Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Macadâmia: o que é, 9 benefícios e como consumir

Outubro 2020

A macadâmia ou noz de macadâmia é um fruto rico em nutrientes como fibras, proteínas, gorduras saudáveis, potássio, fósforo, cálcio e magnésio, e vitaminas do complexo B e vitamina A e E, por exemplo.

Além de ser um fruto saboroso, a noz de macadâmia apresenta vários benefícios para a saúde como combater radicais livres, melhorar o funcionamento do intestino, ajudar na perda de peso e proteger contra o diabetes e doenças do coração.

Embora a macadâmia tenha vários benefícios, é um fruto calórico, que em cada 100 gramas tem 752 calorias, e deve ser consumida com moderação. Por isso, é importante fazer uma dieta balanceada, com a orientação de um nutricionista, para obter os benefícios desejados. 

Macadâmia: o que é, 9 benefícios e como consumir

Os principais benefícios da macadâmia são:

1. Ajuda a emagrecer

Apesar de ser uma noz calórica, a macadâmia é rica em gorduras boas monoinsaturadas como ácido palmitoleico, também conhecido como ômega 7, que ajuda a produzir enzimas responsáveis pela queima de gordura, aumentar o metabolismo e reduzir o armazenamento de gordura.

Além disso, a macadâmia é rica em fibras e proteínas que reduzem a fome e aumentam a sensação de saciedade, além de fitoesteróis, como o campestanol e avenasterol, que diminuem a absorção de gorduras pelo intestino, ajudando a reduzir o peso. 

Confira outros 10 alimentos que ajudam a emagrecer.

2. Protege contra doenças cardiovasculares

As gorduras monoinsaturadas da macadâmia agem aumentando a queima e a absorção de gorduras e, assim, auxiliam na redução do colesterol ruim e dos triglicérides que são responsáveis pelo desenvolvimento de doenças cardiovasculares como o infarto do miocárdio ou aterosclerose. 

Além disso, a macadâmia possui flavonóides e tocotrienóis que têm efeito antioxidante ajudando a diminuir a produção de substâncias inflamatórias, como o leucotrieno B4, responsáveis por aumentar o risco de doenças cardíacas.

3. Ajuda a baixar o colesterol

O ácido palmitoleico presente na noz de macadâmia ajuda a diminuir o colesterol ruim e os triglicérides que são responsáveis pela formação de placas de gorduras nas artérias que ficam mais estreitas e menos flexíveis, causando a aterosclerose que pode levar ao infarto, insuficiência cardíaca e derrame cerebral.

Além disso, os tocotrienóis, uma forma de vitamina E, presentes na macadâmia agem como antioxidantes, reduzindo o dano celular causado pelo stress oxidativo e reduzindo os níveis de colesterol no sangue. 

Macadâmia: o que é, 9 benefícios e como consumir

4. Previne o diabetes

Alguns estudos mostram que a noz de macadâmia protege contra o desenvolvimento da síndrome metabólica caracterizada por aumento do açúcar no sangue, que pode causar diabetes, podendo ser um importante aliado na prevenção dessa doença. Além disso, na síndrome metabólica ocorre também aumento do colesterol ruim e dos triglicérides. 

5. Melhora o funcionamento do intestino

A macadâmia contém fibras solúveis que melhoram a digestão e regulam o funcionamento do intestino.

Além disso, as fibras solúveis agem como um pré-biótico, reduzindo a inflamação intestinal, protegendo contra o desenvolvimento da síndrome do intestino irritável, da colite ulcerativa e da doença de Crohn. 

6. Previne o câncer

Alguns estudos mostram que os flavonóides e os tocotrienóis presentes na macadâmia possuem ação antioxidante e anti-inflamatória reduzindo os danos às células e, assim, ajudam a prevenir ou auxiliam no combate ao câncer. Entretanto, ainda são necessários estudos em humanos.

Confira mais alimentos que ajudam a prevenir o câncer.

Macadâmia: o que é, 9 benefícios e como consumir

7. Retarda o envelhecimento

Os antioxidantes presentes na macadâmia, como a vitamina E, impedem a formação de radicais livres que danificam as células e, assim, retardam o envelhecimento da pele.

Além disso, a macadâmia também é rica em vitamina A responsável por reparar os danos na pele e manter a pele e as mucosas íntegras. 

8. Melhora a função do cérebro

O efeito antioxidante dos tocotrienóis presentes na macadâmia reduzem o dano nas células cerebrais e podem prevenir o desenvolvimento das doenças de Alzheimer e Parkinson. Entretanto, ainda são necessários estudos em humanos.

9. Melhora a saúde dos ossos

A macadâmia é uma fonte de nutrientes como cálcio, fósforo e magnésio que ajudam na formação e manutenção de células dos ossos, por isso, pode ser um aliado na prevenção da osteoporose. 

Macadâmia: o que é, 9 benefícios e como consumir

Como consumir

A noz da macadâmia pode ser consumida na alimentação em pães, saladas, farofas e vitaminas, por exemplo, ou como óleo de macadâmia, usado como tempero ou no preparo de alimentos salgados ou até mesmo como óleo de cozinha.

Além disso, a macadâmia pode se consumida em suplementos alimentares ou utilizada como ingrediente em produtos cosméticos para pele e cabelo. 

Receitas saudáveis com macadâmia

Algumas receitas com macadâmia são rápidas, fáceis de preparar, nutritivas e incluem: 

Café gelado com nozes de macadâmia

Macadâmia: o que é, 9 benefícios e como consumir

Ingredientes

  • 300 ml de café frio;

  • 1 quadradinho de chocolate meio amargo;

  • 4 a 6 colheres de sopa de xarope de macadâmia;

  • 200 ml de leite;

  • Macadâmias e nozes picadas para decorar;

  • Adoçante ou açúcar a gosto.

Modo de preparo

Colocar no liquidificador o café, o quadradinho de chocolate meio amargo, o leite e o xarope de macadâmia. Bater tudo e colocar em um copo. Colocar as macadâmias e as nozes picadas por cima para decorar.

Macadâmias torradas

Macadâmia: o que é, 9 benefícios e como consumir

Ingredientes

  • Nozes de macadâmia; 

  • Quebra nozes;

  • Manteiga derretida;

  • Água;

  • Sal a gosto.

Modo de preparo

Descascar as nozes de macadâmia com o quebra-nozes e colocar as macadâmias em um tabuleiro. Preparar uma solução com água, manteiga derretida e sal e borrifar em cima das macadâmias. Pré-aquecer o forno a 120ºC e colocar o tabuleiro com as macadâmias para assar por 15 minutos. 

Possíveis efeitos colaterais

A macadâmia é rica em fibras solúveis e gorduras e quando consumida em grandes quantidades pode causar diarréia e aumento da produção de gases intestinais.

Deve-se procurar ajuda médica imediatamente ou o pronto socorro mais próximo se apresentar sintomas de alergia à macadâmia, como erupções na pele, dificuldade para respirar, sensação de garganta fechada, inchaço na boca, língua ou rosto, ou urticária.

Quem deve evitar a macadâmia

A macadâmia não deve ser consumida por pessoas que tenham alergia aos seus componentes ou que possua alergia a amendoim, avelã, amêndoa, castanha do pará, caju ou nozes. 

Além disso, a macadâmia não deve ser dada a animais como cães e gatos, por exemplo, pois possuem o sistema digestivo diferente dos humanos e pode causar vômito e diarréia.

Bibliografia >

  • BOLLING, Bradley W.; et al. Tree nut phytochemicals: composition, antioxidant capacity, bioactivity, impact factors. A systematic review of almonds, Brazils, cashews, hazelnuts, macadamias, pecans, pine nuts, pistachios and walnuts. Nutrition Research Reviews. 24. 244–275, 2011
  • ALASALVAR, Cesarettin; BOLLING, Bradley W. Review of nut phytochemicals, fat-soluble bioactives, antioxidant components and health effects. British Journal of Nutrition. 113. S68-S78, 2015
  • 269-279. Composição química de nozes e sementes comestíveis e sua relação com a nutrição e saúde. Revista de Nutrição. 23. 2; 2010
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem