Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que causa e como tratar a pitiríase rósea

A pitiríase rósea de Gilbert é uma doença de pele que causa o aparecimento de manchas escamosas de coloração vermelha ou rosada, principalmente no tronco, que vão surgindo aos poucos e que desaparecem sozinhas, durando entre 6 a 12 semanas.

Na maioria dos casos, é comum o surgimento de uma mancha grande com várias menores em volta, sendo que as grandes são chamadas de manchas-mãe. A pitiríase rósea aparece, geralmente, uma única vez na vida, na primavera ou no outono, mas existem pessoas que podem apresentar as manchas todos os anos, por volta do mesmo período.

O tratamento da pitiríase rósea de Gilbert deve ser sempre orientado por um dermatologista e é feito para aliviar os sintomas, uma vez que as manchas normalmente desaparecem ao longo do tempo, sem deixar cicatriz.

O que causa e como tratar a pitiríase rósea

Principais sintomas

O sintoma mais característico da pitiríase rósea é o surgimento de uma mancha rosada ou vermelha com tamanho entre 2 a 10 cm que é acompanhada de manchas mais pequenas, em volta, e coceira. Estas manchas mais pequenas podem demorar até 2 dias para aparecer.

No entanto, existem ainda casos em que podem surgir outros sintomas, como:

  • Febre acima de 38º;
  • Dor de estômago, cabeça e articulações;
  • Mal-estar e perda de apetite;
  • Manchas arrendondadas e avermelhadas na pele.

Estas alterações da pele devem ser sempre observadas e avaliadas por um dermatologista para identificar o problema correto e iniciar o tratamento adequado, de acordo com cada caso.

Confira que outros problemas de pele podem provocar o surgimento de manchas vermelhas.

O que causa a pitiríase rósea

Ainda não existe uma causa específica para o surgimento da pitiríase rósea, no entanto, é possível que seja provocada por um vírus que provoca uma ligeira infecção da pele. No entanto, este vírus não passa de pessoa para pessoa, uma vez que não existem casos relatados de pitiríase rósea que tenha pegado para outra pessoa.

As pessoas que parecem ter maior tendência para desenvolver pitiríase rósea são mulheres, durante a gravidez, com idade inferior aos 35 anos, porém, esta doença da pele pode acontecer em qualquer pessoa e em qualquer idade.

Como é feito o tratamento

A pitiríase rósea geralmente desaparece sozinha após cerca de 6 a 12 semanas, no entanto, caso exista coceira ou desconforto o dermatologista pode recomendar o tratamento feito com:

  • Cremes emolientes, como Mustela ou Noreva: hidratam profundamente a pele, acelerando a cicatrização e acalmando a irritação;
  • Cremes corticoides, como hidrocortisona ou betametasona: aliviam a coceira e reduzem o inchaço da pele;
  • Remédio antialérgico, como hidroxizina ou clorfenamina: são usados principalmente quando a coceira afeta o sono;

Já nos casos em que os sintomas não melhoram com estas opções de tratamento, o médico pode aconselhar o tratamento com raios UVB, no qual a região afetada da pele é exposta, num aparelho, a uma luz especial.

Em algumas pessoas, as manchas podem demorar mais de 2 meses para desaparecer e, normalmente, não deixam qualquer tipo de cicatriz ou mancha na pele.

Mais sobre este assunto:
Carregando
...