Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como é o tratamento da himenolepíase e principais sintomas

A himenolepíase é uma doença causada pelo parasita Hymenolepis nana, que pode infectar crianças e adultos e causar diarréia, perda de peso e desconforto abdominal.

A infecção por esse parasita é feito por meio do consumo de alimentos e água contaminada, sendo assim importante adotar algumas medidas preventivas, como lavar as mãos e os alimentos antes de prepará-los. Veja outras medidas para prevenir as verminoses.

O diagnóstico da himenolepíase é feito por meio da pesquisa de ovos nas fezes e o tratamento normalmente é feito com o uso de antiparasitários, como o Praziquantel, por exemplo.

Como é o tratamento da himenolepíase e principais sintomas

Ciclo biológico

O Hymenolepis nana pode apresentar dois tipos de ciclo biológico: o monoxênico, em que não há hospedeiro intermediário, e o heteroxênico, em que há um hospedeiro intermediário, como ratos e pulgas, por exemplo.

  • Ciclo monoxênico: é o ciclo mais comum e tem início com a ingestão acidental de ovos do parasita presentes em água ou alimentos contaminados. Os ovos ingeridos chegam ao intestino, onde eclodem e liberam a oncosfera, que penetra nas vilosidades do intestino e se desenvolve em larva cisticercoide, que se fixa na mucosa intestinal. Essa larva se desenvolve em verme adulto e coloca ovos, que são eliminados nas fezes, dando origem a um novo ciclo.
  • Ciclo heteroxênico: esse ciclo ocorre a partir do desenvolvimento do parasita dentro do intestino do hospedeiro intermediário, como ratos e pulgas, que ingerem os ovos liberados no ambiente. O homem adquire a infecção por meio do contato com esses animais, principalmente, ou pelo consumo de alimentos ou água contaminados pelas fezes desses hospedeiros, dando início ao ciclo monoxênico.

Um dos fatores que facilita a infecção por esse parasita é o tempo de vida curto dos parasitas: os vermes adultos só conseguem sobreviver 14 dias no organismo e, por isso, liberam rapidamente os ovos, que conseguem sobreviver até 10 dias no ambiente externo, sendo tempo suficiente para que haja uma nova infecção.

Além disso, o fato de ser uma infecção fácil de se obter, ambientes com grande concentração de pessoas, como creches, escolas e prisões, que além de ter muitas pessoas juntas as condições sanitárias são precárias, facilitam a transmissão do parasita.

Principais sintomas

Os sintomas da himenolepíase estão associados com a idade da pessoa infectada e a quantidade de parasitas presentes no intestino. Os principais sintomas das himenolepíase são:

  • Diarréia;
  • Dor abdominal;
  • Desnutrição;
  • Perda de peso;
  • Irritabilidade.

Além disso, a presença do parasita na mucosa intestinal pode levar à formação de úlceras, que podem ser bastante dolorosas. Em casos mais raros, a himenolepíase pode levar ao surgimentos de sintomas relacionados ao sistema nervoso, como convulsões, perda da consciência e ataque epilético.

O diagnóstico é feito por meio de exame de fezes que tem como objetivo identificar a presença de ovos do parasita, que são pequenos, semiesféricos, transparentes e envolvidos por uma membrana fina. Entenda como é feito o exame de fezes.

Como é feito o tratamento

O tratamento da himenolepíase é feito com medicamentos que normalmente não causam efeito colaterais, como o Praziquantel e a Nidosamina.

Apesar de ser uma parasitose de fácil tratamento, é importante que a himenolepíase seja evitada por meio de medidas profiláticas para diminuir a infecção por esse parasita. Assim, é importante que sejam adotados mehores hábitos de higiene, como lavar as mãos antes de se alimentar e após usar o banheiro, lavar os alimentos antes de prepará-los e adotar medidas de controle para insetos e roedores, já que podem ser hospedeiros intermediários do Hymenolepis nana.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...