Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como aumentar a lubrificação feminina

A secura vaginal é uma alteração natural da lubrificação íntima que pode causar muito desconforto e queimação para a mulher durante o dia-a-dia, além de também puder causar dor durante o contato íntimo.

Embora esta alteração seja mais frequente na menopausa, devido à diminuição dos hormônios que mantêm a lubrificação vaginal, a secura também pode acontecer em mulheres jovens, especialmente quando se utiliza um anticoncepcional oral.

Como aumentar a lubrificação feminina

No entanto, existem várias formas de tratamento que podem ser discutidas com o ginecologista e que podem ajudar a aliviar os sintomas, permitindo um aumento na lubrificação vaginal. Algumas dessas opções incluem:

1. Cremes para secura vaginal

Os cremes para a falta de lubrificação feminina geralmente são a primeira opção de tratamento recomendada pelo ginecologista, e existem dos tipos diferentes:

  • Cremes hidratantes vaginais: criam uma camada lubrificante e protetora da flora vaginal que se mantém por algumas horas ou dias, aliviando os sintomas sem usar hormônios ou apresentar efeitos colaterais;
  • Cremes com baixa dose de estradiol, como Premarin ou Ovestrion: são aplicados no canal vaginal para estimular a lubrificação natural da mulher, através do efeito do estrogênio e, por isso, são mais eficazes que os hidratantes sem hormônios.

Estes cremes podem ser aplicados com o dedo ou com o aplicador que é fornecido na embalagem, porém, em muitos casos o aplicador pode colocar o creme muito fundo, dificultando a lubrificação completa de toda a parede vaginal.

Os cremes lubrificantes normais para o contato íntimo, como KY, Jontex ou Prudence, também podem ser usados, mas apenas no momento da relação sexual, para aumentar a lubrificação. Já a vaselina, deve, sempre que possível, ser evitada, porque é um produto à base de petróleo que facilita o surgimento de infecções.

2. Comprimidos de estrogênio

Os comprimidos com estrogênio, como Ovestrion ou Evista, são semelhantes à pílula anticoncepcional e funcionam por aumentar a quantidade deste hormônio no corpo. Assim, é possível estimular a lubrificação natural, aliviando a secura vaginal.

Embora estes remédios tenham bons resultados e sejam tão eficazes como os cremes hidratantes, podem ter alguns efeitos colaterais como dor de cabeça, náuseas e até aumento do risco de trombose, por exemplo. Por isso, estes comprimidos só devem ser usados com orientação de um ginecologista.

Como aumentar a lubrificação feminina

3. Suplementos alimentares

O uso de alguns suplementos alimentares pode ajudar a melhorar a lubrificação vaginal. Alguns dos mais recomendados incluem:

  • Vitamina E: esta vitamina aumenta a quantidade de sangue nas paredes da vagina, melhorando a lubrificação local. Para ter efeito, as doses devem ser entre 50 a 400 UI por dia. Os efeitos normalmente podem ser observados cerca de 1 mês após início do uso;
  • Vitamina D: é um suplemento que reduz o pH da vagina e que, por isso, alivia a secura associada ao aumento do pH;
  • Maca: é uma planta medicinal que aumenta a quantidade de estrogênios no corpo, melhorando a lubrificação vaginal. Geralmente a dose recomendada é de 2g por dia.

Idealmente, estes suplementos devem ser orientados por um nutricionista ou por um naturopata, de forma a obter os melhores resultados. Este tipo de tratamento pode ainda ser associado a qualquer um dos outros tratamentos para secura vaginal.

4. Dieta com fitoestrogênios

Os fitoestrogênios são substâncias semelhantes ao hormônio estrogênio que se encontram nos alimentos e que, por isso, podem ser ingeridas de forma a ter uma ação semelhante à desse hormônio no corpo, estimulante a lubrificação.

Alguns exemplos desse tipo de alimentos incluem linhaça, soja, tofu, inhame, rebentos de alfafa, cevada e sementes de abóbora, por exemplo. Uma boa dica é consultar um nutricionista para fazer uma alimentação mais rica e equilibrada destas substâncias. Veja alguns exemplos com a nossa nutricionista:

Mais sobre este assunto:
Carregando
...