O que fazer se o bebê cair da cama

Caso o bebê caia da cama ou do berço, é importante que a pessoa mantenha a calma e console o bebê ao mesmo tempo em que avalia a presença de sinais que possam indicar lesões, como vermelhidão, sangramento ou hematomas, por exemplo.

Na maioria das vezes a queda não é grave, mas é sempre recomendado levar o bebê ao pediatra ou hospital para fazer exames e confirmar que não existe nenhum tipo de dano interno.

As quedas são relativamente frequentes nos bebês e nas crianças pequenas, pois não têm consciência da altura, podendo rolar para fora da cama ou do sofá. Dessa forma é muito importante ter cuidado para não deixar o bebê sozinho em lugares altos de onde possa cair ao se movimentar.

O que fazer se o bebê cair da cama

O que fazer após a queda

Caso o bebê caia de um lugar alto como a cama, o berço ou uma cadeira, por exemplo, o que se deve fazer é:

  1. Manter a calma e consolar o bebê: é importante manter a calma e não ligar de imediato para o pediatra ou levar o bebê ao hospital, porque a queda pode não ter causado ferimentos. Além disso, o bebê necessita de carinho para ficar calmo, parar de chorar e a pessoa responsável pelo bebê poder avaliar melhor;
  2. Avaliar a condição física do bebê: verificar braços, pernas, cabeça e corpo do bebê para ver se apresenta algum inchaço, vermelhidão, hematoma ou deformidade. Se necessário, despir o bebê;
  3. Aplicar uma pedrinha de gelo em caso de vermelhidão ou hematoma: o gelo diminuiu a circulação do sangue no local, reduzindo o hematoma. Deve-se proteger a pedrinha de gelo com um pano e aplicar no local do hematoma, através de movimentos circulares, até 15 minutos, voltando a aplicar 1 hora depois.

Mesmo que não tenham sido observados sinais ou sintomas relacionados com a queda no momento da avaliação, é importante que o bebê seja observado por um médico.

Quando ir ao pronto-socorro

É sempre recomendado ir ao pronto-socorro quando o bebê caiu de um lugar alto, pois, mesmo não que não apresente sinais de lesões, pode ter algum tipo de dano interno, como uma fratura, que precise de tratamento adequado.

As situações mais graves, que devem ser observadas o mais rápido possível são:

  • Presença de um ferimento que sangra;
  • Inchaço ou deformidade nos braços ou nas pernas;
  • Existência de vômitos;
  • Há choro intenso que não passa com o consolo;
  • Há perda da consciência;
  • O bebê não mexe os braços ou as pernas;
  • O bebê ficou muito calmo, apático e sem reação após a queda.

Estes sintomas podem indicar que a criança tem um traumatismo craniano e, por isso, deve ser levada imediatamente ao pronto-socorro.

Esta informação foi útil?
Mais sobre este assunto: