Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Para que serve o exame de escarro e como é feito

O exame de escarro pode ser indicado pelo pneumologista ou clínico geral para investigar doenças respiratórias, isso porque a amostra é enviada para o laboratório para que sejam avaliadas as características macroscópicas do escarro, como fluidez e cor, além da presença de microrganismos. Assim, a partir do resultado do exame de escarro é possível diagnosticar a doença e iniciar o tratamento mais adequado.

Esse exame é simples e não necessita de muitos preparos antes da sua realização, sendo apenas recomendado que seja feita a higienização da garganta, boca e nariz apenas com água e que a coleta seja feita pela manhã.

Para que serve o exame de escarro e como é feito

Para que serve

O exame de escarro é normalmente indicado pelo pneumologista ou clínico geral com o objetivo de confirmar o diagnóstico de doenças respiratórias como pneumonia, tuberculose, bronquite e fibrose cística.

Além disso, o exame de escarro pode ser recomendado para acompanhar a resposta ao tratamento de uma infecção ou para verificar qual o melhor antibiótico para combater uma infecção.

Como é feito o exame

Para fazer o exame do escarro não são necessários muitos preparos, sendo apenas recomendado que a pessoa lave as mãos e higienize a boca e garganta apenas com água. O uso de antissépticos e pasta de dente pode interferir no resultado do exame e, por isso, não é indicado.

Após lavagem da boca com água, é indicado que a pessoa tussa profundamente para soltar as secreções que estão no pulmão, evitando apenas coletar a saliva da boca e vias respiratórias superiores. Dessa forma, é possível garantir a coleta dos microrganismos que possam estar causando a infecção.

Geralmente, a coleta deve ser feita de manhã antes de comer ou beber, para evitar contaminar a amostra de escarro. Se recomenda beber bastante liquido no dia anterior a consulta, para fluidificar as secreções e dormir de barriga para cima e sem travesseiro, para facilitar a saída do escarro na hora da coleta.

Em algumas pessoas, o médico pode ainda recomendar fazer uma broncoscopia para conseguir coletar a quantidade necessária de escarro do pulmão. Entenda o que é e como é feita a broncoscopia.

Como entender o resultado

Os resultados do exame de escarro indicado no laudo leva em consideração os aspectos macroscópicos da amostra, como fluidez e cor e a avaliação microscópica. Os resultados que podem aparecer no laudo são:

  • Negativo ou não detectável: é o resultado normal e significa que não foram encontradas bactérias ou fungos que podem causar doença.
  • Positivo: significa que foram encontradas bactérias ou fungos que podem causar doença na amostra de escarro. Nestes casos, geralmente também é indicado o tipo de microrganismo para ajudar o médico a escolher um antibiótico ou antifúngico.

No caso de resultado negativo, é muito importante que o exame seja na mesma avaliado pelo pneumologista já que, se existirem sintomas, pode significar que existe uma infecção causada por vírus que não são identificados no exame.

Bibliografia >

  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. Guia de Orientações para Coleta de Escarro. 2014. Disponível em: <http://www.lacen.saude.pr.gov.br/arquivos/File/Manuais/Coleta_Escarro.pdf>. Acesso em 27 Ago 2020
  • Sicsú, Amélia N. et al. Intervenção educativa para a coleta de escarro da tuberculose: um estudo quase experimental. Rev. Latino-Am. Enfermagem 2016;24:e2703 . Disponível em:
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem