Ascite: o que é, principais sintomas e tratamento

Revisão médica: Dr.ª Clarisse Bezerra
Médica de Saúde Familiar
junho 2021

A ascite ou "barriga d'água" é o acúmulo anormal de líquido rico em proteínas no interior do abdômen, no espaço entre os tecidos que revestem o abdômen e os órgãos abdominais. A ascite não é considerada uma doença mas sim um fenômeno que está presente em várias doenças, sendo a mais comum a cirrose hepática.

A ascite não tem cura, porém, pode ser tratada com remédios diuréticos, restrição de sal na alimentação e com a não ingestão de bebidas alcoólicas, para eliminar o excesso de líquidos no abdômen.

Os líquidos que podem se acumular dentro do abdômen podem ser o plasma sanguíneo, que é o nome dado ao líquido do sangue, e a linfa, que é um líquido transparente presente em todo o corpo que faz parte da circulação das ínguas.

Sintomas de ascite

Os sintomas de ascite estão relacionados com o volume de líquido no interior do abdômen. No início, geralmente a ascite não apresenta sintomas, no entanto, em caso de ascite volumosa, podem ocorrer sintomas como:

  • Inchaço e crescimento da barriga;
  • Dificuldade para respirar;
  • Dor no abdômen e nas costas;
  • Perda de apetite;
  • Ganho de peso sem razão aparente;
  • Sensação de peso e pressão no abdômen;
  • Vontade de urinar frequente;
  • Prisão de ventre;
  • Náuseas e vômitos.

A ascite pode ser acompanhada de outros sinais e sintomas como aumento do fígado, inchaço nas pernas e pés ou olhos e pele amarelada, dependendo de qual seja a causa.

Possíveis causas

Algumas das doenças mais comuns que podem estar na origem das ascite são a cirrose, insuficiência hepática fulminante, retardo ou obstrução ao fluxo de saída do sangue hepático, insuficiência cardíaca congestiva, pericardite constritiva, miocardiopatia restritiva, síndrome de Budd-Chiari, doença veno-oclusiva, neoplasias, tuberculose peritoneal, síndrome de Fitz-Hugh-Curtis, AIDS, doenças renais, endócrinas, pancreáticas e biliares e lúpus.

Como é feito o tratamento

O tratamento para ascite ou barriga d'água depende da doença que está na sua origem, podendo incluir:

  • Repouso, preferencialmente com a pessoa deitada;
  • Remédios diuréticos, como a espironolactona (Aldactone) e/ou a furosemida (Lasix);
  • Restrição de sal na dieta, que não deve ser superior a 2 g/dia, através de um plano alimentar indicado por um nutricionista;
  • Interrupção da ingestão de bebidas alcoólicas;
  • Restrição da ingestão de líquidos, quando o sódio sérico for menor que 120 g/mL;
  • Paracentese abdominal,nos casos graves em que o tratamento com os remédios diuréticos não está dando resultado, que é um procedimento médico com anestesia local, no qual é introduzida uma agulha no abdômen para extrair o líquido da ascite;
  • Antibióticos quando ocorre infecção do líquido da ascite, chamada de peritonite bacteriana espontânea, uma complicação grave que pode levar à morte, sendo necessário que a pessoa também fique internada.

Alguns remédios caseiros com propriedades diuréticas também podem ajudar no tratamento da ascite, veja quais os remédios caseiros indicados para ascite.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Equipe Editorial do Tua Saúde, em junho de 2021. Revisão médica por Dr.ª Clarisse Bezerra - Médica de Saúde Familiar, em março de 2020.

Bibliografia

  • Ascite - estado da arte baseado em evidências. Rev Assoc Med Bras . 55. 4; 489-496, 2009
  • COOPERATIVA DE CLÍNICA MÉDICA DO AMAZONAS. PROTOCOLOS CLÍNICOS DA COOPERCLIM – AM MANEJO PRÁTICO DA ASCITE. Disponível em: <http://www.saudedireta.com.br/docsupload/1340134647Ascites_PBE_e_paracentese.pdf>. Acesso em 04 set 2019
Revisão médica:
Dr.ª Clarisse Bezerra
Médica de Saúde Familiar
Formada em Medicina pelo Centro Universitário Christus e especialista em Saúde da Família pela Universidade Estácio de Sá. Registro CRM-CE nº 16976.