Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que significa Folie à Deux

Folie à deux, também conhecido por "delírio a dois", transtorno delirante induzido ou perturbação delirante partilhada, é uma síndrome que se caracteriza pela transferência de delírios psicóticos de uma pessoa doente, o psicótico primário, para uma pessoa aparentemente saudável, o sujeito secundário.

Esta indução da ideia delirante é mais frequente em pessoas que mantêm uma relação próxima e acontece mais frequentemente em mulheres e de uma pessoa mais velha para uma mais nova, como de mãe para filha, por exemplo.

Na maior parte dos casos, somente as pessoas envolvidas no compartilhamento do delírio sofrem de um transtorno psicótico genuíno, e os delírios no sujeito passivo geralmente desaparecem quando as pessoas são separadas.

O que significa Folie à Deux

Possíveis causas e sintomas

Geralmente, esta perturbação ocorre quando o sujeito indutor sofre de uma perturbação psicótica, sendo que, a perturbação psicótica mais frequentemente encontrada nos elementos indutores foi a esquizofrenia, seguida da perturbação delirante, perturbação bipolar e depressão major.

Segundo alguns estudos, o fenômeno folie a deux é explicado pela presença de um conjunto de condições, como:

  • Uma das pessoas, o elemento ativo, sofre de uma perturbação psicótica e exerce uma relação de dominância perante um segundo indivíduo, considerado saudável, o elemento passivo;
  • Ambas as pessoas  que sofrem do transtorno mantêm uma relação próxima e duradoura e geralmente convivem em um relativo isolamento face a influências exteriores;
  • O elemento passivo é geralmente mais novo e do sexo feminino e possui uma hereditariedade favorável ao desenvolvimento psicótico;
  • Os sintomas manifestados pelo elemento passivo são geralmente menos severos do que pelo elemento ativo.

Como é feito o tratamento

O tratamento do transtorno delirante induzido consiste primariamente na separação física dos dois elementos, que tem uma duração mínima de 6 meses, e que normalmente conduz à remissão do delírio por parte do elemento induzido.

Além disso, o elemento indutor deve ser internado no hospital, podendo necessitar de um tratamento farmacológico com medicamentos neurolépticos.

Em alguns casos, também pode ser recomendado realizar psicoterapia individual e familiar.


Bibliografia

  • MACHADO, Leonardo; CANTILINO Amaury. Folie à deux (transtorno delirante induzido). J. brasileiro psiquiatria. 64. 4; 311-314, 2015
  • NASCIMENTO, Marta; RAMOS, Jorge. Folie à Deux – Um Caso de Folie Imposée numa Díade Mãe/Filho. Revista do Serviço de Psiquiatria do Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca. 10. 2; 2012
Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem