Dor no ombro direito: 12 principais causas (e o que fazer)

Atualizado em dezembro 2023

Algumas causas de dor no ombro direito incluem tendinite, bursite, artrite, luxação e síndrome do ombro congelado, que podem surgir devido a inflamações, movimentos repetitivos ou impactos, por exemplo.

No entanto, quando a dor no ombro direito for acompanhada de sintomas como dor no peito, formigamento ou dormência no braço e sensação de falta de ar, pode ser um sinal de infarto ou angina. Nestes casos, deve-se procurar um atendimento médico imediatamente.

Na presença de dor no ombro direito, é recomendado consultar um clínico geral ou ortopedista para fazer uma avaliação completa e indicar o tratamento mais adequado, que pode incluir o uso de remédios anti-inflamatórios e analgésicos, fisioterapia ou cirurgia.

Imagem ilustrativa número 1

O que pode ser a dor no ombro direito

As principais causas de dor no ombro direito são:

1. Tendinite

A dor no ombro direito pode surgir devido à tendinite, que é uma inflamação no tendão, que pode também provocar outros sintomas como câimbras, fraqueza ou dificuldade em movimentar o braço, ou sensação de fisgadas no ombro. Conheça outros sintomas de tendinite.

A tendinite no ombro pode ser causada por lesões, em casos de atividades físicas intensas, movimentos repetitivos, como pessoas que trabalham no computador, carpinteiros, professores ou pintores.

O que fazer: para aliviar a dor e inflamação, pode-se aplicar uma compressa de gelo no ombro por 20 minutos seguidos, repetindo de 2 a 4 vezes por dia. Além disso, o médico também pode recomendar sessões de fisioterapia e uso de remédios anti-inflamatórios e analgésicos, como paracetamol e ibuprofeno.

2. Bursite

A bursite no ombro é a inflamação da bolsa sinovial do ombro, ou bursa, um tecido localizado na articulação do ombro. Além da dor no ombro direito, a bursite também pode causar formigamento, dificuldade para levantar os braços e fazer atividades do dia a dia.

O que fazer: o tratamento pode ser feito com sessões de fisioterapia e medicamentos anti-inflamatórios, como diclofenaco e betametasona, que devem ser usados somente sob a indicação de um médico.

Além disso, pode-se também consumir alguns alimentos anti-inflamatórios e analgésicos, como chá verde, açafrão e chocolate amargo, que ajudam a reduzir a inflamação e a dor. Confira outros alimentos anti-inflamatórios.

3. Lesão do manguito rotador

A dor no ombro direito pode ser causada pela lesão do manguito rotador, uma condição que pode surgir devido ao desgaste, inflamação ou impacto na articulação, sendo mais comum em atletas e pessoas que trabalham carregando peso com os braços.

Outros sintomas que também podem surgir durante esse tipo de lesão são dor no braço e fraqueza no braço ou dificuldade nas atividades do dia a dia.

O que fazer: para diminuir a inflamação e aliviar as dores, o tratamento inclui o repouso e a aplicação diária de compressas de gelo no ombro. Além disso, o médico também pode recomendar algumas sessões de fisioterapia e o uso de medicamentos, como ibuprofeno, aspirina e paracetamol.

4. Síndrome do ombro congelado

A síndrome do ombro congelado, conhecida cientificamente como capsulite adesiva, é uma inflamação no tecido que cobre a articulação do ombro, podendo causar dor no ombro direito, que piora à noite, e sensação de que o ombro está preso. Entenda melhor como é a capsulite adesiva.

Essa síndrome também pode afetar a parte superior do braço, limitando os movimentos e dificultando as atividades do dia a dia.

O que fazer: o tratamento deve ser feito conforme indicação do ortopedista e inclui sessões de fisioterapia, o uso de anti-inflamatórios e analgésicos, como ácido acetilsalicílico ou ibuprofeno e, em alguns casos, cirurgia.

5. Infarto

O infarto acontece quando a falta de sangue no coração causa lesões no seu tecido, provocando sintomas como dor no peito que irradia para os braços, dor no ombro direito ou esquerdo, náuseas, suor frio, sensação de falta de ar e palidez, por exemplo. Confira outros sintomas de infarto.

O que fazer: o tratamento do infarto é feito no hospital, com o uso de máscara de oxigênio ou ventilação mecânica, e a administração de medicamentos indicados pelo médico, como aspirina, anticoagulantes venosos, Inibidores da ECA e betabloqueadores, estatinas e nitratos, para regular a passagem de sangue para o coração.

6. Artrite reumatoide

A dor no ombro direito pode surgir devido à artrite reumatoide, que é uma doença autoimune que causa inflamação nas articulações, levando também outros sintomas, como inchaço, calor, vermelhidão e dificuldade para movimentar os braços e os ombros.

O que fazer: é recomendado tratar a artrite reumatoide com a orientação do reumatologista, podendo incluir a fisioterapia e o uso de remédios anti-inflamatórios, corticoides e imunossupressores.

Além disso, pode-se complementar o tratamento com o uso de plantas medicinais anti-inflamatórias e analgésicas, como chá de gengibre, de cúrcuma e chá verde, por exemplo. Veja todos os tratamentos para artrite reumatoide.

7. Luxação

A luxação é uma lesão que pode ser causada por situações como quedas, fraqueza muscular, pancadas ou pegar pesos de forma inadequada, resultando em sintomas como dor intensa no ombro direito, deformação na articulação, inchaço ou dificuldade para movimentar o ombro.

O que fazer: o tratamento é feito com orientação do ortopedista e pode incluir a manipulação, que é feita através da realização de manobras para colocar os ossos da articulação afetada de volta à posição normal; a imobilização; e a realização de fisioterapia. Entenda como é o tratamento para a luxação.

8. Hérnia cervical

A dor no ombro direito pode ser causada por hérnia cervical, uma condição que acontece quando há uma compressão do disco intervertebral localizado na região do pescoço, provocando alguns sintomas como dor no pescoço que irradia para o ombro, braço, ou mãos, sensação de formigamento e dormência, por exemplo.

O que fazer: é recomendado fazer o tratamento conforme a orientação do ortopedista, que pode incluir a aplicação diária de compressas de água quente, o uso de remédios analgésicos e anti-inflamatórios, e a realização de fisioterapia e alongamentos para ajudar a combater a dor.

9. Angina

A angina é uma situação que surge devido à diminuição do fluxo de sangue pelas artérias, podendo causar sintomas como sensação de peso, aperto ou dor no peito, que pode irradiar para o ombro direito, formigamento no braço, ombros ou punhos e suor frio, por exemplo. Conheça todos os sintomas de angina.

O que fazer: o tratamento deve ser feito sob a orientação do cardiologista, podendo ser indicado o uso de remédios para melhorar o fluxo de sangue, regular a pressão arterial e diminuir a formação de coágulos, como metoprolol, morfina, AAS e captopril, por exemplo.

10. Síndrome do desfiladeiro torácico

A dor do ombro direito pode surgir devido à síndrome do desfiladeiro torácico, que é uma compressão dos nervos e/ou vasos sanguíneos que estão localizados entre a clavícula e a primeira costela.

Além da dor no ombro direito, essa síndrome também pode causar dor no braço, pescoço ou mão, sensação de formigamento ou dificuldade para movimentar os braços e inchaço nos braços, mãos ou dedos.

O que fazer: é aconselhado fazer o tratamento sob a orientação do ortopedista, que pode indicar a realização de fisioterapia e o uso de remédios para aliviar a dor, diminuir a inflamação e dissolver os coágulos de sangue, como varfarina, paracetamol e ibuprofeno, por exemplo.

11. Artrose

A artrose, ou osteoartrose, no ombro é uma doença que provoca a degeneração da cartilagem do ombro, causando a dor no ombro direito que irradia para o pescoço e que pode piorar ao movimentar os braços.

O que fazer: os principais tratamentos indicados pelo reumatologista ou ortopedista incluem o uso de medicamentos como anti-inflamatórios e analgésicos, a fisioterapia e a infiltração, que é feita com injeções de corticoide nas articulações para melhorar a dor.

12. Câncer de pulmão

O câncer de pulmão, principalmente quando atinge a parte superior do pulmão, pode causar inchaço e dor no ombro direito e no braço, fraqueza na mão e aumento da temperatura do rosto. Essa condição é conhecida como síndrome de Pancoast.

O que fazer: o tratamento do câncer de pulmão varia conforme o tipo e o tamanho do tumor, e o estado geral de saúde da pessoa. Assim, o oncologista poderá indicar cirurgia, quimioterapia, imunoterapia ou radioterapia, por exemplo.

Quando ir ao médico

É recomendado consultar o clínico geral ou ortopedista, quando a dor no ombro direito não melhora após 2 semanas, ou ainda quando é acompanhada de sintomas como febre, dificuldade para mexer o ombro ou braço, calor, inchaço ou vermelhidão no ombro.

Marque uma consulta com um especialista mais próximo para fazer uma avaliação da dor no ombro:

Cuidar da sua saúde nunca foi tão fácil!

Marque uma consulta com nossos Ortopedistas e receba o cuidado personalizado que você merece.

Marcar consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.

Foto de uma doutora e um doutor de braços cruzados esperando você para atender

Além disso, quando a dor no ombro direito for acompanhada de sintomas como dor no peito, formigamento ou dormência no braço e sensação de falta de ar, deve-se procurar um atendimento médico imediatamente.

Vídeos relacionados