Neuralgia do trigêmeo: o que é, sintomas, causas e tratamento

Revisão médica: Dr.ª Clarisse Bezerra
Médica de Saúde Familiar
fevereiro 2022

A neuralgia do trigêmeo é uma alteração neurológica caracterizada pela compressão do nervo trigêmeo, que é responsável pelo controle dos músculos da mastigação e pelo transporte de informações sensitivas do rosto até o cérebro, resultando em crises de dor, principalmente na parte inferior do rosto, mas que também pode irradiar para a região em volta do nariz e parte superior dos olhos.

As crises de dor da neuralgia do trigêmeo são bastante dolorosas e podem ser desencadeadas por atividades simples como tocar no rosto, comer ou escovar os dentes, por exemplo.

Apesar de não ter cura, as crises de dor podem ser controladas por meio do uso de medicamentos indicados pelo neurologista de acordo com o histórico de saúde de cada pessoa e intensidade dos sintomas, ajudando a promover a melhora na qualidade de vida.

Sintomas da neuralgia do trigêmeo

Os sintomas da neuralgia do trigêmeo são desencadeados por qualquer movimento que promova a compressão do nervo, como escovar os dentes, mastigar, sorrir, falar e lavar o rosto, por exemplo. Os sintomas estão relacionados com o local em que o nervo foi comprimido, sendo principalmente:

  • Dor nos lábios, gengiva, bochechas, queixo, causando dificuldade para mastigar;
  • Dor nos olhos e testa;
  • Dor em choque, súbita, que surge no rosto mesmo com movimentos leves, como tocar no rosto ou aplicar maquiagem;
  • Sensação de calor no trajeto do nervo;
  • Formigamento na região acometida.

Geralmente as crises de dor provocadas pela neuralgia do trigêmeo duram alguns segundos ou minutos, surgem como se fosse um choque e podem ser bastante intensas, podendo ser localizada em apenas uma região ou se espalhar pelo rosto. Em alguns casos, a dor pode se manter por vários dias, causando muito desconforto e desespero, sendo fundamental que o neurologista seja consultado para que seja feita uma avaliação e seja orientado o tratamento mais adequado.

Como é feito o diagnóstico

O diagnóstico da neuralgia do trigêmeo é feito pelo clínico geral ou neurologista a partir da avaliação dos sinais e sintomas apresentados pela pessoa e localização da dor. Além disso, é normalmente solicitada a realização de exames complementares, como a ressonância magnética ou raio-X para verificar se há alguma condição mais séria responsável pela neuralgia do trigêmeo, como infecção dentária, fratura no dente ou um tumor, por exemplo.

O que causa a neuralgia do trigêmeo

A neuralgia normalmente é provocada pela compressão do nervo trigêmeo, sendo mais comum de acontecer devido ao deslocamento de um vaso sanguíneo, que acaba por se apoiar sobre o nervo.

No entanto, essa situação também pode acontecer em pessoas com lesões cerebrais ou doenças autoimunes que afetam os nervos, como a esclerose múltipla, onde a bainha de mielina do nervo trigêmeo vai se desgastando, causando mau funcionamento do nervo, além de também poder acontecer como consequência de uma cirurgia, uso de medicamentos, pancadas na cabeça ou no rosto e diminuição da circulação sanguínea da região.

Assim, devido à compressão do nervo, é possível haver alteração da sensibilidade local, de forma que as crises de sintomas podem ser causadas por ações comuns do dia a dia, como escovar os dentes, sorrir, falar, bocejar, lavar o rosto, passar maquiagem, beber, comer e tocar no rosto, por exemplo.

Como é feito o tratamento

Apesar de não ter cura, as crises de neuralgia do trigêmeo podem ser controladas, promovendo a qualidade de vida da pessoa. Assim, de acordo com a gravidade das crises, pode ser recomendado pelo médico o uso de medicamentos para promover o o alívio da dor, realização de sessões de fisioterapia ou cirurgia para bloquear a função do nervo.

As principais opções de tratamento para a neuralgia do trigêmeo incluem: 

1. Uso de remédios

O uso de remédios normalmente é a primeira forma de tratamento recomendada pelo neurologista, podendo ser recomendado:

  • Analgésicos, como o Paracetamol ou a Dipirona;
  • Anticonvulsivantes, como a Carbamazepina, Gabapentina ou Lamotrigina;
  • Relaxantes musculares, como o Baclofeno;
  • Antidepressivos, como a Amitriptilina ou a Nortriptilina.

A neuralgia do trigêmeo é uma doença que causa dor forte e semelhante a um choque elétrico no rosto, sendo o tratamento medicamentoso normalmente realizado para controlar a irritação do nervo e diminuindo os sintomas.

2. Sessões de fisioterapia

O tratamento fisioterapêutico da neuralgia do trigêmeo pode ser feito através de eletroestimulação, em que são libertados pequenos choques elétricos no rosto para controlar a sensibilidade do nervo e aliviar a dor. 

3. Cirurgia 

O tratamento cirúrgico da neuralgia do trigêmeo é feito quando o tratamento com remédios não apresenta resultados ou quando a dor é muito intensa. Desta forma, o tratamento cirúrgico pode ser realizado de 3 formas:

  • Injeção de glicerol nos ramos do nervo trigêmeo no rosto para bloquear a função do nervo;
  • Injeção de calor com radiofrequência, que queima o nervo trigêmeo, provocando analgesia no rosto;
  • Cirurgia para remoção de tumor ou vaso que cause pressão no nervo trigêmeo.

Uma outra técnica é o balão para tratamento da neuralgia do trigêmeo que é insuflado durante cerca de 1 minuto na raiz do nervo, interrompendo a circulação de sangue e fazendo com que o nervo deixe de doer.

4. Opções naturais

Em alguns casos a neuralgia do trigêmeo pode também ser aliviada com algumas atitudes simples, como a colocação de uma toalha mergulhada em água quente e sal sobre a parte de trás do pescoço, para diminuir a inflamação do nervo.

Outra opção de tratamento caseiro para a neuralgia do trigêmeo é a aplicação de pimenta caiena misturada com azeite ou creme facial, sem perfume, na região afetada. Conheça outra opção de remédio caseiro para a neuralgia.

Esta informação foi útil?

Atualizado e revisto clinicamente por Dr.ª Clarisse Bezerra - Médica de Saúde Familiar, em fevereiro de 2022.

Bibliografia

  • AMERICAN ASSOCIATION OF NEUROLOGICAL SURGEONS. Trigeminal Neuralgia. Disponível em: <https://www.aans.org/Patients/Neurosurgical-Conditions-and-Treatments/Trigeminal-Neuralgia>. Acesso em 02 dez 2019
  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE NEUROLOGIA. Neuralgia do Trigêmeo (NT) – o que é? Sintomas, causas e alternativas de tratamento. Disponível em: <https://portalsbn.org/portal/neuralgia-do-trigemeo-nt-o-que-e-sintomas-causas-e-alternativas-de-tratamento/>. Acesso em 02 dez 2019
Mostrar bibliografia completa
  • NATIONAL INSTITUTE OF NEUROLOGICAL DISORDERS AND STROKE. Trigeminal Neuralgia Fact Sheet. Disponível em: <https://www.ninds.nih.gov/disorders/patient-caregiver-education/fact-sheets/trigeminal-neuralgia-fact-sheet>. Acesso em 02 dez 2019
Revisão médica:
Dr.ª Clarisse Bezerra
Médica de Saúde Familiar
Formada em Medicina pelo Centro Universitário Christus e especialista em Saúde da Família pela Universidade Estácio de Sá. Registro CRM-CE nº 16976.