Em quanto tempo o oxalato de escitalopram faz efeito?

“Comecei a tomar escitalopram recentemente. Quanto tempo demora para começar a sentir o efeito e deixar de ter os efeitos colaterais?”

Dr.ª Janessa Oliveira

Farmacêutica e Bioquímica

CRF-SP 22143

Dr.ª Janessa Oliveira
Não tem agenda disponível
Buscar Psiquiatra perto de você

O tempo que demora para sentir os efeitos do oxalato de escitalopram depende do efeito que se deseja:

  • 2 a 4 semanas: para o alívio dos sintomas causados pela depressão ou transtorno de ansiedade social;
  • Aproximadamente 3 meses: para os sintomas de transtorno do pânico ou do transtorno de ansiedade generalizada.

O período mínimo para assegurar a ausência de sintomas é variável no caso de transtorno obsessivo-compulsivo (TOC). Os benefícios do tratamento e a dose devem ser avaliados regularmente pelo médico.

A duração do tratamento com oxalato de escitalopram varia de pessoa para pessoa, mas geralmente tem duração mínima de 6 meses. Os sintomas podem voltar se o tratamento for interrompido precocemente.

A interrupção do tratamento deve ser feita reduzindo gradualmente a dose durante o período de 1 a 2 semanas, para evitar possíveis sintomas desagradáveis.

Caso tenha alguma dúvida sobre o uso do oxalato de escitalopram ou sobre seu efeito, consulte um psiquiatra. Esse é o especialista mais indicado para orientar sobre o uso do medicamento e fazer as alterações necessárias.

42% dos leitores acham este conteúdo útil (19 avaliações nos últimos 12 meses)
  • Iremos publicar sua pergunta de forma anônima.
  • Faça uma pergunta clara, curta e sem incluir dados pessoais.
  • Não peça um diagnóstico ou 2ª opinião sobre tratamentos que já esteja realizando.
Iremos utilizá-lo para o notificar sobre a resposta. O seu email nunca será publicado online.
Marque consulta com um Psiquiatra perto de você!

Atendemos mais de 150 convênios em 9 estados do Brasil*.

Marcar Consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.