Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

O que pode ser dor no baço

O baço é um órgão que se localiza na parte superior esquerda do abdômen e tem como funções filtrar o sangue e eliminar os glóbulos vermelhos lesionados e produzir e armazenar glóbulos brancos para o sistema imune.

Existem doenças que podem afetar este órgão, tornando-o maior ou causando dores que se podem sentir ao tossir ou mesmo ao toque, podendo também alterar os valores do exame de sangue.

O que pode ser dor no baço

Ruptura do baço

Danos no baço são raros devido à posição que ele ocupa no corpo, estando protegido pelo estômago e pela caixa torácica, no entanto, pode ocorrer devido a um acidente, uma luta, um desporto mais violento ou uma fratura da costela, por exemplo.

Alguns dos sinais e sintomas que podem indicar ruptura no baço são dor do lado esquerdo da parte superior do abdômen com sensibilidade ao toque, tonturas, aumento do ritmo cardíaco devido a hemorragia intraperitonial, palidez ou enjoo.

A ruptura do baço é uma emergência médica porque pode provocar uma hemorragia muito grave, sendo necessária uma avaliação e tratamento imediatos. Saiba mais sobre ruptura no baço.

Aumento do baço

Devido à maior capacidade de armazenar células sanguíneas, na esplenomegalia, o funcionamento do baço é afetado e o número de células sanguíneas circulantes diminui provocando anemia, infecções frequentes e distúrbios hemorrágicos. Assim, o aumento do baço pode ser provocado por:

1. Aumento da função do baço

A esplenomegalia pode resultar de um aumento da função do baço devido a causas como anemia perniciosa, talassemia, hemoglobinopatias, artrite reumatóide, lúpus eritematoso sistêmico, sarcoidose, mielofibrose ou anemias hemolíticas, trombocitopenias e neutropenias imunes,

Além disso, o baço também pode aumentar devido ao aumento da sua função na resposta a medicamentos e a infecções como AIDS, hepatite viral, citomegalovírus, tuberculose, malária ou Leishmaniose, por exemplo.

2. Problemas de fígado

Problemas no fígado como cirrose, obstrução das veias hepáticas, aneurisma da artéria esplênica, insuficiência cardíaca congestiva ou hipertensão portal também podem provocar o aumento do baço.

3. Doenças que causam infiltração

Existem também várias doenças que podem levar ao aumento do tamanho do baço por infiltração, como amiloidose, leucemias, linfomas, doença de Hodgkin, síndromes mieloproliferativas, cistos ou tumores metastáticos, como melanoma, por exemplo.

Qual o tratamento

O tratamento depende da causa que está na origem da dor, sendo necessário um diagnóstico prévio para a identificar. Pode ser necessário recorrer a antibióticos, caso se trate de uma infecção, quimioterapia ou radioterapia caso se trate de câncer e dependendo da severidade do problema, pode mesmo ser necessário remover o baço.

Remoção do baço

Também conhecida por esplenectomia, a remoção do baço consiste numa cirurgia em que se realiza a retirada total ou parcial do baço, podendo ser realizada por laparoscopia. Saiba mais sobre este procedimento.

Esta cirurgia é indicada em casos de doenças no sangue, câncer ou ruptura do baço, esferocitose, anemia falciforme, purpura trombocitopenica idiopatica, abcesso esplenico e anemia hemolitica auto-imune, ou em situações que o médico considere necessário.

A consequência mais grave da esplenectomia é o aumento da suscetibilidade a infecções.

Mais sobre este assunto:


Carregando
...