Mycoplasma: o que é, tipos, sintomas e tratamento

Atualizado em dezembro 2023

O Mycoplasma é uma bactéria que provoca infecções no trato respiratório, no sistema urinário ou genital, podendo causar sintomas como, corrimento, dor ao urinar, dor nas articulações, dor durante a relação sexual, febre e sangramento fora do período menstrual, no caso das mulheres.

O Mycoplasma é classificado em Mycoplasma hominis, Mycoplasma genitalium e Mycoplasma pneumoniae, de acordo com a forma de transmissão e as infecções que a bactéria pode causar.

O diagnóstico do Mycoplasma deve ser feito pelo infectologista ou clínico geral, através da avaliação dos sintomas apresentados pela pessoa, e de exames como radiografia de tórax, cultura da bactéria a partir de escarro ou esfregaço de garganta, ou testes sorológicos ou de reação em cadeia da polimerase, que é conhecido como PCR.

Imagem ilustrativa número 1

Os principais tipos de Mycoplasma são:

1. Mycoplasma hominis

Mycoplasma hominis é uma bactéria que vive no sistema urinário e nos órgãos genitais. No entanto, essa bactéria também causa infecções em pessoas com o sistema imunológico enfraquecido. Além disso, o Mycoplasma hominis também pode ser transmitido da mãe para o bebê durante o parto, principalmente para bebês prematuros.

Esse tipo de Mycoplasma pode provocar problemas genitais, urinários e extragenitais, incluindo infecções neonatais, infertilidade, artrite séptica, inflamação na uretra, doença inflamatória pélvica, vaginose, cervicite, infecções do sistema nervoso central e endocardite.

Principais sintomas: os sintomas do Mycoplasma hominis variam conforme a região afetada por essa bactéria, podendo incluir corrimento, dor ao urinar, urgência para urinar, nos homens, dor nas articulações e dor na região pélvica, em mulheres.

Como é o tratamento: o tratamento varia conforme o tipo de infecção causada pelo Mycoplasma, podendo ser indicados pelo médico o uso de antibióticos como tetraciclina, moxifloxacino, clindamicina, doxiciclina e azitromicina.

Em casos de abscessos, também pode ser recomendada a drenagem de pus e o debridamento, que é um procedimento para remover o tecido necrosado, morto, e infeccionado das feridas, melhorando a cicatrização e evitando que a infecção se espalhe para outras regiões do corpo. Entenda melhor como é feito o desbridamento.

2. Mycoplasma genitalium

Mycoplasma genitalium é uma bactéria que pode ser transmitida através da relação sexual desprotegida causando infecções sexualmente transmissíveis em homens e mulheres. Conheça melhor sobre o Mycoplasma genitalium.

Principais sintomas: os principais sintomas da infecção por Mycoplasma genitalium são dor e ardor ao urinar, dor durante a relação sexual, febre, corrimento vaginal ou peniano, e sangramento fora do período menstrual, no caso das mulheres.

Como é o tratamento: o tratamento deve ser iniciado o mais breve possível, sendo feito com antibióticos, que deve ser usado conforme a recomendação médica e também deve ser feito pelo(a) parceiro(a). É recomendado também evitar o contato íntimo durante o tratamento para evitar uma nova infecção.

3. Mycoplasma pneumoniae

O Mycoplasma pneumoniae é uma bactéria transmitida de pessoa para pessoa, através de gotículas da saliva, podendo provocar infecções no trato respiratório, como pneumonia atípica e traqueobronquite.

Além disso, o Mycoplasma pneumoniae também pode causar doenças extrapulmonares, como púrpura trombocitopênica imune, hepatite aguda, anemia hemolítica e artrite.

Principais sintomas: os sintomas mais comuns desse tipo de Mycoplasma são dor de garganta, cansaço, febre, dor de cabeça, falta de ar. Já as crianças com menos de 5 anos podem apresentar espirros, nariz entupido ou coriza, lacrimejamento dos olhos, vômito e diarreia.

Como é o tratamento: em geral, o tratamento indicado pelo médico é feito com o uso de antibióticos, sendo prescrita principalmente a tetraciclina.

Como prevenir a infecção pelo Mycoplasma

Algumas dicas para prevenir o Mycoplasma são:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabão;
  • Cobrir a boca e o nariz ao tossir ou espirrar;
  • Se estiver com o sistema imunológico enfraquecido, evitar multidões;
  • Não fumar.

Além disso, usar preservativos durante as relações sexuais e também ajuda a prevenir o Mycoplasma.