Dermografismo: o que é, sintomas, causas e tratamento

Outubro 2021

O dermografismo, também chamada de urticária dermográfica ou urticária física, é um tipo de alergia na pele caracterizada pelo inchaço após estímulo causado por um arranhão ou contato de objetos ou roupas com a pele, podendo vir acompanhado de coceira e vermelhidão ao redor do local.

Pessoas que têm este tipo de alergia apresentam uma resposta imune exagerada do organismo após uma pressão exercida sobre a pele, havendo uma reação no mesmo formato do estímulo causado.

Apesar de não ter cura, as crises podem ser prevenidas, evitando-se os agentes causadores, além de ser possível aliviar os sintomas com uso de remédios antialérgicos.

Dermografismo: o que é, sintomas, causas e tratamento

Sintomas do dermografismo

Os sintomas costumam surgir cerca de 10 minutos após o estímulo, e duram por volta de 15 a 20 minutos, entretanto, podem durar mais tempo, de acordo com o tipo de reação imune da pessoa. Os principais sinais e sintomas de dermografismo incluem:

  • Aparecimento de marcas na pele, em alto relevo, em alguns casos, de coloração branca ou avermelhada;
  • Inchaço da área afetada;
  • Pode haver coceira;
  • Pode haver vermelhidão e calor na pele ao redor.

As lesões costumam ser mais intensas à noite e podem ser desencadeadas por diversos fatores, sendo importante consultar o dermatologista para que seja feito o diagnóstico, identificada a causa e iniciado o tratamento mais adequado.

Possíveis causas

As causas do dermografismo ainda não são totalmente esclarecidas, no entanto algumas situações podem estimular o sistema imune e levar à liberação inadequada de histamina das células, resultando no aparecimento dos sintomas.

Algumas das situações que podem desencadear o dermografismo são prática de atividade física, estresse, banhos quentes, uso de medicamentos anti-inflamatórios ou antibiótico, como penicilina ou uso de drogas, por exemplo.

Como é feito o tratamento

O tratamento do dermografismo nem sempre é necessário, pois os sintomas costumam surgir ocasionalmente, e desaparecem sem precisar de remédios. Entretanto, nos casos em que os sintomas são intensos ou persistentes, pode ser recomendado o uso de medicamentos anti-histamínicos, como Desloratadina ou Cetirizina.

Já em casos mais graves, nos quais a pessoa se sente psicologicamente afetada pela doença, pode-se usar medicamentos ansiolíticos ou antidepressivos, de acordo com a orientação médica.

Tratamento natural

Um ótimo tratamento natural para aliviar os sintomas de dermografismo é o uso de loções refrescantes na pele, feitas a base de Mentol a 1% ou óleo essencial de Alfazema. Outras formas naturais de se controlar as crises desta alergia são:

  • Ter uma alimentação anti-inflamatória, rica em peixes, sementes, frutas, vegetais e chá verde;
  • Evitar alimentos com aditivos, como conservantes, salicilatos e corantes;
  • Evitar uso de certos remédios que aumentam a resposta imune do organismo, como anti-inflamatórios, AAS, codeína e morfina, por exemplo;
  • Evitar situações de estresse emocional;
  • Preferir roupas frescas e confortáveis, e evitar o excesso de calor;
  • Evitar banhos quentes;
  • Diminuir o consumo de bebidas alcoólicas.

Além disso, é possível fazer o tratamento homeopático para dermografismo, conhecido como Histaminum, que pode ajudar a controlar o aparecimento dos sintomas de alergia na pele.

Esta informação foi útil?

Bibliografia

  • RICHA, Ricardo Hentique S.; SOUZA, Maria Cristina A. Dermografismo Imediato Sintomático. Relato de caso. Revista de Saúde. Vol 09. 1 ed; 18-21, 2018
  • LIMA, Eduardo M. S. et al. Uma visão diferenciada no manejo do dermografismo. Braz J Allergy Immunol. Vol 03. 3 ed; 77-85, 2015
Mais sobre este assunto: