Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Pelagra: o que é, causas, sintomas e tratamento

A pelagra é uma doença causada pela deficiência de niacina no organismo, também conhecida por Vitamina B3, levando ao surgimento de sintomas, como manchas na pele, demência ou diarreia, por exemplo.

Esta doença não é contagiosa e pode ser tratada através do aumento da ingestão de alimentos ricos em vitamina B3 e suplementos com esta vitamina.

Pelagra: o que é, causas, sintomas e tratamento

Quais os sintomas

Os sintomas mais comuns de pelagra incluem:

  • Dermatite, com o surgimento de manchas negras e descoloradas na pele;
  • Diarreia;
  • Demência.

Isto acontece porque a deficiência de niacina tem mais impacto nas células em renovação, como é o caso das células da pele e do sistema gastrointestinal.

Se a doença não for tratada, podem surgir complicações, como apatia, confusão, desorientação, irritabilidade, alterações de humor e dor de cabeça. Nestes casos, deve-se ir imediatamente à urgência médica.

Possíveis causas

A pelagra pode ser primária ou secundária, dependendo da causa que está na origem da deficiência de niacina.

A pelagra primária, é aquela que resulta de uma ingestão insuficiente de niacina e triptofano, que é um aminoácido que se converte em niacina no organismo. A pelagra secundária é a doença que resulta de uma absorção deficiente de niacina por parte do organismo, que pode acontecer devido ao consumo excessivo de álcool, uso de certos medicamentos, doenças que dificultam a absorção de nutrientes, como doença de Crohn ou colite ulcerativa, cirrose do fígado, certos tipos de câncer ou doença de Hartnup.

Em que consiste o diagnóstico

O diagnóstico da pelagra é feito através da observação dos hábitos alimentares da pessoa, assim como os sinais e sintomas manifestados. Além disso, também pode ser necessário realizar um exame de sangue e/ou urina.

Como é feito o tratamento

O tratamento da pelagra consiste em alterações na dieta, através do aumento da ingestão de alimentos ricos em niacina e triptofano e na administração de suplementos, disponíveis como niacinamida e ácido nicotínico em associação com outras vitaminas do complexo B, numa dosagem que deve ser determinada pelo médico, em função do estado de saúde da pessoa.

Além disso, também é importante tratar a doença que está na origem do défice de niacina e/ou alterar os estilos de vida que possam contribuir para a diminuição desta vitamina, como é o caso do uso excessivo de álcool, uso inadequado de certos medicamentos ou realização de dietas pobre em vitaminas.

Alimentos ricos em niacina

Alguns dos alimentos ricos em niacina, que podem ser incluídos na dieta, são frango, peixes, como salmão ou atum, fígado, sementes de gergelim, tomate e amendoim, por exemplo.

Veja mais alimentos ricos em vitamina B3.

Alimentos ricos em triptofano

Alguns alimentos que contêm triptofano, um aminoácido que é convertido em niacina no organismo, são o queijo, amendoim, castanha de caju e amêndoa, ovo, ervilha, pescada, abacate, batata e banana, por exemplo.

Bibliografia >

  • PORTAL DO GOVERNO BRASILEIRO. Qual o tratamento para pelagra?. 2019. Disponível em: <https://ares.unasus.gov.br/acervo/html/ARES/13656/1/Telessauders_pelagra.pdf>. Acesso em 23 Jul 2020
  • BADAWY, Abdulla A.-B et. al.. Pellagra and Alcoholism: A Biochemical Perspective. Alcohol and Alcoholism. Vol.49. 3.ed; 238-250, 2014
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem