Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Exame CA 15.3 - para que serve e como é feito

O exame CA 15.3 é o exame normalmente solicitado para monitorar o tratamento e verificar recidiva de câncer de mama. O CA 15.3 é uma proteína produzida normalmente pelas células mamárias, no entanto, no câncer a concentração dessa proteína é bastante elevada, sendo utilizada como marcador tumoral. 

Apesar de ser muito utilizado no câncer de mama, o CA 15.3 pode estar elevado em outros tipos de câncer, como o de pulmão, pâncreas, ovário e fígado, por exemplo. Por isso, deve ser solicitado junto com outros exames, como testes moleculares para avaliação da expressão gênica para o câncer de mama e exames que avaliam o receptor de estrogênio, o HER2. Veja quais são os exames que confirmam e detectam o câncer de mama. 

Exame CA 15.3 - para que serve e como é feito

Para que serve

O exame CA 15.3 serve principalmente para avaliar a resposta ao tratamento do câncer de mama e verificar se há recidiva. Esse exame não é usado para triagem, pois possui baixa sensibilidade e especificidade. Geralmente é recomendado pelo médico a realização desse exame antes de iniciar o tratamento e algumas semanas após a cirurgia ou início da quimioterapia, para verificar se o tratamento está sendo eficaz. 

A concentração dessa proteína no sangue está aumentada em 10% das mulheres em fase inicial de câncer de mama e em mais de 70% das mulheres que possuem o câncer em fase mais avançada, geralmente com metástase, sendo mais indicado a realização desse exame em mulheres que já foram tratadas ou que estão em tratamento contra o câncer. 

Como é feito

O exame é realizado apenas com a amostra de sangue da pessoa e não necessita de nenhum preparo. O sangue é coletado e enviado ao laboratório para ser processado e analisado. O processo de análise é geralmente automático e gera resultados precisos e confiáveis em pouco tempo.

O valor de referência para esse exame é de 0 a 30 U/mL, valores acima desse já são indicativos de malignidade. Quanto mais alta a concentração de CA 15.3 no sangue, mais avançado é o câncer de mama. Além disso, o aumento progressivo da concentração dessa proteína pode indicar que a pessoa não está respondendo ao tratamento ou que as células tumorais estão voltando a se proliferar, indicando recidiva. 

Nem sempre elevadas concentrações de CA 15.3 indica câncer de mama, pois essa proteína também pode estar elevada em outros tipos de câncer, como no câncer de pulmão, ovário e colorretal, por exemplo. Por esse motivo, o exame CA 15.3 não é utilizado para triagem, apenas para monitoramento da doença. 

Mais sobre este assunto:


Carregando
...