Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que fazer em caso de pancada nos testículos

Sofrer uma pancada nos testículos é um acidente bastante comum em homens, especialmente porque essa região do corpo se encontra fora do corpo sem qualquer tipo de proteção por ossos ou músculos. Dessa forma, uma pancada nos testículos pode provocar uma dor muito intensa e outros sintomas como náuseas, vômitos e até desmaio.

Embora seja mais frequente em atletas, especialmente no futebol e outros esportes de impacto, a pancada nos testículos pode acontecer várias vezes ao longo da vida, deixando qualquer homem preocupado sobre sua saúde. No entanto, na maioria dos casos a pancada não provoca qualquer tipo de consequência séria, além da dor.

O que fazer em caso de pancada nos testículos

Nestes casos, para reduzir a dor e acelerar a recuperação alguns cuidados incluem:

  • Tomar um remédio analgésico, como Ibuprofeno ou Acetominofeno, para aliviar a dor. Pode ser repetido 6 a 8 horas após;
  • Aplicar compressas geladas na região íntima, para reduzir o inchaço;
  • Evitar atividade física intensa que envolva correr ou saltar, por exemplo;
  • Usar roupa íntima mais justa, para suportar os testículos.

Porém, se a dor demorar mais de duas horas para melhorar ou um dia para desaparecer é aconselhado ir ao hospital ou consultar um urologista para identificar se existe algum trauma mais grave e iniciar o tratamento adequado.

Possíveis consequências

A maior parte dos casos de pancada nos testículos provoca apenas dor intensa e uma inflamação que desaparece após algumas horas. No entanto, dependendo da força aplicada na pancada, podem surgir consequências mais graves como:

  • Ruptura do testículo: é bastante rara, mas pode acontecer quando a pancada é muito forte ou acontece devido a um acidente de trânsito, por exemplo. Normalmente, além da dor surge um inchaço muito intenso da região, assim como vontade para vomitar ou desmaio. Estes casos precisam ser tratados no hospital com cirurgia.
  • Torção do testículo: a pancada muitas vezes pode fazer com que o testículo suba e rode livremente, levando à torção do cordão espermático. Esta situação, além da dor causa um inchaço no local e a presença de um testículo mais elevado que o outro. Saiba mais sobre a torção e como é tratada.
  • Deslocação do testículo: acontece quando a pancada faz com que o testículo entre no corpo, ficando por cima do osso do quadril, sendo mais frequente em acidentes de moto. Nestes casos, o homem deixa de sentir um dos testículos e, por isso, deve ir ao hospital para corrigir o problema.
  • Epididemite: esta é uma das consequências mais comuns e acontece quando o epidídimo, que é a porção que liga o testículo aos canais deferentes, fica inflamado, provocando dor e inchaço. Nestes casos, a inflamação normalmente melhora sozinha, sem necessitar de tratamento específico.

Embora a infertilidade seja uma preocupação muito frequente após uma pancada nos testículos, essa é uma consequência muito rara que, normalmente, só acontece nos casos mais graves em que existe destruição quase completa dos testículos ou quando o tratamento não é iniciado rapidamente.

Quando ir ao médico

Geralmente não é necessário ir ao hospital após uma pancada nos testículos, porém a pancada pode ser grave quando a dor não melhora em duas horas, existe enjoo forte, a região dos testículos continua inchando, existe presença de sangue na urina ou surge febre pouco tempo após a pancada sem outra razão aparente.

Nestes casos, é aconselhado ir ao hospital para fazer exames como ultrassom ou ressonância magnética, de forma a identificar se existe algum problema e iniciar o tratamento adequado.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...