Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Como identificar e Tratar o ovário policístico

A presença de vários pequenos cistos nos ovários ocorre devido a distúrbios hormonais que aumentam a concentração de testosterona na corrente sanguínea da mulher, causando problemas como menstruação irregular e dificuldade para engravidar.

Os primeiros sinais desse problema geralmente começa a se manifestar na adolescência, mas pode surgir ainda antes da primeira menstruação e perdurar por toda a vida se não for devidamente acompanhados e tratados pelo ginecologista.

Como identificar e Tratar o ovário policístico

Por isso, a presença de pelo menos 2 ou 3 dos seguintes sintomas pode indicar a presença da Síndrome dos Ovários Policísticos:

  • Menstruação irregular ou ausência de menstruação por vários meses;
  • Aumento do peso, facilidade em engordar e obesidade;
  • Aumento da quantidade de pelos no corpo incluindo tórax, rosto e seios;
  • Surgimento de acne;
  • Enfraquecimento dos fios e queda de cabelo;
  • Problemas de fertilidade e dificuldade para engravidar;
  • Aumento do clitóris (raro);
  • Atraso no desenvolvimento das mamas.

Além disso, esse problema também causa aumento do tamanho do ovário e resistência à insulina, que é uma menor tolerância aos carboidratos, fazendo aumentar o risco de diabetes. Veja mais em: 7 Dúvidas sobre Ovário policístico.

Quando ir ao médico

Na presença de dois ou mais destes sintomas sem que esteja presente outras doenças ou problemas que possam causar essas alterações, deve-se consultar o ginecologista para fazer exames que avaliem a saúde dos ovários, como a ultrassonografia e exames de sangue.

Na maior parte dos casos, apenas é necessário manter vigilância para garantir que o cisto não aumenta. No entanto, em alguns casos a pílula anticoncepcional pode ser utilizada para regularizar a menstruação e o excesso de pelos, e outros medicamentos podem ser indicados para estimular a ovulação e aumentar as chances de engravidar.

Tratamento para ovário policístico

O tratamento para ovário policístico deve ser orientado por um ginecologista e, normalmente, varia de acordo com os sintomas da mulher, como ciclo menstrual irregular, infertilidade ou crescimento excessivo de pêlos, por exemplo.

Assim, o tratamento pode ser feito com:

  • Tratamento para ciclo menstrual irregular e acne: feito somente com o uso da pílula anticoncepcional, pois ela irá diminuir a produção de testosterona e regular a menstruação e diminuir o surgimento de espinhas;
  • Tratamento para engravidar: pode ser feito com a ingestão de um medicamento que estimula a ovulação, como Clomifeno ou Metmorfina, aumentando as chances de a mulher engravidar. Veja como aumentar suas chances em: Como engravidar rápido.
  • Tratamento para crescimento excessivo de pêlos: são utilizados medicamentos, como Flutamida, ou pílulas anticoncepcionais, como Diane 35, para reduzir o número de hormônios masculinos no organismo e reduzir o crescimento de pêlos.

Uma outra opção de tratamento, geralmente utilizado nos casos mais graves, é a cirurgia para retirar os cistos ou, até mesmo, os ovários para diminuir o risco de desenvolvimento de câncer no endométrio. Veja como é feita a cirurgia em: Quando a cirurgia para retirada dos ovários é indicada.

Além disso, é muito importante completar o tratamento com exercício físico regular e uma alimentação equilibrada para manter o peso ideal, reduzindo os sintomas do ovário policístico.

Tratamento natural para ovário policístico

Um ótimo tratamento natural para ovário policístico é o chá de uxi amarelo e unha de gato. Este remédio caseiro pode ser feito com 1 colher (de sopa) de uxi amarelo e unha de gato e meio litro de água para cada chá. O chá de uxi amarelo deve ser bebido de manhã e o chá de unha de gato à tarde. Veja como preparar este chá em: Remédio caseiro para ovário policístico.

Saiba como a alimentação pode ajudar a combater os sintomas e facilitar a gravidez com a nutricionista Tatiana Zanin:

Sinais de melhora do ovário policístico

Os sinais de melhora do ovário policístico surgem cerca de 3 a 4 semanas após o início do tratamento e incluem diminuição do crescimento de pêlos, ciclo menstrual regulado e redução do acne, por exemplo.

Sinais de piora do ovário policístico

Os sinais de piora do ovário policístico são mais frequentes quando o tratamento não é feito de forma adequada e incluem aumento da pressão arterial, aumento excessivo do peso corporal e dor abdominal.

Gostou do que leu?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto.

Enviar Carregando elementos na página
Mais sobre este assunto:
Carregando
...