Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é o mineralograma e quanto custa

O mineralograma é uma técnica utilizada na medicina ortomolecular que tem como objetivo avaliar a quantidade de minerais essenciais e tóxicos presentes no organismo a partir da realização de mais de 30 reações. Assim, é capaz de auxiliar o diagnóstico e a determinação do tratamento de pessoas com suspeita de intoxicação, doenças degenerativas, inflamatórias ou relacionadas ao excesso ou deficiência de minerais no organismo. Entenda o que é a medicina ortomolecular.

O mineralograma pode ser feito com qualquer material biológico, como saliva, sangue, urina e até mesmo cabelo, sendo este último o principal material biológico utilizado no mineralograma, pois é capaz de fornecer resultados relacionados à intoxicação a longo prazo dependendo do comprimento do fio, enquanto que a urina ou o sangue, por exemplo, indicam a concentração de minerais no organismo no momento em que foi feita a coleta do material. Veja quais são os principais minerais do organismo.

O valor do mineralograma completo varia de acordo com o laboratório e o método adotado, podendo custar entre R$185 e R$625,00.

O que é o mineralograma e quanto custa

Como é feito

O mineralograma pode ser feito com qualquer material biológico, cuja forma de coleta varia de acordo com o material e o laboratório. O mineralograma de cabelo, por exemplo, é feito com cerca de 30 a 50g de cabelo que devem ser retirados da nuca, pela raiz, e enviados ao laboratório, onde serão feitos testes com o objetivo de dosar a concentração de minerais tóxicos no cabelo e, consequentemente, no organismo, indicando, assim, uma possível intoxicação. 

Alguns fatores podem influenciar o resultado do teste, como colorações, uso de shampoo anti-caspa e banhos frequentes de piscina. Assim, antes de realizar o mineralograma é importante evitar lavar a cabeça com shampoo anti-caspa e pintar os cabelos 2 semanas antes de realizar o exame.

O mineralograma não é capaz de diagnosticar doenças, mas de acordo com o resultado do exame é possível verificar a quantidade de minerais presentes no organismo e, assim, o médico na elaboração de um plano de tratamento, por exemplo, para que a pessoa se sinta melhor e tenha mais qualidade de vida.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar