Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Estimulantes cerebrais para aumentar a concentração e memória

Os estimulantes cerebrais normalmente são utilizados para tratar alterações na saúde mental, como acontece no transtorno de déficit de atenção e hiperatividade, pois permitem melhorar os níveis de concentração e atenção, diminuindo os sintomas da doença.

Como garantem elevados níveis de concentração, estes remédios também são algumas vezes utilizados por pessoas saudáveis durante curtos períodos, como acontece com os estudantes durante as provas, por exemplo, para facilitar o estudo ou o trabalho e garantir melhores resultados.

Porém, seu uso contínuo pode provocar alterações negativas no cérebro, especialmente em sua flexibilidade, isto é, na sua capacidade para mudar e se adaptar entre várias tarefas. Por isso, os estimulantes só devem ser usados com indicação e orientação de um médico.

Estimulantes cerebrais para aumentar a concentração e memória

5 estimulantes cerebrais mais utilizados

Alguns dos remédios mais utilizados como estimulantes cerebrais têm sido:

  • Optimemory: é um suplemento natural indicado especialmente para estudantes que ajuda a melhorar a memória e manter o foco durante o estudo. Embora natural, deve ser orientado por um médico;
  • Modafinil: usado para o tratamento de narcolepsia mas também é muito utilizado por estudantes para aliviar cansaço das noites de estudos para exames;
  • Ritalina: utilizado para combater o déficit de atenção em crianças, Alzheimer ou depressão/demência em idosos;
  • Intelimax IQ: pode ser usado para aumentar a capacidade de pensar, evitando o cansaço mental. No entano, pode ter alguns efeitos colaterais e só deve ser usado com indicação médica;
  • Optimind: possui vitaminas, estimulantes e proteínas que ajudam a aumentar a disposição cerebral e a memória.

Estes remédios são utilizados como estimulantes cerebrais principalmente por estudantes e empresários mas não devem ser ingeridos sem o aconselhamento médico pois podem provocar dores de cabeça, insônia, ansiedade, nervosismo e tontura, por exemplo.

Veja mais alguns exemplos de pílulas da inteligência que podem melhorar sua concentração, atenção e memória.

Opções de estimulantes cerebrais naturais

Os remédios para estimular o cérebro devem ser a última escolha para pessoas que não possuem alterações na saúde mental. Por isso, uma boa opção, antes de consultar o médico para tomar este tipo de remédios, consiste em enriquecer a alimentação com estimulantes cerebrais naturais, como o chocolate, a pimenta, o café e as bebidas com cafeína, como o guaraná, por exemplo.

Outros estimulantes cerebrais naturais são os suplementos nutricionais como:

  • Ginkgo Biloba - é um componente de uma planta e facilita a circulação sanguínea no cérebro;
  • Arcalion - é um suplemento de vitaminas B1 indicado para problemas de fraqueza.

Além disso, existem também chás, como o chá verde, o chá mate ou o chá preto, que contêm cafeína e que, por isso, aumentam a atividade cerebral. Veja como usar estes alimentos com a nosa nutricionista:

Mais sobre este assunto:


Carregando
...