Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Usar o celular a noite pode causar insônia - saiba se proteger

Usar o celular à noite, antes de dormir, pode causar insônia e diminuir a qualidade do sono, e ainda aumenta as chances de depressão ou de pressão alta. Isso acontece porque, a luz emitida pelos aparelhos eletrônicos é azul, o que estimula o cérebro a permanecer mais tempo ativo, afastando o sono e desregulando o ciclo biológico de sono-vigília.

Mas não é só o celular que emite essa luz azulada que prejudica o sono, qualquer tela eletrônica tem esse mesmo efeito, como a TV, o tablet, o computador, e até mesmo as luzes fluorescentes que não são adequadas para dentro de casa. Assim, o ideal é que essas telas não sejam usadas quando estiver deitado na cama para dormir. E essa recomendação é ainda mais importante para quem acorda sempre cansado ou tem problemas para dormir.

Usar o celular a noite pode causar insônia - saiba se proteger

Principais riscos para saúde

O principal risco do uso das telas eletrônicas antes de dormir está relacionada com a dificuldade para pegar no sono. No entanto, este tipo de luz também parece aumentar o risco de ter outros graves problemas de saúde, como:

  • Câncer, como mama ou próstata;
  • Diabetes;
  • Obesidade;
  • Depressão;
  • Doenças cardiovasculares, como pressão alta ou arritmia.

Além destes riscos, este tipo de luz também causa maior cansaço nos olhos, uma vez que a luz azul é mais difícil de focar e, por isso, os olhos precisam estar constantemente se adaptando.

Entenda que outros riscos pode causar o uso frequente de celulares.

Como a luz azul afeta o sono

Quase todas as cores de luz conseguem afetar o sono, pois fazem com que o cérebro produza menos melatonina, que é o principal hormônio responsável por ajudar a pegar no sono durante a noite.

Porém, a luz azul, que é produzida por quase todos os aparelhos eletrônicos, parece ser o tipo de luz que mais efeito tem sobre a produção deste hormônio, reduzindo sua quantidade por até 3 horas após a exposição.

Dessa forma, pessoas que ficam expostas à luz de aparelhos eletrônicos até poucos momentos antes de dormir, podem ter níveis inferiores de melatonina, o que pode causar dificuldade para pegar no sono e, ainda, dificuldade para manter um sono de qualidade.

Como reduzir a exposição à luz azul

Para evitar os riscos da luz azul e conseguir dormir melhor, mais rápido e tendo um sono de melhor qualidade, é recomendado ter alguns cuidados como:

  • Instalar aplicativos no celular que permitem que a luminosidade seja alterada do azul para o amarelo ou alaranjado, como SunFilter, Lux Lite ou Screen Adjuster Free, por exemplo.
  • Evitar o uso de aparelhos eletrônicos até 2 ou 3 horas antes de dormir;
  • Preferir luzes amarelas quentes ou avermelhadas para iluminar a casa durante a noite;
  • Utilizar óculos que bloqueiam a luz azul durante a noite.

Além disso, utilizar muitos aparelhos eletrônicos durante o dia também pode ajudar a dormir melhor à noite, ao mesmo tempo que aumenta a atenção e o estado de alerta durante o dia.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...