Dor na nuca: o que pode ser (e o que fazer)

Revisão médica: Dr.ª Clarisse Bezerra
Médica de Saúde Familiar
julho 2022

​A dor na nuca normalmente é causada por excesso de tensão muscular, principalmente devido a má postura ou situações de estresse e ansiedade. É comum que surja também a sensação de pescoço rígido e que dor possa se espalhar para ambos os lados da nuca.

No entanto, a dor na nuca também pode ser um sinal de problemas mais graves, como meningite, pressão alta ou aneurisma, especialmente se for muito intensa, não melhorar com o passar do tempo ou for acompanhada de outros sintomas como febre, dor no peito, mal estar geral ou palpitações.

Em qualquer caso, sempre que existir suspeita que a dor na nuca possa ser uma situação mais séria é recomendado consultar um clínico geral para que ele peça exames, indique a possível causa na dor na nuca e inicie o tratamento adequado. O médico poderá ainda orientar o paciente para um cardiologista, em caso de pressão alta, ou um ortopedista quando dor é provocada por doenças na coluna ou problemas musculares, por exemplo.

As principais causas de dor na nuca são:

1. Má postura

A má postura é uma das principais causas de dor na nuca sendo mais frequente em pessoas que trabalham sentadas e no computador, isso porque quando a pessoa senta de forma errada ou quando a altura da tela não é a adequada, é possível que exista tensão muscular e os nervos da coluna fiquem comprimidos, o que pode resultar na dor na nuca.

O que fazer: é importante ter atenção à postura ao sentar, devendo encostar totalmente nas costas na cadeira e apoiando os pés no chão, evitando cruzar as pernas. Além disso, é recomendado que a tela do computador esteja a 50 - 60 cm de distância e na altura dos olhos, podendo ser colocado um suporte para que isso seja possível. Confira mais dicas para melhorar a postura.

2. Estresse e ansiedade

Assim como a má postura, o estresse e a ansiedade também podem causar tensão muscular e ter como consequência a dor na nuca, além de também ser frequente notar dor de cabeça e dor no corpo.

O que fazer: para aliviar o estresse e a ansiedade, é importante praticar atividades que promovam o relaxamento, como meditação, atividade física, assistir um filme ou descansar. Dessa forma é possível não só aliviar a dor na nuca mas também promover o bem-estar. Veja outras dicas para aliviar o estresse.

3. Contratura ou torcicolo

Outra causa muito comum do surgimento de dor na nuca é a presença de problemas musculares como contraturas ou torcicolos, na região do pescoço ou da parte superior das costas. Geralmente, este tipo de dor surge após fazer treinos intensos para costas ou ombros, mas também pode acontecer por má postura durante o dia ou ao dormir, e normalmente é sentida ao virar o pescoço, por exemplo.

O que fazer: pode-se colocar compressas quentes nas costas e no pescoço e descansar. Se a dor não melhorar, deve-se ir ao médico de família, pois pode ser necessário iniciar o uso de anti-inflamatórios ou relaxantes musculares, como cloridrato de ciclobenzaprina. Confira alguns alongamento que ajudam a diminuir a dor no pescoço.

4. Sinusite

A sinusite é a inflamação da mucosa dos seios nasais caracterizada pelo acúmulo de secreções, o que leva ao aumento da pressão e dor no rosto, principalmente entre o nariz e olhos, além de também haver sensação de peso na cabeça e dor na nuca, em alguns casos. Saiba reconhecer os sintomas de sinusite.

O que fazer: é importante consultar o clínico geral para que seja identificada a causa da sinusite e iniciado o tratamento mais adequado, podendo ser indicado o uso de descongestionantes nasais ou uso de antibióticos, no caso da sinusite ser causada por bactérias, além de também poder ser indicado o uso de anti-inflamatórios para aliviar os sintomas.

Veja no vídeo a seguir mais dicas para acabar com a sinusite:

5. Pressão alta

As situações que provocam aumento exagerado da pressão arterial, como o estresse, são as principais causas de dor atrás da cabeça, que depois irradia para a testa, associado a sensação de peso na cabeça e levando também ao surgimento de outros sintomas, como visão turva ou embaçada. Saiba outros sintomas de pressão alta.

O que fazer: a melhor forma de aliviar este tipo de dor é relaxar para tentar diminuir a pressão arterial e adotar cuidados na alimentação, evitando comer alimentos ricos em sal, e beber mais líquidos, como água. Além disso, a atividade física regular, acompanhada com profissional da saúde, também é indicada para melhorar a circulação sanguínea, e consequentemente ajudar a regular a pressão.

No entanto, se a pressão estiver descontrolada ou se dor na nuca surgir de forma mais frequente é recomendado ir ao cardiologista para avaliar as alterações da pressão e orientar sobre as medicações que podem ser utilizadas.

6. Artrose

Por causar o degeneração nas articulações, a artrose também pode ser uma das causas de dor na nuca. Isso acontece porque, na região do pescoço, existem várias articulações entre as vértebras da coluna. Assim, se existir alguma degeneração nesses locais, a dor pode irradiar para a região da nuca. Normalmente, este tipo de dor piora com o movimento do pescoço, agravando ao longo do dia e aliviando com repouso.

O que fazer: é preciso consultar um ortopedista para iniciar o uso de remédios analgésicos, anti-inflamatórios ou de suplementos de glucosamina e condroitina. No entanto, para evitar que a dor volte a surgir, deve-se fazer atividades que ajudam a aliviar o peso sobre as articulações e fortalecer a musculatura das costas e pescoço, como hidroginástica, Pilates ou yoga, por exemplo.

7. Meningite

A meningite é uma das causas mais graves de surgimento de dor na nuca e, embora seja rara, pode surgir em qualquer idade, especialmente se existir algum surto da doença. Nestes casos, a dor na nuca ou em toda a cabeça é muito forte e surge junto com outros sintomas como febre, náuseas, vômitos e cansaço excessivo. A dor na nuca piora quando se tenta baixar a cabeça, encostando o queixo no peito, manobra essa realizada pelo médico e que indica sinal de inflamação das meninges. Confira os sintomas de meningite.

O que fazer: a meningite precisa ser identificada e tratada o mais rápido possível, assim, sempre que existir suspeita da doença é importante ir ao pronto-socorro para fazer o diagnóstico e iniciar o tratamento adequado, que pode incluir o uso de antibiótico.

8. Aneurisma

O aneurisma cerebral é uma dilatação de um vaso sanguíneo no cérebro que pode acabar rompendo com o tempo e causando o surgimento de um AVC hemorrágico. Geralmente, este tipo de alteração não provoca qualquer sintoma antes de romper, mas existem poucos casos em que pode surgir uma dor de cabeça constante na nuca. Já quando rompe, a dor é muito forte e repentina e pode continuar piorando ao longo do tempo.

O que fazer: se existir suspeita de rompimento de um aneurisma é muito importante ir imediatamente para o hospital ou chamar uma ambulância, ligando para o 192. O rompimento do aneurisma provoca o mesmo tipo de sequelas que um AVC e, por isso, pode colocar a vida em risco. Veja quais os primeiros sintomas para identificar um aneurisma.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Manuel Reis - Enfermeiro, em julho de 2022. Revisão médica por Dr.ª Clarisse Bezerra - Médica de Saúde Familiar, em outubro de 2020.

Bibliografia

  • GIMÉNEZ, Salvador. Cervicalgias. Farmacia Profesional. 18. 2; 46-53, 2004
  • PRENDES, Elizabeth et al . Cervicalgia. Causas y factores de riesgo relacionados en la población de un consultorio médico. Revista Cubana de Medicina Física y Rehabilitación. 8. 2; 202-214, 2016
Revisão médica:
Dr.ª Clarisse Bezerra
Médica de Saúde Familiar
Formada em Medicina pelo Centro Universitário Christus e especialista em Saúde da Família pela Universidade Estácio de Sá. Registro CRM-CE nº 16976.

Tuasaude no Youtube

  • 3 tratamentos caseiros para curar a SINUSITE mais rápido

    05:50 | 1154451 visualizações
  • EXERCÍCIOS PARA CORRIGIR A POSTURA

    03:52 | 421223 visualizações
  • O que comer para conseguir baixar a PRESSÃO ALTA

    05:17 | 2640799 visualizações