Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Qual a diferença entre tumor, câncer e neoplasia

Tumor, neoplasia e câncer são formas caracterizar o crescimento dos tecidos que acontece de forma incorreta ou exagerada. Este erro pode surgir devido a alterações no DNA da célula, provocadas por causas hereditárias ou pela exposição a fatores de risco como radiação, infecções por certos vírus ou produtos químicos, por exemplo. 

O tumor e o câncer são formas de neoplasia. Chama-se tumor benigno quando a proliferação das células é organizada, limitada e lenta, não provocando grandes riscos à saúde. Já o tumor maligno, também chamado de câncer, surge quando as células se proliferam de forma descontrolada, agressiva e com capacidade de invadir órgãos vizinhos.

Qualquer pessoa pode desenvolver uma neoplasia, entretanto o risco costuma aumentar com o envelhecimento. Hoje em dia, a maior parte dos casos podem ser curados pela medicina, mesmo nos casos de câncer, e, além disso, sabe-se que muitos dos casos podem ser prevenidos ao evitar-se hábitos como tabagismo, consumo de bebidas alcoólicas ou dieta desequilibrada, por exemplo. 

Qual a diferença entre tumor, câncer e neoplasia

O que é Neoplasia

A neoplasia engloba todos os casos de crescimento exagerado de um tecido, devido à uma proliferação incorreta das células, que pode ser benigna ou maligna. As células normais que formam os tecidos do corpo estão constantemente se multiplicando, o que é um processo normal para o desenvolvimento e sobrevivência, e cada tipo de tecido tem um tempo adequado para isto, entretanto, algum estímulo pode provocar mudanças no seu DNA que levam a defeitos neste processo. 

Na prática, o termo neoplasia é pouco utilizado, sendo mais comum os termos "tumor benigno", "tumor maligno" ou "câncer" para determinar a sua existência. Assim, todo tumor e todo câncer são formas de neoplasia. 

1. Tumor benigno

Tumor é o termo utilizado para relatar a existência de uma "massa", que não condiz com a fisiologia do organismo e pode surgir em qualquer local do corpo. No caso do tumor benigno, este crescimento é controlado, com células que são normais ou apresentam apenas pequenas alterações, formando uma massa localizada, autolimitada e de crescimento vagaroso. 

Raramente os tumores benignos representam um risco de vida, e costumam são reversíveis quando o estímulo que os causou é removido, seja na forma de hiperplasia quanto de metaplasia.

Classificações do tumor benigno:

  • Hiperplasia: caracteriza-se pelo aumento localizado e limitado das células de um tecido ou órgão do corpo;
  • Metaplasia: também há a proliferação de forma localizada e limitada de células normais, entretanto, elas são diferentes daquelas do tecido original. Funciona como uma forma de tentar reparar o tecido lesionado, como pode acontecer no tecido dos brônquios devido ao estímulo do fumo ou no tecido do esôfago, devido ao refluxo, por exemplo

Alguns exemplos de tumores benignos são miomas, lipomas e adenomas.

2. Tumor maligno ou Câncer

O câncer é um tumor maligno. Ele surge quando as células do tecido afetado têm um crescimento desordenado, que costuma ser agressivo, incontrolável e rápido. Isto acontece porque a multiplicação das células de um câncer não segue o ciclo natural, não havendo morte no período correto, e persistindo mesmo após a retirada dos estímulos causadores.

Por ter um desenvolvimento mais autônomo, o câncer é capaz de invadir tecidos vizinhos e provocar metástases, além de serem mais difíceis de tratar. O crescimento desordenado do câncer, é capaz de provocar efeitos em todo o organismo, causando diversos sintomas e, até, a morte.

Classificação do tumor maligno:

  • Carcinoma in situ: é o primeiro estágio do câncer, em que ainda está localizado na camada de tecido onde se desenvolveram e não houve invasão para camadas mais profundas;
  • Câncer invasivo: acontece quando as células do câncer atingem outras camadas do tecido onde surgirem, podendo alcançar órgãos vizinhos ou se disseminar pela corrente sanguínea ou linfática.

Existem mais de 100 tipos de câncer, já que pode surgir em qualquer parte do corpo, e alguns dos mais comuns são os de mama, próstata, pulmão, intestino, colo do útero ou pele, por exemplo. 

Qual a diferença entre tumor, câncer e neoplasia

Como prevenir

Muitos dos casos de neoplasia podem ser prevenidos, principalmente aqueles que estão relacionados ao tabagismo, como o câncer de pulmão, ou ao consumo de bebidas alcoólicas, como o câncer de esôfago e fígado. Além disso, sabe-se que uma alimentação com excesso de carne vermelha e frituras pode estar relacionado ao surgimento de certos tipos de tumor, como de cólon, reto, pâncreas e próstata.

Uma dieta rica em alimentos saudáveis como vegetais, grãos, azeite de oliva, castanhas, amêndoas  nozes podem ajudar a prevenir o desenvolvimentos de muitos casos câncer. Já os tumores de pele podem ser evitados com a proteção contra os raios ultra-violeta, com o uso de protetor solar, chapéus e evitando-se a exposição solar nos horários de maior radiação, entre as 10 e 16 horas.

Além disso, de tempos em tempos, são indicados exames específicos para a rastreio e detecção precoce de certos cânceres, como a mamografia para rastreio do câncer de mama, o toque retal para detecção do câncer de próstata e colonoscopia para rastreio do câncer de cólon, por exemplo.

Como é feito o tratamento

O tratamento das neoplasias é feito de acordo com o tipo e com a extensão da doença. De um modo geral, são utilizados medicamentos antineoplásicos, como a quimioterapia, e tratamentos de radioterapia para destruir ou limitar o crescimento do tumor.

Em muitos casos também são indicados procedimentos cirúrgicos para remover o tumor e facilitar o tratamento ou diminuir os sintomas. Saiba mais sobre as formas de tratamento do câncer

Durante o tratamento do câncer, também é muito importante a atenção ao paciente de um modo geral, cuidando também para diminuir o seu sofrimento, principalmente nos casos avançados, com o tratamento dos sintomas físicos, psicológicos e sociais, dando atenção também à família. A este cuidado dá-se o nome de cuidados paliativos. Saiba mais sobre o que são e como são feitos os cuidados paliativos.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...