Picão-preto: para que serve e como usar

Agosto 2021

O picão-preto é uma planta medicinal, também conhecida popularmente por Picão, Pica-pica ou Amor de mulher, que possui propriedade anti-inflamatória, antioxidante, relaxante muscular, anti-diabética e antimicrobiana, podendo ser usada para auxiliar no tratamento de infecção urinária, reumatismo, diabetes, hipertensão, malária, dor no estômago e herpes, por exemplo. Apesar da variedade de indicações, é importante que o seu uso seja recomendado pelo médico, uma vez que são poucos os estudos que indicam os efeitos dessa planta a curto e longo prazo nas pessoas.

O nome científico do picão-preto é Bidens pilosa, e pode ser encontrado em lojas de produtos naturais, feiras livres e alguns supermercados. Essa planta cresce nas regiões quentes da América do Sul e, por isso, é muito frequente no Brasil, especialmente em jardins limpos, sem produtos tóxicos e longe das ruas.

Picão-preto: para que serve e como usar

Para que serve

O picão-preto possui propriedade anti-inflamatória, antioxidante, anti-diabética, antimicrobiana, anti-alérgica, anti-hipertensiva e relaxante muscular, uma vez que é constituída por flavonoides, compostos fenólicos, fitosteróis e glicosídeos. Dessa forma, pode ser usada em diversas situações, sendo as principais:

  • Auxiliar no tratamento da malária, já que é capaz de inibir o desenvolvimento e espalhamento no sangue do Plasmodium sp., que é o parasita responsável pela malária;
  • Auxiliar no tratamento do herpes, uma vez que foi demonstrado que essa planta possui atividade antimicrobiana, principalmente contra os vírus herpes simplex I e herpes simplex II;
  • Combater infecção urinária, pois tem atividade antimicrobiana contra as bactérias responsáveis por esse tipo de infecção;
  • Ajudar na prevenção do câncer, uma vez que possui propriedade antioxidante e é capaz de inibir a proliferação das células tumorais, no entanto são necessários mais estudos para comprovar esse efeito;
  • Auxiliar no tratamento da diabetes, pois é capaz de regular os níveis de insulina no sangue;
  • Ajudar no tratamento da hipertensão, já que é rico em flavonoides e antioxidantes, promovendo regulação da pressão arterial e relaxamento muscular;
  • Aliviar os sintomas de alergia, pois é capaz de inibir a liberação de histamina, que é uma substância liberada nas crises alérgicas e que está relacionada com os sintomas;
  • Combater inflamação, sendo útil para auxiliar o tratamento de reumatismo e dor de garganta, pois o picão-preto é capaz de regular as citocinas inflamatórias liberadas, ajudando a aliviar os sintomas;
  • Auxilia no tratamento de alterações gastrointestinais, já que o extrato de picão-preto é capaz de diminuir o volume do suco gástrico e a secreção de ácido e pepsina, além de ter ação anti-ulcerativa.

Apesar de suas propriedades e indicações, são ainda necessários mais estudos que comprovem os efeitos do picão-preto, isso porque boa parte dos resultados obtidos são devido a experimentos feitos em ratos. Além disso, é importante que o picão-preto seja feito sob orientação médica, não devendo substituir o tratamento indicado.

Uma vez que são poucos os estudos em pessoas relacionados com o uso do picão-preto e seus efeitos a curto e longo prazo, ainda não são descritos efeitos colaterais. Além disso, o uso dessa planta não é indicado para mulheres grávidas e crianças.

Como usar

Para obter os benefícios do picão-preto, é possível usar o extrato dessa planta medicinal ou usar a planta para fazer chás, infusões ou compressas, de acordo com a recomendação do médico o objetivo do uso da planta.

1. Chá de picão-preto

O chá de picão-preto é a forma mais popular de uso dessa planta, sendo principalmente usado para auxiliar no tratamento de problemas de estômago, hepatite, diabetes ou hipertensão, por exemplo. Para preparar o chá, é necessário:

Ingredientes

  • Meia xícara de chá de partes de picão-preto seca;
  • Meio litro de água.

Modo de preparo

Colocar ½ xícara de partes da planta seca em uma panela com ½ litro de água e deixar ferver durante 10 a 15 minutos. Filtrar a mistura e beber 1 xícara 4 a 6 vezes por dia.

2. Compressas mornas de Picão-preto

As compressas mornas podem ajudar a acalmar situações de reumatismo e dor muscular. Para preparar estas compressas, basta preparar a infusão de Picão-preto, deixar esfriar até ficar mornar, mergulhar compressas ou gaze limpa na mistura e depois aplicar sobre as articulações ou músculos doloridos.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • XUANG, Tran D.; KHANH, Tran D. Chemistry and pharmacology of Bidens pilosa: an overview. Journal of Pharmaceutical Investigation. Vol 46. 91-132, 2016
Mais sobre este assunto: