Metronidazol gel vaginal: para que serve e como usar

julho 2020

O metronidazol em gel ginecológico, popularmente conhecido por creme ou pomada, é um medicamento com ação antiparasitária que ajuda no combate a infeções vaginais provocadas pelo parasita Trichomonas vaginalis.

Este remédio, além do tubo com o gel, contém ainda 10 aplicadores na embalagem, que facilitam a aplicação do produto, devendo ser descartados a cada utilização.

O metronidazol, além de gel, está ainda disponível em outras apresentações, em comprimidos e injeção, que estão disponíveis em farmácias, em genérico ou com o nome Flagyl, podendo ser comprados mediante a apresentação de receita médica.

Para que serve

Este medicamento está indicado para o tratamento de tricomoníase vaginal, devendo apenas ser utilizado sob indicação de um ginecologista.

Saiba identificar os sintomas da tricomoníase.

Como usar

Geralmente o médico indica a aplicação do metronidazol, 1 vez ao dia, de preferência à noite, durante 10 a 20 dias, com uso de aplicadores descartáveis fornecidos na embalagem.

Para aplicar este medicamento é necessário:

  • Remover a tampa do tubo do gel e prender no aplicador;
  • Pressionar a base do tubo para encher o aplicador com o produto;
  • Introduzir o aplicador totalmente na vagina e empurrar o êmbolo do aplicador até esvaziar por completo.

Para facilitar a introdução do creme, é aconselhado que a mulher fique na posição deitada.

A ação do medicamento não é afetada pela menstruação, porém, sempre que possível, o tratamento deve ser feito entre os ciclos menstruais, para que seja mais confortável.

Saiba também para que serve e como usar o metronidazol em comprimidos.

Possíveis efeitos colaterais

Alguns dos efeitos colaterais que podem ocorrer durante o tratamento com metronidazol em gel são queimação e coceira vaginal, dor de estômago, náuseas e vômitos, diarreia, dores de cabeça e reações cutâneas.

Quem não deve utilizar

Este medicamento está contraindicado para crianças, homens, mulheres grávidas ou que estejam amamentando e pessoas com alergia ao metronidazol ou outros componentes presentes na fórmula.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Equipe Editorial do Tua Saúde, em julho de 2020.
Equipe editorial constituída por médicos e profissionais de saúde de diversas áreas como enfermagem, nutrição, fisioterapia, análises clínicas e farmácia.