Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Escova progressiva sem formol: o que é e como é feita

A escova progressiva sem formol tem como objetivo alisar os cabelos, reduzir o frizz e deixar os fios mais sedosos e brilhantes sem que haja necessidade de utilizar produtos com formol, já que além de representar um grande risco para a saúde, o seu uso foi proibido pela ANVISA. Esse tipo de escova, além de melhorar a aparência do cabelo, é capaz de estimular a produção de colágeno, deixando os fios mais saudáveis.

Esse tipo de escova progressiva normalmente tem duração de 3 meses, podendo variar de acordo com o tipo de cabelo e quantidade de lavagens por semana. Além disso, por não utilizar formol, geralmente após a primeira aplicação do produto os cabelos não ficam totalmente lisos, devendo ser feito novamente, e não deve ser utilizado em cabelos afro.

Devido à ausência de formol, esse tipo de escova não causa qualquer efeito colateral, como queimação, descamação do couro cabeludo, reações alérgicas ou ardência dos olhos. Porém, não é indicado que gestantes ou lactentes realizem esse tipo de procedimento, a não ser que tenha autorização do seu obstetra.

Escova progressiva sem formol: o que é e como é feita

Como é feita

A escova progressiva sem formol deve ser realizada, de preferência, em um salão de beleza e com um profissional especializado. Assim, esse tipo de escova é feito da seguinte forma:

  1. Lavar o cabelo com shampoo de limpeza profunda;
  2. Secar o cabelo e aplicar o produto mecha a mecha, até que todo o cabelo seja coberto com o produto, deixando-o atuar entre 15 e 30 minutos dependendo do tipo de cabelo e produto utilizado;
  3. Em seguida, deve-se fazer a chapinha em todo o cabelo, numa temperatura inferior a 210ºC, mecha a mecha;
  4. Após a chapinha, deve-se lavar os cabelos com água morna e aplicar um creme apropriado para o procedimento, deixando-o atuar por cerca de 2 minutos e depois enxaguar com água morna;
  5. Para finalizar, deve-se secar os cabelos com secador em baixa temperatura sem escovar.

Vale ressaltar que o processo de aplicação e remoção do produto variam de acordo com a marca, sendo as mais comumente utilizadas Maria escandalosa, ExoHair, Ykas e BlueMax, por exemplo.

Apesar dos produtos indicarem a ausência de formol, é importante ter atenção às substâncias componentes, pois algumas quando submetidas a temperaturas mais altas, podem ter o mesmo efeito que o formol. Assim, é importante ter atenção ao rótulo dos produtos antes de ser submetido ao procedimento.

Quanto tempo dura

A escova progressiva sem formol dura em média de 2 a 3 meses dependendo de quantas vezes a pessoa lava os cabelos por semana e que tipo de cuidados ele tem. Quanto menos cuidado tiver com os cabelos, menos tempo irá durar esta escova. Mas se a pessoa tiver o cuidado de usar bons produtos capilares e fizer hidratação semanalmente, a escova progressiva sem formol pode durar muito mais tempo.

É importante que após a realização da escova progressiva sem formol, sejam feitas hidratações de forma regular, pelo menos 1 vez por semana, para garantir o brilho, maciez e estrutura dos fios. Além disso, é importante evitar usar shampoos de limpeza profunda bem como máscaras que possuem a mesma finalidade, pois podem diminuir a durabilidade da escova.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Mais sobre este assunto:


Publicidade

LIVE | Saúde da Prostata

A Tatiana e o Manuel vão estar te esperando num encontro informal para falar tudo sobre problemas na próstata.

A sua presença vai fazer o evento ser mais especial.

Se inscreva e receba uma notificação quando começar, para não perder nenhum minuto.

Inscreva-se
* Não perca a oportunidade de fazer perguntas e participar deste momento em homenagem ao Novembro Azul.

Estamos ao vivo agora! Vem falar com a gente!

A Tati e o Manuel falam sobre problemas na próstata, o preconceito dos homens a respeito do exame de toque retal, e até sobre impotência sexual, que pode ser um complicação da detecção tardia desse tipo câncer.

Participe agora
* Vamos responder todas as perguntas que chegarem, sem tabus. Estamos te esperando!
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem