Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Exercícios para pessoas acamadas

Os exercícios para pessoas acamadas devem ser feitos 2 vezes por dia, todos os dias, e servem para melhorar a elasticidade dos músculos e também a facilitar o movimento das articulações, evitando sua atrofia. Além disso, eles melhoram a circulação sanguínea prevenindo as úlceras de decúbito, também chamadas de escaras.

O paciente acamado deve fazer, diariamente, tanto exercícios respiratórios como exercícios de mobilização ou fortalecimento das articulações e dos músculos, sempre de acordo com as suas possibilidades. Quando o paciente tem força e consegue ficar sentado ou de pé, é possível que ele realize os exercícios sozinho, sendo supervisionado por um fisioterapeuta, enfermeiro ou cuidador, mas quando ele não consegue se movimentar sozinho, o profissional que o acompanha deverá ajudar a realizar os exercícios, segurando nas suas pernas e braços, de acordo com a necessidade.

Os exercícios devem ser realizados lentamente, respeitando os limites do acamado e para motivá-lo a realizar os exercícios deve-se elogiar cada vez que ele realizar o movimento corretamente, olhando em seus olhos, e quando ele tiver dificuldade em realizar o exercício não é adequado ficar criticando ou tratá-lo mal, porque essa atitude negativa irá prejudicar ainda mais, diminuindo sua vontade de participar e lutar pela sua recuperação.

Exercícios motores para acamados

Alguns ótimos exercícios motores para pessoas acamadas são:

Pernas e pés

  1. Com o paciente deitado de barriga para cima, veja se ele consegue mover os tornozelos, de um lado para o outro e de cima para baixo, como se estivesse fazendo o movimento de 'pé de bailarina'. Cada movimento deve ser realizado 3 vezes com cada pé;
  2. Estando deitado de barriga para cima, dobrar e esticar as pernas 3 vezes seguidas, com cada perna;
  3. Deitado de barriga para cima e com as pernas dobradas. Abrir e fechar as pernas, encostando e afastando um joelho do outro;
  4. De barriga para cima e com a perna esticada, levantar a perna para cima, mantendo o joelho esticado;
  5. De barriga para cima e com a perna esticada, abrir e fechar a perna, para o lado de fora da cama;
  6. Dobrar as pernas e tentar levantar o bumbum da cama, 3 vezes seguidas.

Braços e mãos

  1. Abrir e fechar os dedos das mãos, abrir e fechar as mãos;
  2. Apoiar o cotovelo na cama e mover as mãos para cima e para baixo e de um lado para o outro;
  3. Se o paciente conseguir mover os braços, pedir para que ele dobre o braço, tentando encostar a mão no ombro, 3 vezes seguidas, com cada braço;
  4. Com o braço esticado, pedir para que ele levante o braço para cima, mantendo o cotovelo esticado;
  5. Manter o braço parado e esticado ao longo do corpo e fazer o movimento de abrir de fechar o braço, arrastando o braço na cama;
  6. Fazer um movimento de rotação do ombro, como se estivesse desenhando um círculo grande na parede.

Exercícios respiratórios para acamados

Se o paciente acamado conseguir levantar da cama, poderá realizar este exercícios respiratórios sentado na cama ou de pé. Os exercícios são:

  1. Inspirar profundamente e soltar o ar devagar fazendo 'biquinho' com a boca por 5 vezes seguidas;
  2. Inspirar profundamente enquanto levanta os braços e soltar o ar quando abaixar os braços. Para facilitar pode fazer com um braço de cada vez;
  3. Esticar os braços para frente e encostar as palmas das mãos, uma na outra. Inspirar profundamente enquanto faz uma abertura dos braços, em forma de cruz. Soltar o ar enquanto fecha os braços e encostar novamente as palmas das mãos, 5 vezes seguidas.
  4. Encher a metade de uma garrafa de 1,5 l de água e colocar um canudinho. Inspirar profundamente e soltar o ar pelo canudinho, fazendo bolinhas na água, 5 vezes seguidas.

Estes são apenas alguns exemplos de exercícios que um idoso acamado poderá fazer sozinho ou com ajuda, mas um fisioterapeuta poderá indicar outros exercícios mais adequados, de acordo com a necessidade do paciente., especialmente quando o acamado não consegue realizar os movimentos sozinho por falta de força nos músculos ou quando há alguma alteração neurológica envolvida, como pode acontecer após um AVC, miastenia ou tetraplegia, por exemplo.

Quando não fazer os exercícios com a pessoa acamada

É contraindicado fazer os exercícios quando a pessoa acamada:

  • Acabou de comer porque poderá vomitar;
  • Acabou de tomar algum medicamento que causa sonolência.
  • Está com febre porque os exercícios poderão aumentar a temperatura,
  • Está com a pressão alta ou desregulada porque poderá subir ainda mais ou
  • Quando o médico não autorizar por algum outro motivo.

Deve-se procurar fazer os exercícios de manhã, quando o paciente está bem acordado e se a pressão subir durante os exercícios deve-se parar o exercício e fazer o primeiro exercício respiratório até que a pressão volte ao normal.

Veja outros cuidados com a pessoa acamada:

Mais sobre este assunto:
Carregando
...