Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Picão-preto

O Picão-preto é uma planta medicinal, também conhecida popularmente como Picão, Pica-pica ou Amor de mulher, utilizada para tratar inflamações, como artrite, dor de garganta ou dor muscular devido às suas excelentes propriedades anti-inflamatórias.

Normalmente, o Picão-preto cresce nas regiões quentes da América do Sul e, por isso é muito frequente no Brasil, especialmente em jardins limpos, sem produtos tóxicos e longe das ruas. O Picão-preto é uma planta pequena que apresenta um caule verde escuro e folhas ligeiramente mais claras.

O nome científico do Picão-preto é Bidens pilosa e a planta pode ser comprada em lojas de produtos naturais, feiras livres e alguns supermercados.

Para que serve o Picão-preto

O Picão-preto serve para ajudar no tratamento de inflamações como reumatismo, dor de garganta, amigdalite, faringite, hepatite e cólica menstrual, por exemplo. Além disso, o Picão-preto também pode ser usado para tosse, úlceras gástricas, dor de estômago em geral, infecções urinárias e para manter os níveis de açúcar no sangue controlados, no caso de diabetes.

Propriedades do Picão-preto

As propriedades do Picão-preto incluem sua ação anti-inflamatória, diurética, antioxidante e anti-diabética.

Modo de uso do Picão-preto

Podem ser utilizadas todas as partes da planta Picão-preto para fazer infusões que podem ser utilizadas para gargarejos ou compressas mornas.

  • Infusão de Picão-preto para problemas de estômago ou hepatite: colocar ½ xícara de partes da planta seca em uma panela com ½ litro de água e deixar ferver durante 10 a 15 minutos. Filtrar a mistura e beber 1 xícara 4 a 6 vezes por dia;
  • Gargarejos de Picão-preto para garganta inflamada, amigdalite ou faringite: preparar a infusão, deixar esfriar até ficar morna e gargarejar 3 vezes por dia;
  • Compressas mornas de Picão-preto para reumatismo e dor muscular: preparar a infusão de Picão-preto, deixar esfriar até ficar mornar, mergulhar compressas ou gaze limpa na mistura e depois aplicar sobre as articulações ou músculos doloridos.

Efeitos colaterais do Picão-preto

Não estão descritos efeitos colaterais do Picão-preto, no entanto, a planta deve ser utilizada com precaução evitando-se ultrapassar as doses diárias recomendadas no modo de uso.

Contraindicações do Picão-preto

Não estão descritas contraindicações do Picão-preto, porém grávidas, mulheres a amamentar e crianças não devem utilizar a planta sem informar o obstetra ou o pediatra.

Veja outras plantas que também apresentam propriedades anti-inflamatórias:

Mais sobre este assunto:


Carregando
...