ser mais alta

Para que a criança possa crescer saudável e ser mais alta, pode-se adotar estratégias simples, como ter uma boa alimentação, rica em legumes, verduras, frutas, grãos e cereais, porque assim o corpo recebe os nutrientes necessários para produzir o hormônio do crescimento.

Além disso, dormir bem também contribui para o crescimento, porque é durante o sono que este hormônio é produzido e liberado.

Colocar a criança para fazer qualquer atividade física também pode ser útil para que ela tenha músculos e ossos mais fortes, além de uma boa postura corporal, o que também influencia o seu crescimento.

Quando é que a baixa estatura é um problema de saúde

Se o pediatra verificar que a criança está tendo uma restrição de crescimento, possui nanismo ou alguma outra síndrome que tenha como característica a baixa estatura, pode ser recomendado fazer um tratamento com o hormônio do crescimento (GH), que é administrado em forma de injeção, 1 vez por dia.

Saiba mais sobre os efeitos do hormônio do crescimento.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Equipe Editorial do Tua Saúde, em fevereiro de 2022. Revisão médica por Dr.ª Sani Santos Ribeiro - Pediatra e Pneumologista infantil, em fevereiro de 2022.

Bibliografia

  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE PEDIATRIA - DEPARTAMENTO CIENTÍFICO DE ENDOCRINOLOGIA. Crescimento. 2016. Disponível em: <https://www.sbp.com.br/fileadmin/user_upload/2016/09/CrescimentoVe8.pdf>. Acesso em 28 out 2021
  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE PEDIATRIA. Crescimento. Disponível em: <https://www.sbp.com.br/especiais/pediatria-para-familias/desenvolvimento/crescimento/>. Acesso em 28 out 2021
Mostrar bibliografia completa
  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE PEDIATRIA. DEPARTAMENTO CIENTÍFICO DE ENDOCRINOLOGIA Crescimento. 2016. Disponível em: <https://www.sbp.com.br/fileadmin/user_upload/2016/09/CrescimentoVe8.pdf>. Acesso em 28 abr 2020
  • JANELA ABERTA FAMÍLIA. Desenvolvimento Estaturo-Ponderal da Criança. Disponível em: <https://www.janela-aberta-familia.org/sites/janela-aberta-familia.org/files/publicacoes/desenvolvimento.pdf>. Acesso em 28 abr 2020
Revisão médica:
Dr.ª Sani Santos Ribeiro
Pediatra e Pneumologista infantil
Médica formada pela Universidade Federal do Rio Grande com CRM nº 28364 e especialista em Pediatria pela Sociedade Brasileira de Pediatria.