Ative as notificações para não perder as publicações de saúde e bem estar mais interessantes.
O que você precisa saber?

Para que serve o Dexador

O Dexador é um remédio disponível na forma de comprimido e injetável, que tem na sua composição Vitaminas B12, B1 e B6 e dexametasona, indicadas para o tratamento de processos inflamatórios e de dor, como nevralgias, inflamação dos nervos, dores na coluna, artrite reumatoide e tendinites.

Este medicamento pode ser comprado em farmácias por um preço de cerca de 28 reais, no caso da injeção, e 45 reais, no caso dos comprimidos, sendo necessário apresentação de receita médica.

Para que serve o Dexador

Como usar

A posologia depende da forma farmacêutica usada:

1. Injetável

O injetável deve ser administrado por um profissional de saúde, que deve associar 1 ampola A com 1 ampola B e aplicar por via intramuscular, de preferência de manhã, em dias alternados no total de 3 aplicações ou conforme indicado pelo médico. Caso ocorra dor local intensa ou formação de nódulo, pode-se fazer compressas com água morna, evitando pressionar o local.

2. Comprimidos

A dose recomendada de Dexador é de 1 comprimido de 8/8 horas durante 3 dias, 1 comprimido de 12/12 horas, durante 3 dias e 1 comprimido de manhã, durante 3 a 5 dias, de preferência após as refeições. Em alguns casos, o médico pode recomendar uma posologia diferente da mencionada pelo fabricante.

Quem não deve usar

O Dexador não deve ser usado por pessoas que tenham alergia a qualquer um dos componentes presentes na fórmula, pessoas com problemas cardíacos, pressão alta, úlceras no estômago e duodeno, diabetes ou que tenham infecções graves.

Além disso, também não deve ser usado em grávidas, mulheres que estejam amamentando ou crianças.

Possíveis efeitos colaterais

Os efeitos colaterais que podem ocorrer durante o tratamento com Dexador são aumento da pressão arterial, inchaço generalizado, aumento da glicose no sangue, atraso na cicatrização de feridas, ativação ou piora de úlceras pépticas, alterações em ossos e inibição do funcionamento das glândulas da hipófise e supra-renais. 

Esta informação foi útil?   
Sim  /  Não

Se ficou com alguma dúvida ou encontrou algum erro escreva aqui para que possamos melhorar o texto. Não lhe iremos responder directamente. Se quiser uma resposta clique em Contato.

Mais sobre este assunto:


Publicidade
Carregando
...
Fechar

Pode perguntar

Fechar
É hora de acabar com todas as suas dúvidas!
Erro
Erro
Erro
Marque a caixa de verificação acima.
Enviar Mensagem