Dislipidemia: o que é, como identificar, causas e tratamento

A dislipidemia é uma situação caracterizada pela alteração nos níveis de colesterol e triglicerídeos, o que pode acontecer devido à genética ou ser consequência de uma alimentação rica em gordura, falta de atividade física, diabetes do tipo 2 e doenças crônicas que atinjam o fígado.

Assim, nessa situação é comum de observar no exame de sangue o aumento dos níveis de colesterol LDL e de triglicerídeos e diminuição dos níveis de colesterol HDL, elevando o risco de haver deposição de placas de gordura no interior dos vasos sanguíneos, o que aumenta o risco de problemas cardíacos.

Dislipidemia: o que é, como identificar, causas e tratamento

Como identificar a dislipidemia

A dislipidemia não leva ao aparecimento de sinais ou sintomas e, por isso, para que seja identificada é preciso que sejam realizados exames de sangue que avaliem os níveis de colesterol total, colesterol LDL e HDL, e triglicerídeos. Esses exames podem ser solicitados como rotina ou quando o médico deseja investigar a dislipidemia devido à história na família de dislipidemia ou aterosclerose ou início de doença aterosclerótica antes dos 60 anos.

Assim, na presença de maiores níveis de LDL e triglicerídeos ou diminuição de HDL, o médico pode confirmar a dislipidemia, sendo, porém, necessária a realização de outros exames que ajudam a identificar a causa e a verificar o risco de doença cardiovascular.

Para saber se os níveis de colesterol estão normais, insira os dados do seu exame de colesterol na calculadora a seguir:

mg/dL
Erro
help
mg/dL
Erro
help
mg/dL
Erro
help
mg/dL
Erro
help
mg/dL
Erro
help
mg/dL
Erro
help
Vldl / Triglicerideos calculados de acordo com a fórmula de Friedewald
Imagem que indica que o site está carregando

Em alguns casos, o médico pode solicitar a realização da dosagem dos níveis da apolipoproteína B (Apo B) e da proteína C reativa (PCR), já que é um indicador de inflamação e que também ajuda a identificar o risco de doenças cardiovasculares. Saiba mais sobre o exame da proteína C reativa.

Principais causas

A dislipidemia acontece devido a alterações no organismo que levam à produção excessiva de triglicerídeos e colesterol LDL ou diminuição da produção de HDL. Assim, esse tipo de alteração pode ser classificado em dois tipos principais de acordo com a causa:

  • Dislipidemia primária, que acontece devido a fatores genéticos, sendo possível observar nesses casos outras pessoas na família com dislipidemia;
  • Dislipidemia secundária, que surge como consequência do estilo de vida ou de outras doenças que a pessoa possui.

A dislipidemia secundária é o tipo de dislipidemia mais comum, podendo acontecer como consequência das seguintes situações:

  • Sedentarismo e alimentação rica em gordura;
  • Diabetes do tipo 2;
  • Obesidade;
  • Consumo excessivo de álcool;
  • Insuficiência renal crônica;
  • Doença crônica do fígado;
  • Hipotireoidismo;
  • Tabagismo;
  • Transtornos alimentares, como anorexia ou bulimia;
  • Síndrome de Cushing;
  • Uso de alguns remédios, como diuréticos, beta bloqueadores, anticoncepcionais, corticoesteroides e anabolizantes, por exemplo.

Assim, é importante que a causa da dislipidemia seja identificada para que o médico possa indicar o tratamento mais adequado para regular os níveis de colesterol e prevenir o desenvolvimento de complicações.

Como é feito o tratamento

O tratamento para dislipidemia tem como objetivo controlar os níveis de colesterol e prevenir o desenvolvimento de doenças cardiovasculares, além disso o tratamento pode variar de acordo com a causa da dislipidemia, podendo ser necessário o uso de remédios específicos para cada situação e para diminuir os níveis de colesterol LDL. Confira quais são os remédios indicados para baixar o colesterol.

É importante também que a pessoa evite fumar e consumir bebidas alcoólicas em excesso, além de ser recomendado que pratique atividade física de forma regular e tenha uma alimentação pobre em gorduras saturadas e açúcar e rica em frutas, vegetais e alimentos ricos em fibras. Veja mais detalhes sobre como deve ser a alimentação para diminuir o colesterol no vídeo a seguir:

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE CARDIOLOGIA. Atualização da diretriz brasileira de dislipidemias e prevenção da aterosclerose. 2017. Disponível em: <http://publicacoes.cardiol.br/2014/diretrizes/2017/02_DIRETRIZ_DE_DISLIPIDEMIAS.pdf>. Acesso em 17 Mai 2021
  • MINISTÉRIO DA SAÚDE. Dislipidemia: prevenção de eventos cardiovasculares e pancreatite. 2013. Disponível em: <https://portalarquivos.saude.gov.br/images/pdf/2014/abril/02/pcdt-dislipidemia-livro-2013.pdf>. Acesso em 17 Mai 2021
  • Referente a: "Calculadora do Indíce de colesterol":

  • SOCIEDADE BRASILEIRA DE CARDIOLOGIA. Atualização de Diretriz Brasileira de Dislipidemias e Prevenção da Aterosclerose. 2017. Disponível em: <https://www.scielo.br/pdf/abc/v109n2s1/0066-782X-abc-109-02-s1-0001.pdf>. Acesso em 15 Set 2020
Mais sobre este assunto: