Dermografismo: o que é, sintomas, causas e tratamento

Atualizado em maio 2023

O dermografismo, também conhecido como urticária dermográfica ou urticária factícia, é reação exagerada da pele ao atrito, causando sintomas como marcas em alto relevo, vermelhidão, coceira ou sensação de queimação no local.

Acredita-se que o dermografismo seja causado pela liberação de substâncias inflamatórias na pele, como a histamina, sendo mais comum em pessoas entre 20 e 40 anos de idade e após situações estressantes, por exemplo.

Em caso de suspeita de dermografismo, é indicado consultar o dermatologista. Apesar de não ter cura, podem ser indicados medicamentos antialérgicos para controlar os sintomas e as crises podem ser prevenidas ao se evitar os possíveis causadores.

Imagem ilustrativa número 3

Sintomas do dermografismo

Os principais sintomas do dermografismo são:

  • Aparecimento de marcas na pele em alto relevo, em alguns casos, de cor branca ou avermelhada;
  • Sensação de queimação na pele;
  • Coceira na parte do corpo afetada;
  • Vermelhidão da pele ao redor das marcas;
  • Inchaço no local em que as marcas surgem.

Normalmente, os sintomas do dermografismo surgem entre 5 a 10 minutos após estimular a pele, como ao pentear ou escovar o cabelo, coçar o corpo, vestir roupas apertadas ou se secar com a toalha após o banho, e persistem por 15 a 30 minutos. 

Além disso, estes sintomas tendem a piorar à noite, devido à pressão sobre a pele ao se deitar e contato com a roupa de cama, quando está calor e em caso de estresse, emoções fortes e exercício físico, por exemplo.

Como confirmar o diagnóstico

O diagnóstico de dermografismo é feito pelo dermatologista levando em consideração as características dos sintomas e o teste de provocação, que consiste em estimular a pele com um objeto e observar o surgimento de sintomas.

Cuidar da sua saúde nunca foi tão fácil!

Marque uma consulta com nossos Dermatologistas e receba o cuidado personalizado que você merece.

Marcar consulta

Disponível em: São Paulo, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Pará, Paraná, Sergipe e Ceará.

Foto de uma doutora e um doutor de braços cruzados esperando você para atender

Algumas vezes, o dermatologista também pode usar instrumentos específicos para medir a reação da pele a diferentes intensidades de estímulos, avaliar a gravidade do dermografismo e indicar o tratamento mais adequado.

Possíveis causas

Acredita-se que o dermografismo seja causado por uma reação exagerada do organismo ao se estimular a pele, provocando a liberação de substâncias inflamatórias no local, como a histamina pelos mastócitos, um tipo de célula de defesa do corpo.

O dermografismo é mais comum em pessoas entre 20 e 40 anos de idade, após situações estressantes, como gravidez e menopausa, e em caso de histórico de eventos traumáticos ou problemas psicológicos, por exemplo.

Como é feito o tratamento

O tratamento do dermografismo é feito com uso de medicamentos anti-histamínicos, como cetirizina ou loratadina, sendo normalmente indicado nos casos em que o dermografismo também provoca coceira intensa, é frequente ou demora a desaparecer.

Além disso, algumas pessoas podem se sentir psicologicamente afetadas pelo dermografismo, sendo importante um acompanhamento com um psicólogo ou uma avaliação com um psiquiatra, podendo ser indicados medicamentos ansiolíticos ou antidepressivos, por exemplo.

Tratamento natural

Para o tratamento natural do dermografismo, é recomendado:

  • Adotar medidas para reduzir o estresse, como praticar meditação e descansar o suficiente. Veja algumas dicas para aliviar o estresse;
  • Não coçar ou esfregar a pele;
  • Evitar banhos quentes;
  • Preferir roupas mais folgadas e confortáveis;
  • Secar a pele com cuidado após o banho, apenas passando a toalha levemente;

Essas medidas ajudam a controlar o dermografismo, evitando o surgimento das lesões. Além disso, é possível fazer o tratamento homeopático, conhecido como histaminum, que pode ajudar a controlar os sintomas.

Para aliviar a coceira na pele também podem ser aplicadas loções refrescantes, feitas à base de mentol a 1% ou óleo essencial de alfazema. Conheça mais opções caseiras para aliviar a coceira na pele.