Médico de intestino: qual especialista consultar?

outubro 2022

Os médicos mais indicados para tratar problemas do intestino são:

1. Coloproctologista

O coloproctologista é o médico especialista em intestino. Pode diagnosticar e tratar doenças do intestino delgado ou intestino grosso, como prisão de ventre, doença de Crohn, diverticulite e até câncer.

Além disso, o coloproctologista é também responsável por cuidar de problemas do reto e do ânus, podendo ser consultado em caso de hemorroidas, fissura anal, abcessos anorretais ou fístulas anais.

2. Gastroenterologista

O gastroenterologista é outro médico que também pode ser consultado para identificar e tratar problemas do intestino. Este especialista cuida de todo o sistema digestório, desde a boca até ao ânus, incluindo estruturas anexas como o pâncreas ou a vesícula biliar.

A principal diferença em relação ao coloproctologista é que o gastroenterologista normalmente não faz o tratamento cirúrgico, que pode ser necessário em alguns problemas intestinais como hemorroidas, fístulas, abcessos ou pólipos. Nesses casos, o gastroenterologista pode encaminhar para a consulta com um coloproctologista.

3. Clínico geral

Embora não seja o médico mais especializado para tratar problemas do intestino, o clínico geral, ou o médico de família, também podem identificar e tratar algumas condições intestinais, especialmente as mais simples e não complicadas, como prisão de ventre, hemorroidas ou gastroenterite.

Além disso, este médico pode ajudar a encaminhar para um especialista mais adequado, podendo ser consultado quando surgem sintomas como dor na barriga, diarreia, excesso de gases, sangue nas fezes ou dificuldade para evacuar.

Quando marcar consulta

É aconselhado marcar consulta com um médico de intestino quando surgem sintomas como:

  • Sangue nas fezes;
  • Dor na barriga que não passa ou que é muito intensa;
  • Dor na região anal;
  • Diarreia que não passa;
  • Dificuldade para evacuar.

É ainda recomendado consultar um médico sempre que existirem alterações na região anal, como inchaço, caroços ou feridas.

Pessoas entre os 45 e 75 anos também devem fazer consultas regulares com um gastroenterologista ou coloproctologista, para fazer o rastreamento do câncer colorretal, que é mais frequente nesta faixa etária.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Manuel Reis - Enfermeiro, em outubro de 2022.
Equipe editorial constituída por médicos e profissionais de saúde de diversas áreas como enfermagem, nutrição, fisioterapia, análises clínicas e farmácia.