Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Para que serve o marcapasso cardíaco provisório

Atualizado em Agosto 2019

O marcapasso provisório, também conhecido por temporário ou externo, é um aparelho que é utilizado para controlar o ritmo cardíaco, quando o coração não funciona corretamente. Este aparelho gera impulsos elétricos que regulam os batimentos cardíacos, proporcionando o normal funcionamento do coração.

O marcapasso provisório é um aparelho que gera impulsos elétricos e que fica por fora do corpo fixado na pele, ligado a uma extremidade do eletrodo, que é uma espécie de fio, que tem outra extremidade que fica ligada ao coração.

Existem três tipos de marcapasso provisório:

  • Marcapasso provisório cutâneo-torácico ou externo, que é um sistema de alta energia,cujos estímulos são aplicado diretamente no tórax, sendo bastante doloroso e utilizado apenas em situações de extrema emergência;
  • Marcapasso provisório endocárdico, que é um sistema de baixa energia, cujos estímulos são aplicados no endocárdio através de um eletrodo posicionado via endovenosa;
  • Marcapasso provisório epicárdico, que é um sistema de baixa energia, cujos estímulos são aplicados no coração através de um eletrodo posicionado diretamente sobre o epicárdio durante uma cirurgia cardíaca.
Para que serve o marcapasso cardíaco provisório

Em que situações é indicado

Geralmente, o marcapasso provisório está indicado em situações de emergência nas bradiarritmias, que são alterações da frequência e/ou ritmo cardíaco, ou em pessoas cujas bradiarritmias são iminentes, como em casos de infarto agudo do miocárdio, pós-operatório de cirurgias cardíacas ou intoxicações medicamentosas, por exemplo. Também pode ser usado como suporte terapêutico, enquanto se aguarda pela colocação de um marcapasso definitivo.

Além disso, embora com menos frequência, também pode ser usado para controlar, prevenir ou reverter taquiarritmias.

Quais os cuidados a ter

Os pacientes que possuem um marcapasso devem ser acompanhados pelo médico, já que podem ocorrer complicações com o incorreto manuseio do marcapasso e do cabo-eletrodo. A bateria do marcapasso deve ser verificada diariamente.

Além disso, o curativo da região onde foi realizado o implante deve ser trocado todos os dias, de forma a evitar o desenvolvimento de infecções.

A pessoa deve permanecer em repouso enquanto possuir o marcapasso provisório, e a monitoração eletrocardiográfica deve ser frequente, já que é muito importante para prevenir complicações. Depois de passado o tempo indicado pelo médico, pode-se proceder à retirada do marcapasso ou a substituição do mesmo por um aparelho definitivo. Saiba como funciona, quando é indicado e como é feita a cirurgia do marcapasso definitivo.

Bibliografia >

  • JORNAL BRASILEIRO DE ARRITMIAS CARDÍACAS. Marcapasso cardíaco provisório: indicações e procedimentos empregados no controle de doentes graves. Disponível em: <http://www.relampa.org.br/details/552/pt-BR/marcapasso-cardiaco-provisorio--indicacoes-e-procedimentos-empregados-no-controle-de-doentes-graves>. Acesso em 23 Abr 2019
  • LOPES, Marly G.; ANDRADE, Veridiana S.. Marcapasso Cardiaco Provisorio . Reblampa. 11. 2; 76-84, 1998
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Mais sobre este assunto:


Publicidade

LIVE | Saúde da Prostata

A Tatiana e o Manuel vão estar te esperando num encontro informal para falar tudo sobre problemas na próstata.

A sua presença vai fazer o evento ser mais especial.

Se inscreva e receba uma notificação quando começar, para não perder nenhum minuto.

Inscreva-se
* Não perca a oportunidade de fazer perguntas e participar deste momento em homenagem ao Novembro Azul.

Estamos ao vivo agora! Vem falar com a gente!

A Tati e o Manuel falam sobre problemas na próstata, o preconceito dos homens a respeito do exame de toque retal, e até sobre impotência sexual, que pode ser um complicação da detecção tardia desse tipo câncer.

Participe agora
* Vamos responder todas as perguntas que chegarem, sem tabus. Estamos te esperando!
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem