Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Infecção intra-uterina

A infecção intrauterina é uma condição em que o bebê é contaminado com microorganismos ainda dentro do útero devido a situações como rompimento das membranas e da bolsa há mais de 24 horas, sem o nascimento do bebê ou devido a transmissão de doenças da mãe para o bebê como a toxoplasmose.

Sintomas da infecção intra-uterina na mulher

A infecção intrauterina pode ou não apresentar sintomas na grávida, quando geram, são eles:

  • febre;
  • corrimento fétido;
  • leucocitose;
  • dor abdominal;
  • taquicardia fetal.

Sintomas da infecção intrauterina no bebê

Os sinais e sintomas de um recém-nascido com infecção intrauterina são:

  • dificuldade em respirar;
  • pele e lábios arroxeados;
  • apnéia;
  • pouca sucção;
  • apatia;
  • febre;
  • baixa temperatura;
  • vômito;
  • diarreia;
  • movimentos lentos;
  • pele amarelada (icterícia).

Causas da infecção intrauterina

Algumas possíveis causas da infecção intrauterina são a presença de bacterias streptococus betahemolíticos do grupo B no canal vaginal associado a ruptura da bolsa a mais de 18h sem o nascimento do bebê, ingestão de alimentos contaminados com a toxoplasmose e infecão urinária durante a gravidez e parto.

Como tratar a infecção intrauterina

O bebê infectado deve ser rapidamente tratado. Identificar o grupo de bactérias colonizadoras do bebê é fundamental para o sucesso do tratamento e para diminuir o risco de sequelas, embora em alguns isto já não seja possível, pois o bebê pode nascer com alguma deformação congênita, como no caso da rubéola.

Fazer o pré-natal e seguir todas as recomendações do obstetra são atitudes muito importantes para diminuir o risco de situações como as supracitadas.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...