Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que é o Esfigmomanômetro e como usar corretamente

O esfigmomanômetro é um aparelho muito utilizado por profissionais de saúde para medir a pressão arterial, sendo considerado um dos métodos mais confiáveis para avaliar esse valor fisiológico.

Tradicionalmente existem 3 tipos principais de esfigmomanômetro:

  • Aneroide: são os mais leves e portáteis, que normalmente são usados por profissionais de saúde no domicílio com ajuda de um estetoscópio;
  • De mercúrio: são mais pesados e, por isso, são geralmente utilizados dentro do consultório, também com necessidade de ter um estetoscópio. Uma vez que contêm mercúrio, estes esfigmomanômetro têm sido substituídos pelos aneroides ou digitais;
  • Digitais: são bastante portáteis e os mais fáceis de utilizar, não precisando de estetoscópio para obter o valor da pressão arterial. Por esse motivo, são os que normalmente são vendidos para não-profissionais de saúde.

Idealmente, para se obter o valor mais preciso de pressão arterial, cada um destes tipos de esfigmomanômetro deve ser calibrado regularmente, podendo-se recorrer ao fabricante do aparelho ou a algumas farmácias.

Esfigmomanômetro aneroide
Esfigmomanômetro aneroide

Como usar o esfigmomanômetro corretamente

A forma de uso do esfigmomanômetro varia de acordo com o tipo do aparelho, sendo que os esfigmomanômetro aneroides e de mercúrios são os mais difíceis de usar. Por esse motivo, estes aparelhos geralmente são utilizados por profissionais de saúde treinados na técnica.

1. Esfigmomanômetro aneroide ou de mercúrio

Para se fazer a medição da pressão arterial com este tipo de aparelho deve-se ter um estetoscópio e seguir os seguintes passos:

  1. Colocar a pessoa sentada ou deitada, de forma confortável para que não gere estresse ou nervosismo, já que pode alterar o valor de pressão arterial;
  2. Apoiar um dos braços com a palma da mão virada para cima e de forma a não fazer pressão sobre o braço;
  3. Retirar peças de roupa que possam apertar o braço ou que sejam muito grossas, sendo que o ideal é fazer a medição com o braço despido ou apenas com uma camada fina de roupa;
  4. Identificar o pulso na dobra do braço, na região por onde passa a artéria braquial;
  5. Colocar a braçadeira 2 a 3 cm acima da dobra do braço, apertando-a ligeiramente de forma a que o fio de borracha fique na parte de cima;
  6. Colocar a cabeça do estetoscópio sobre o pulso da dobra do braço, e segurar no local com uma das mãos;
  7. Fechar a válvula da bomba do esfigmomanômetro, com a outra mão, e encher a braçadeira até atingir cerca de 180 mmHg;
  8. Abrir a válvula ligeiramente para esvaziar a braçadeira lentamente, até que se comecem a escutar pequenos sons no estetoscópio;
  9. Registrar o valor que é indicado no manômetro do esfigmomanômetro, pois esse é o valor da pressão arterial máxima, ou sistólica;
  10. Continuar esvaziando lentamente a braçadeira, até que deixe de se escutar sons no estetoscópio;
  11. Registrar o valor indicado no manômetro novamente, pois esse é o valor de pressão arterial mínima, ou diastólica;
  12. Esvaziar completamente a braçadeira do esfigmomanômetro e retirar do braço.

Uma vez que o passo-a-passo para utilizar este tipo de esfigmomanômetro é mais complexo e requer maior conhecimento, geralmente seu uso é feito apenas em meio hospitalar, por médicos ou enfermeiros. Para medir a pressão arterial em casa, o mais fácil é utilizar um esfigmomanômetro digital.

2. Esfigmomanômetro digital

Esfigmomanômetro digital
Esfigmomanômetro digital

O esfigmomanômetro digital é o mais fácil de utilizar e, por isso, pode ser usado em casa para ir aferindo regularmente a pressão arterial, não precisando ser utilizado por um profissional de saúde.

Para medir a pressão com este aparelho basta sentar ou deitar de forma confortável, apoiar o braço com a palma da mão virada para cima e depois colocar a braçadeira do aparelho 2 a 3 cm acima da dobra do braço, apertando-a de forma a que o fio de borracha fique por cima, como aparece na imagem.

Depois, basta ligar o aparelho, seguir as orientações do manual do aparelho, e esperar que a braçadeira encha e esvazie novamente. O valor de pressão arterial será mostrado no final do processo, na tela do aparelho.

Cuidados ao aferir a pressão arterial

Embora a aferição da pressão arterial seja uma tarefa relativamente simples, especialmente com o uso do esfigmomanômetro digital, existem alguns cuidados que devem ser respeitados para garantir um resultado mais confiável. Alguns desses cuidados incluem:

  • Evitar fazer exercício físico, esforços ou beber bebidas estimulantes, como café ou bebidas alcoólicas, nos 30 minutos anteriores à medição;
  • Descansar por 5 minutos antes de iniciar a medição;
  • Não aferir a pressão arterial em membros que estejam sendo utilizados para administrar remédios intravenosos, que tenham um shunt ou fístula arteriovenosa ou que tenham sofrido algum tipo de traumatismo ou malformação;
  • Evitar colocar a braçadeira no braço do lado de mama ou axila submetida a algum tipo de cirurgia.

Assim, quando não é possível usar um braço para medir a pressão arterial, pode-se utilizar uma perna, por exemplo, colocando-se a braçadeira no meio da coxa, acima do pulso que se pode sentir na região atrás do joelho.

Veja ainda quais os valores de pressão arterial normais e quando é recomendado medir a pressão.

Bibliografia >

  • POTTER, Patrícia A.; PERRY, Anne G.. Fundamentos de Enfermagem: Conceitos e Procedimentos. 8.ed. Elsevier, 2014. 226-231.
Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem