Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é lavagem intestinal, como fazer e riscos

Setembro 2019

A lavagem intestinal, é um método natural que consiste na inserção de líquidos no intestino, para remover resíduos. Este procedimento deve ser realizado por um profissional de saúde, no entanto pode também ser feito em casa com muito cuidado, já que apresenta alguns riscos, e serve como procedimento para evacuação ou método diagnóstico.

Algumas pessoas fazem lavagem intestinal para eliminar toxinas, resultantes da alimentação, que podem causar cansaço, dor de cabeça, aumento de peso e diminuição da energia e vitalidade. No entanto, também pode ser usado para fazer exames, como uma colonoscopia, por exemplo.

O que é lavagem intestinal, como fazer e riscos

Quais os benefícios

Embora ainda não haja estudos que o comprovem, as pessoas que recorrem a lavagem intestinal, tencionam emagrecer, eliminar toxinas e equilibrar a flora intestinal de forma a promover melhoras na digestão e no sistema imune, reduzir o risco de câncer do cólon e aumentar a vitalidade.

Além disso, a lavagem intestinal pode também ser recomendada para pessoas que precisam de fazer exames ao intestino, como colonoscopias ou retoscopias.

Como fazer a lavagem intestinal

A lavagem intestinal pode ser feita por um profissional de saúde num hospital ou em casa com um clister ou um kit próprio. Saiba como fazer um clister em casa passo-a-passo.

Geralmente, a lavagem intestinal é feita com produtos específicos que são vendidos na farmácia, como enemas com remédio, já prontos para uso ou dispositivos em forma de pêra onde pode ser inserida água morna, por exemplo. Quando estes produtos são inseridos no ânus, após alguns minutos são de novo eliminados juntamente com os resíduos e conteúdo presente no reto e parte final do intestino grosso. Veja como usar um enema em casa.

A hidrocolonterapia é um tipo de lavagem intestinal em que se insere água morna filtrada e purificada através do ânus, permitindo eliminar as fezes acumuladas e as toxinas do intestino, que é muitas vezes usado para combater a prisão de ventre, sendo também muitas vezes indicado no preparo para cirurgias. Este procedimento é diferente do enema, pois o enema apenas elimina as fezes da porção inicial do intestino, enquanto a hidrocolonterapia faz uma limpeza intestinal completa.

O que é lavagem intestinal, como fazer e riscos

Possíveis riscos e efeitos colaterais

A lavagem intestinal apresenta alguns riscos, como:

  • Desidratação, porque a remoção de resíduos vem acompanhado de fluidos, o que pode causar, em casos extremos, falência renal;
  • Desequilíbrio eletrolítico, pois a lavagem do intestino pode causar alterações dos eletrólitos no corpo, como o potássio e o sódio, podendo levar a perda de consciência e falência renal;
  • Infecção, porque a lavagem intestinal pode facilitar a entrada de bactérias através do material utilizado e porque pode remover as bactérias boas do intestino, podendo causar um desequilíbrio da flora intestinal;
  • Perfuração do intestino, podendo causar sintomas como febre, dor, arrepios e náuseas e até mesmo causar a morte, por isso, aos primeiros sinais é muito importante procurar a emergência médica.

Devido ao fato de não haver evidência suficiente para comprovar os supostos benefícios do lavado intestinal sem fim diagnóstico ou terapêutico, é recomendado sempre ir ao médico para que seja avaliada a necessidade de realização desse procedimento. Alguns dos efeitos secundários deste método são diarreia, cãibras, vômito, enjoos e alteração da absorção de alguns medicamentos.

Dicas para uma lavagem intestinal segura

Para se poder realizar uma lavagem intestinal segura, deve-se falar com o médico, que pode explicar como fazer o procedimento ou encaminhar a pessoa para um profissional de saúde que o faça, beber muitos líquidos para evitar a desidratação.

Além disso, é também muito importante usar de preferência material novo ou estéril, usar luvas e, ao final do procedimentos, realizar a limpeza do paciente.

O lavado intestinal é contraindicado para pessoas que possuem doenças anorretais ou que tenha sido submetidas a cirurgia recente na região.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem