Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Para que serve Diprogenta creme ou pomada

Diprogenta é um remédio disponível em creme ou pomada, que tem na sua composição os principais ativos dipropionato de betametasona e o sulfato de gentamicina, que exercem ação anti-inflamatória e antibiótica.

Este medicamentos pode ser usado para tratar manifestações inflamatórias na pele, agravadas por infecções causadas por bactérias, que incluem doenças como psoríase, disidrose, eczema ou dermatites, aliviando também a coceira e a vermelhidão.

Para que serve Diprogenta creme ou pomada

Para que serve

O Diprogenta é indicado para o alívio das manifestações inflamatórias de dermatoses sensíveis aos corticosteroides complicadas devido a infecções secundárias causadas por bactérias sensíveis à gentamicina, ou quando houver suspeita de tais infecções.

Estas dermatoses incluem psoríase, dermatite alérgica de contato, dermatite atópica, neurodermatite circunscrita, líquen plano, intertrigo eritematoso, desidrose, dermatite seborreica, dermatite esfoliativa, dermatite solar, dermatite de estase e coceira anogenital.

Como usar

A pomada ou o creme devem ser aplicados em camada fina sobre a área afetada, de modo que a lesão fique completamente coberta com o medicamento.

Esse procedimento deve ser repetido 2 vezes ao dia, de manhã e à noite, em intervalos de 12 horas. Dependendo da gravidade da lesão pode ocorrer a melhora dos sintomas com aplicações menos frequentes. De qualquer forma, a frequência da aplicação e a duração do tratamento devem ser estabelecidos pelo médico.

Quem não deve usar

O Diprogenta não deve ser usado por pessoas com alergia a qualquer um dos componentes presentes na fórmula nem em pessoas que tenham tuberculose de pele ou infecções de pele causadas por vírus ou fungos.

Além disso, este produto também não é indicado para uso nos olhos nem em crianças com menos de 2 anos de idade. Também não é aconselhado em grávidas ou mulheres que estejam amamentando, a não ser que seja recomendado pelo médico.

Possíveis efeitos colaterais 

Os efeitos colaterais mais comuns que podem ocorrer com o uso deste medicamento são eritema, coceira, reação alérgica, irritação na pele, atrofia cutânea, infecção e inflamação da pele, ardor, equimoses, inflamação do folículo piloso ou aparecimento de vasinhos.

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Ficou alguma dúvida. Deixe aqui a sua questão para que possamos melhorar o nosso texto:

Atenção! Só poderemos responder diretamente se deixar o seu email.
Irá receber um email com um link que deverá aceder para confirmar que o email lhe pertence.
Mais sobre este assunto:

Publicidade
Carregando
...
Fechar Simbolo de finalizado

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem