Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Norestin - pílula para quem amamenta

O Norestin é um anticoncepcional que contém a substância noretisterona, um tipo de progestagênio que age no corpo como o hormônio progesterona, que é produzido naturalmente pelo corpo em alguns momentos do ciclo menstrual. Este hormônio é capaz de impedir a formação de novos óvulos pelos ovários, prevenindo uma possível gravidez.

Este tipo de pílula anticoncepcional geralmente é utilizada por mulheres que amamentam, pois não impede a produção de leite materno, como acontece nas pílulas com estrogênios. No entanto, também pode ser recomendada para quem tem histórico de embolismo ou problemas cardiovasculares, por exemplo.

Norestin - pílula para quem amamenta

Preço e onde comprar

O norestin pode ser comprado nas farmácias convencionais com apresentação de receita médica por um preço médio de 7 reais para cada embalagem de 35 comprimidos de 0,35 mg.

Como tomar

A primeira pílula de Norestin deve ser ingerida no primeiro dia da menstruação e, depois disso deve ser ingerida todos os dias no mesmo horário, sem que haja pausa entre as cartelas. Assim, a nova cartela deve ser iniciada no dia imediatamente após o término da anterior. Qualquer esquecimento ou atraso na toma da pílula pode resultar num aumento do risco para engravidar.

Em situações especiais, esta pílula deve ser tomada da seguinte forma:

  • Trocar de anticoncepcional

A primeira pílula de Norestin deve ser ingerida no dia após o término da cartela do anticoncepcional anterior. Nestes casos, pode acontecer uma alteração no período menstrual, podendo ficar irregular durante um curto período de tempo.

  • Usar após o parto

Após o parto o uso de Norestin pode ser feito imediatamente por quem não deseja amamentar. Já mulheres que queiram amamentar, só devem fazer uso desta pílula 6 semanas após o parto.

  • Usar após aborto

Após um aborto, a pílula anticoncepcional Norestin só deve ser usada no dia após o aborto. Nestes casos, durante 10 dias existe risco de uma nova gravidez e, por isso, também devem ser utilizados outros métodos contraceptivos.

O que fazer em caso de esquecimento, diarreia ou vômito

Em caso de esquecimento até 3 horas além do horário habitual deve-se tomar a pílula esquecida, tomar a seguinte no horário normal e utilizar outro método contraceptivo, como preservativo, até 48 horas após o esquecimento.

Já se acontecer vômito ou diarreia até 2 horas após a ingestão do Norestin, a eficácia do anticoncepcional pode ser afetada e, por isso, apenas é recomendado usar outro método contraceptivo até 48 horas. A pílula não deve ser repetida e a seguinte deve ser ingerida no horário habitual.

Possíveis efeitos colaterais

Como qualquer outro anticoncepcional, Norestin pode causar efeitos colaterais como dor de cabeça, tonturas, vômitos, náuseas, sensibilidade nas mamas, cansaço ou aumento do peso.

Quem não deve tomar

O Norestin está contraindicado para grávidas e mulheres com suspeita de câncer de mama ou que apresentam sangramento vaginal anormal. Além disso, também não deve ser usado em casos de suspeita de alergia a algum dos componentes do remédio.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar