Somos REDE D'OR
icon de informação icon de telefone 3003-3230
Número disponível apenas em território brasileiro, com custo de chamada local.

Quando surgem os desejos na gravidez

Revisão médica: Drª. Sheila Sedicias
Ginecologista
janeiro 2023

Os desejos na gravidez costumam surgir a partir do primeiro trimestre, podendo aumentar no segundo trimestre e parar no último trimestre de gestação. No entanto, a fase em que surgem os desejos é diferente para cada mulher.

Os desejos durante a gravidez são vontades repentinas de comer alimentos com sabor ou textura específicos, ou combinar alimentos que geralmente não são consumidos juntos. Além disso, esses desejos também podem incluir coisas "estranhas", substâncias não comestíveis ou sem valor nutritivo, como pedra, giz, sabonete ou terra, por exemplo.

Ainda são necessários mais estudos para comprovar as causas dos desejos durante a gravides. No entanto, acredita-se que esses desejos surjam devido à alterações hormonais ou deficiências nutricionais. Por isso, em casos de desejos por coisas incomuns, ou alimentos não saudáveis, é aconselhado conversar com o obstetra.

Imagem ilustrativa número 1

Possíveis causas

Embora ainda não se saiba as causas dos desejos na gravidez, acredita-se que surjam devido à alterações hormonais que acontecem durante a gestação, que, por sua vez, alteram o humor, o olfato e o paladar, aumentando o apetite e o desejo de comer alimentos específicos.

Além disso, durante a gravidez, existe uma maior necessidade do organismo por nutrientes importante para o desenvolvimento do bebê, como ferro, zinco e proteína. Assim, a mulher pode desejar comer mais carne durante a gravidez, para aumentar a necessidade do organismo por ferro, por exemplo.

O fato de alguns alimentos conterem compostos que podem ajudar a aliviar certos sintomas da gravidez, também pode estar relacionado com esses desejos. Por exemplo, o chocolate contém metilxantinas, que são compostos que ajudam a melhorar o cansaço.

Quais são os desejos mais comuns

Os desejos durante a gravidez variam de uma mulher para outra. No entanto, os desejos mais comuns são comer doces, como sorvete e chocolate, refeições do tipo fast food, comida japonesa ou chinesa, frutas e verduras em geral e alimentos ricos em amido, como pizza, arroz, macarrão e batata.

O que é a vontade de comer coisas não comestíveis?

Quando a mulher sente vontade de comer coisas não comestíveis, como tijolo, sabão ou papel, é sinal de síndrome de pica, que geralmente indica uma deficiência nutricional. Conheça mais sobre a síndrome de pica

Consumir alimentos fora da sua forma habitual, ou seja, combinado com outros alimentos pouco habituais, como coentro com açafrão e sal, também pode ser considerado um tipo desta síndrome. Em qualquer dos casos, é importante consultar um médico para identificar qual o nutriente que pode estar em falta e iniciar o tratamento mais adequado.

Além disso, a síndrome de pica também pode estar relacionada com alterações psicológicas, como depressão e transtorno obsessivo compulsivo, sendo, por isso, o acompanhamento médico, nutricional e psicológico importante nessa situação.

Esta informação foi útil?

Atualizado por Karla S. Leal - Nutricionista, em janeiro de 2023. Revisão médica por Drª. Sheila Sedicias - Ginecologista, em fevereiro de 2016.

Bibliografia

  • PREGNANCY BIRTH&BABY. Food cravings during pregnancy. Disponível em: <https://www.pregnancybirthbaby.org.au/food-cravings-during-pregnancy#:~:text=Sometimes%20you%20might%20crave%20common,%2C%20dairy%20products%2C%20and%20fruit.>. Acesso em 16 jan 2023
  • PUBLIC HEALTH ENGLAND. Pregnancy FAQs. Disponível em: <https://www.nhs.uk/start4life/pregnancy/pregnancy-faqs/>. Acesso em 16 jan 2023
Mostrar bibliografia completa
  • INTERMOUTAIN HEALTHCARE. Why Pregnancy Can Make You Have Weird Cravings. Disponível em: <https://intermountainhealthcare.org/blogs/topics/intermountain-moms/2016/10/why-pregnancy-can-make-you-have-weird-cravings/>. Acesso em 16 jan 2023
  • HILL A; CAIRNDUFF D et al. Nutritional and clinical associations of food cravings in pregnancy. Journal of Human Nutrition and Dietetics. 29. 3; 281-289, 2015
Revisão médica:
Drª. Sheila Sedicias
Ginecologista
Médica mastologista e ginecologista formada pela Universidade Federal de Pernambuco, em 2008 com registro profissional no CRM PE 17459.

Tuasaude no Youtube

  • Como aliviar os Sintomas de Gravidez

    11:13 | 62507 visualizações
  • Primeiros sintomas de gravidez

    02:53 | 1089295 visualizações