Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Guaco: para que serve, como usar e contra-indicações

Atualizado em Julho 2019

O Guaco é uma planta medicinal, também conhecida por ervas de serpentes, cipó-catinga ou erva de cobra, muito utilizada em problemas respiratórios devido ao seu efeito broncodilatador e expectorante.

O seu nome científico é Mikania glomerata Spreng e pode ser comprada em lojas de produtos naturais e farmácias de manipulação com o preço médio de 30 reais.

Guaco: para que serve, como usar e contra-indicações

Para que serve

O guaco serve para tratar a gripe, tosse, rouquidão, infecção na garganta, bronquite, alergias e infecções na pele. Além disso, esta planta é usada popularmente para tratar o reumatismo.

Quais as propriedades

Apesar de serem atribuídas ao guaco várias indicações terapêuticas populares, somente a ação broncodilatadora, antitussígena, expectorante e edematogênica sobre as vias respiratórias foram comprovadas. Outros estudos mostram potencial atividade anti-alérgica, antimicrobiana, analgésica, anti-inflamatória, antioxidante e antidiarreica

Como usar

Para fins terapêuticos são usadas as folhas da planta. 

1. Chá de guaco

Ingredientes

  • 10 g de folhas de guaco;
  • 500 mL de água.

Modo de preparo

Colocar 10 g de folhas em 500 mL de água fervente por 10 minutos e coar no final. Beber 2 xícaras ao dia. Veja como preparar outros chás com esta planta em 3 Receitas com Chá de Guaco para Aliviar a Tosse

2. Tintura de guaco

Ingredientes

  • 100 g de folhas de guaco trituradas;
  • 300 mL de álcool a 70º.

Modo de preparo

A tintura pode ser feita deixando-se 100 gramas das folhas trituradas em um pote de vidro escuro com  300 mL de álcool a 70°. Deixar repousar durante 2 semanas em local fresco e arejado, agitando a mistura 1 vez por dia. Depois de filtrada, a solução pode ser utilizada em fricções ou compressas locais.

O guaco também pode ser usado em forma de xarope que poder ser comprado nas farmácias, devendo tomar acordo com as indicações do fabricante. 

Possíveis efeitos colaterais

Os efeitos colaterais do guaco incluem hemorragias, aumento dos batimentos cardíacos, vômitos e diarreia. O guaco contém cumarina que pode apresentar um agravamento nos quadros de falta de ar e tosse em pessoas com alergia a cumarina.

Quem não deve usar

O guaco está contra-indicado para pessoas com alergia a esta planta, com doenças no fígado, que utilizam anticoagulantes, para crianças menores de 1 ano de idade e grávidas.


Bibliografia

  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. Informações Sistematizadas da Relação Nacional de Plantas medicinais de interesse ao SUS. 2018. Link: <portalarquivos2.saude.gov.br>. Acesso em 14 Mai 2019
  • COSTA Eronita. Nutrição & Fitoterapia. 2º. Brasil: Vozes Ltda, 2011. 168-169.
  • CZELUSNIAK, K.E et al. Farmacobotânica, fitoquímica e farmacologia do Guaco: revisão considerando Mikania glomerata Sprengel e Mikania laevigata Schulyz Bip. ex Baker. Revista Brasileira de Plantas Medicinais. 14. 2; 400-409, 2012
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem