Como tirar manchas de limão da pele

maio 2022

Quando se coloca limão na pele e pouco tempo depois se expõe a região ao sol, sem lavar, é muito possível que surjam manchas escuras. Essas manchas são conhecidas como fitofotomelanose ou fitofotodermatose, e acontecem devido à reação da vitamina C e do ácido cítrico com os raios UV do sol, que provocam uma ligeira inflamação da pele.

Assim como acontece com o limão, essas manchas também podem surgir depois de entrar em contato com o suco de outras frutas cítricas, assim como outros alimentos que mancham, como a salsinha, o aipo ou a cenoura, por exemplo.

O melhor sempre é evitar ficar com as manchas na pele, lavando o local adequadamente antes de se expor ao sol. Porém, quando as manchas já estão presentes, fazer o tratamento em casa durante os primeiros dias pode ser suficiente para evitar que as manchas se tornem permanentes. Para isso deve-se:

1. Lavar a pele com água e sabão

Este é o primeiro passo e serve para eliminar o suco que está na pele, evitando que continue irritando a pele. Deve-se usar água fria e evitar lavar o local com água quente, já que pode piorar a inflamação. É também importante lavar com sabão, fazendo movimentos suaves, para garantir que todos os vestígios do suco sejam retirados.

2. Aplicar uma compressa gelada

Colocar uma compressa gelada sobre a pele é uma boa forma de reduzir a inflamação em poucos minutos e atenuar a mancha. O ideal é utilizar uma compressa umedecida com água gelada, mas também se pode umedecer a compressa com chá gelado de camomila, por exemplo, que tem excelentes propriedades calmantes. Saiba como usar a camomila para clarear manchas. 

3. Passar protetor solar na pele

Além da compressa, é ainda importante passar protetor solar na pele para evitar que os raios UV continuem queimando o local e piorando a inflamação. O ideal é usar um fator de proteção alto (FPS) como 30 ou 50.

Este passo, além de evitar a piora da mancha, também evita que surjam queimaduras mais graves no local.

4. Passar uma pomada reparadora

Pomadas que ajudam a reparar a pele, como a hipoglós ou bepantol, por exemplo, podem ajudar a acalmar a região que foi manchada pelo limão e permitir que a pele cicatrize, impedindo o surgimento de manchas mais definitivas. É recomendado aplicar a pomada por 2 ou 3 dias na região, apenas quando a pele não estiver mais inflamada, com sinais de vermelhidão e irritação, para não causar piorar da mancha.

Estas pomadas podem ser passadas 2 a 3 vezes por dia.

5. Evitar exposição solar em excesso

A exposição solar da região que apresenta a mancha também deve ser um cuidado básico, já que os raios UV, mesmo sem o suco, podem continuar irritando a pele. Por isso, é aconselhado cobrir a pele quando é preciso sair para o sol, por pelo menos 1 mês.

Quando ir ao médico

Embora a mancha de limão possa, muitas vezes, ser cuidada em casa, também existem situações em que é necessário ir ao médico para iniciar um tratamento mais adequado. Alguns sinais que podem sugerir que é indicado ir ao médico são:

  • Surgimento de bolhas;
  • Vermelhidão que piora com o tempo;
  • Dor ou queimação muito intensa no local;
  • Mancha que demora mais de 1 mês para clarear.

Nestas situações, além do tratamento caseiro indicado, o médico pode ainda receitar o uso de pomadas com corticoides ou, até, alguns tratamentos estéticos para clareamento da pele.

O que fazer para manchas mais antigas

As manchas provocadas pelo limão tendem a sair com o tempo, clareando em alguns meses. Porém, é possível realizar algumas técnicas que amenizam os efeitos das manchas na pele e aceleram o seu processo de clareamento. 

Para eliminar completamente a mancha, o melhor é consultar um dermatologista para iniciar um tratamento mais específico, que pode incluir o uso de clareadores ou até luz pulsada, por exemplo. Veja quais os tratamentos mais usados para remover manchas da pele.

Uma das principais formas de tratamento é o uso de cremes e loções com vitamina C, pois é um potente clareador da pele, que combate manchas causadas pelo sol e age na formação de melanina, que é a responsável pela pigmentação da pele. É possível encontrar a vitamina em farmácias, mas devem ser prescritos pelo dermatologista, para que seja orientado o melhor tratamento para cada tipo de pele. Veja mais benefícios da vitamina C. 

Como evitar que o limão manche

Para evitar que o limão queime ou manche a pele, deve-se lavar a pele com água e sabão, logo depois de usar o limão e ter o cuidado de não cortar ou espremer essa fruta quando estiver ao ar livre.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Manuel Reis - Enfermeiro, em maio de 2022. Revisão clínica por Bruna Ribeiro - Especialista em Estética Avançada, em maio de 2022.

Bibliografia

  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE DERMATOLOGIA. Cores e tipos de manchas na pele apontam para diferentes problemas. Disponível em: <https://www.sbd.org.br/cores-e-tipos-de-manchas-na-pele-apontam-para-diferentes-problemas/>. Acesso em 04 mai 2022
  • AUSTRALIAN JOURNAL OF DERMATOLOGY. Chemical Leucoderma Induced by Homemade Lemon Toner. 2014. Disponível em: <https://onlinelibrary.wiley.com/doi/abs/10.1111/ajd.12133>. Acesso em 06 fev 2020
Mostrar bibliografia completa
  • HANKINSON, Andrew; LLOYD, Bejanmin; ALWEIS, Richard. Lime-induced phytophotodermatitis. Journal of Community Hospital Internal Medicine Perspectives. Vol.4, n.4. 2014
  • HARSHMAN, Jamie; QUAN, Yi; HSIANG, Diana. Phytophotodermatitis. Canadian Family Physician. Vol.63 n.12. 938-940, 2017
Revisão clínica:
Bruna Ribeiro
Especialista em Estética Avançada
Bruna Ribeiro dos Santos é enfermeira especialista em Estética Avançada pelo Instituto Brasileiro de Pesquisa e Ensino (IBRAPE).