Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Conheça a doença do Homem Árvore

A doença do homem árvore é a epidermodisplasia verruciforme, uma doença causada por um tipo de vírus HPV que faz com que a pessoa tenha inúmeras verrugas espalhadas por todo o corpo, que são tão grandes e disformes que fazem com que suas mãos e pés pareçam troncos de árvores.

A epidermodisplasia verruciforme é rara mas afeta gravemente a pele. Esta doença é causada pela presença do vírus HPV e também alterações no sistema imune que permite que esses vírus circulem livremente pelo corpo, levando a formação de uma grande quantidade de verrugas por todo o corpo.

Conheça a doença do Homem Árvore

As regiões afetadas por estas verrugas são muito sensíveis à luz solar e algumas podem virar câncer. Assim, a mesma pessoa pode ter verrugas por várias regiões do corpo, mas nem todas estarão relacionadas ao câncer.

Sintomas e Diagnóstico

Os sintomas da epidermodisplasia verruciforme podem começar logo após o nascimento, mas normalmente surge entre 5 e 12 anos de idade. São eles:

  • Verrugas escuras, que inicialmente são planas mas que começam a crescer e a se multiplicar rapidamente;
  • Com a exposição solar pode haver coceira e sensação de ardência nas verrugas.

Essa verrugas afetam especialmente o rosto, as mãos e os pés, não estando presente no couro cabeludo, nem nas mucosas como boca e regiões genitais.

Apesar de não ser uma doença que passa de pai para filho, podem existir irmãos com a mesma doença e existe uma maior possibilidade do casal ter um filho com essa doença quando há um casamento consanguíneo, isto é, quando há um casamento entre irmãos, entre pais e filhos ou entre primos de primeiro grau.

Tratamentos e Cura

O tratamento da epidermodisplasia verruciforme deve ser indicado pelo dermatologista e podem variar de uma pessoa para outra. Medicamentos podem ser receitados para fortalecer o sistema imune e podem ser realizadas cirurgias para retirada das verrugas.

No entanto, nenhum tratamento é definitivo e as verrugas podem continuar aparecendo e aumentando de tamanho, sendo necessário realizar cirurgias para sua retirada pelo menos 2 vezes por ano. Se o paciente não realizar nenhum tratamento, as verrugas poderão se desenvolver tanto que podem impedir a pessoa de se alimentar e de fazer sua própria higiene.

Alguns remédios que podem ser indicados são Ácido salicílico, Ácido retinóico, Levamisol, Thuya CH30, Acitretina e Interferon. Quando além das verrugas a pessoa possui câncer, o oncologista poderá indicar a quimioterapia para controlar a doença, evitando que se agrave e que o câncer não se espalhe para outras áreas do corpo.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...