Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que pode causar a idade óssea atrasada e como deve ser o tratamento

A idade óssea atrasada está na maioria das vezes relacionada com a diminuição da produção do hormônio do crescimento, também conhecido como GH, porém outras situações hormonais também podem provocar a idade óssea atrasada, como hipotireoidismo, síndrome de Cushing e doença de Addison, por exemplo.

No entanto, a idade óssea atrasada nem sempre significa doença ou atraso no crescimento, isso porque as crianças podem crescer em ritmos diferentes, assim como a queda dos dentes e a primeira menstruação. Dessa forma, caso os pais tenham dúvidas sobre a velocidade de desenvolvimento da criança, o mais indicado é que procure a orientação de um pediatra.

O que pode causar a idade óssea atrasada e como deve ser o tratamento

Causas da idade óssea atrasada

A idade óssea atrasada pode acontecer devido a diversas situações, sendo as principais:

  • História familiar de idade óssea atrasada;
  • Diminuição da produção de hormônio de crescimento;
  • Hipotireoidismo congênito;
  • Desnutrição prolongada;
  • Doença de Addison;
  • Síndrome de Cushing.

Caso seja verificado atraso no crescimento da criança ou atraso no início na puberdade, é importante que a criança seja avaliada pelo pediatra para que possam ser feitos exames que permitam identificar a causa do atraso da idade óssea e, assim, dar início ao tratamento mais adequado.

Como é feita a avaliação

A idade óssea é um método de diagnóstico que pode ser utilizado com o objetivo de ajudar no diagnóstico de alterações relacionados com o crescimento, sendo feito quando o pediatra identifica alterações na curva de crescimento, ou quando é verificado atraso no crescimento ou puberdade, por exemplo.

Assim, é feita a verificação da idade óssea a partir de um exame de imagem que é feito na mão esquerda. Para fazer a avaliação, é recomendado que a mão esteja alinhada com o punho e que dedo polegar faça um ângulo de 30º com o dedo indicador. Em seguida, é feita uma imagem através do raio-X que é avaliada pelo pediatra e que é comparada com o resultado de um exame padrão, sendo então possível verificar se a idade óssea está adequada ou atrasada.

Tratamento para idade óssea atrasada

O tratamento para idade óssea atrasada deve ser feito de acordo com a orientação do pediatra ou do endocrinologista, sendo na maioria dos casos recomendada a aplicação de injeções diárias de hormônio do crescimento, também conhecido como GH, podendo essas injeções serem indicadas por alguns meses ou anos dependendo do caso. Entenda como é feito o tratamento com hormônio do crescimento.

Por outro lado, quando a idade óssea atrasada está relacionada com outra situação que não o hormônio do crescimento, o pediatra pode indicar a realização de tratamento mais específico.

É importante que o tratamento para idade óssea atrasada deve ser iniciado o mais rápido possível, uma vez que quanto maior for a diferença entre a idade óssea e a idade da criança, maiores são as chances de conseguir atingir uma altura mais próxima do normal.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem